Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Frase do Mês

De Dina Coelho para Dina Coelho

mau feitio, 01.10.19

Tu és a Dina Coelho e isso tem um significado enorme. Significa que ''não andavas, não falavas, não te mexias'' porque nasceste com uma m*rda chamada Paralisia Cerebral. No inicio, só te babavas como se a tua boca fosse uma fonte jamais fechada. Estragavas um par de sapatilhas ou chinelas numa semana por arrastar tanto a perna com a teimosia de pôr o pé esquerdo no chão. Tinhas de o pôr, era a ordem dos médicos que te acompanhavam, como tantas outras: assistir TV com uma colher na boca para criares o hábito de teres a boca fechada, soprar uma vela sem a apagar, etc.

O teu progresso sempre foi desvalorizado por quase todos ao teu redor. Mas, em todas as ocasiões e momentos em que não acreditaram em ti, tu foste lá e mostraste aquilo que és. Desde pequena (mais pequena) és assim; sempre que alguém duvida de ti, tu vais lá e mostras. 

Até aqui, já fizeste (tudo) aquilo que sonhaste um dia fazer, porque disseste uma vez, que a vida seria para ti também. E é!!!!! Com tudo incluído! Mesmo que, às vezes os teus sonhos te tenham traído e te tenham levado para lugares que tu nunca pensaste estar e ''viver'', mesmo assim tu não desististe. Pelo menos, não de tudo.


Por isso e por mais que eu não vou escrever, senão nem amanhã saía daqui, tu vais levar isto até à p*rra do fim. Porque isto não é nada ao pé daquilo que já passaste, viveste e sentiste. 

Como diria um conterrâneo meu, ''para a frente é que Lisboa, grande Dina, grande Mulher!''

Tu consegues! Tu aguentas! Tu podes! Tens essa capacidade dentro de ti! 

Foca-te e o resto que se lixe! MAS VAIS LEVAR ISTO ATÉ AO FIM! 
Ouviste, sua idiota?!

A falar com o meu ''eu''

mau feitio, 01.09.17
De todas as vezes que morri, não morri. Apenas existi.Mas haverá no mundo morte mais dolorosa e mortífera do que existir sem viver?Eu pergunto-te e tu não me respondes. Onde estás?
― Estou aqui. - dizes tu.
― Mas eu não te vejo. - Lamento.
Quem me dera ver-te, tocar-te, sentir-te cheirar-te,consumir-te... ah! Que triste sou eu sem te ter.
O que faço eu num mundo a preto e branco, desigualmente igual. Que vida tão cinzenta.... tenho de comprar cores e pintar o céu, o mar,as árvores, as pessoas, os sorrisos, os corações... quanto custa? É o preço do que não custa, porque não está a venda. - Explicas tu aborrecido.
― Não?! - exclamei.
― Mas como fazem as pessoas que vivem na vida? -interrogo com espanto.
― Apenas vivem. - respondes tu chateado.
― Não entendo, mas não te aborreço mais.
As pessoas deviam comprar aguarelas e colorirem-se. E aquelas que existem no mundo? Deixa, eu não te aborreço mais.
De todas as vezes que morri, não morri. Apenas existi. Mas haverá no mundo morte mais dolorosa e mortífera do que existir sem viver?






 Imagem do Google Imagens