Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Obrigada, Março!

Mais uma vez, é hora de agradecer ao mês que se passou. Nem sempre é fácil, porque às vezes é dificil encontrar algo para agradecer. Bom, vamo lá:

1- Obrigada pelos pais que tenho;
2- Obrigada pela restante família, mesmo imperfeita;
3- Obrigada pelos meus amigos e todas as pessoas que gostam de mim;
4- Obrigada pelo Dia da Mulher (é todos os dias, mas é bom que haja um dia para nos relembrar daquilo que somos e de todas as nossas conquistas como Mulheres até ao momento e nos lembrar que ainda há muito por conquistar);
5- Da mesma forma, obrigada pelo Dia do Pai (mê rique pá);
6- Obrigada por ter o meu burguês (é a melhor pessoa felina da minha vida!)  agora 'tá na fase mimosa, sempre ao pé da sua dona. Que gatinho aquele! (tã requim!);
7- Obrigada por não passar fome, nem frio e ter saúde;
8- Obrigada pela minha tenacidade e sorriso que tenho sempre comigo;
9-Obrigada pelos dias de chuva;
10- Obrigada pela existência de doces  que é? eu gosto de doces! dá licença!
11- Obrigada pela música que faz os meus dias!
12- Obrigada por haver Youtubers que animam o meu dia
13- Obrigada a esta blogsfera, a todas as pessoas que me leem e seguem;
14- Obrigada à vida, ao mundo, à Natureza.
15-Obrigada por ter sempre inspiração para escrever;
16 - Obrigada pela chegada da Primavera!

 

Bom, é isto. Obrigada!

 

A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimen

 

 

 

 

Voltei!

Olá pessoal!
Eu voltei à casa blogsfera! Não disse que voltava Sexta-feira? Pois, aqui estou eu. 
E, vocês como estão? Como foi a vossa semana?
A minha foi que foi, nem tanto atarefada nem tanto parada. Tive coisas para fazer, bem... na Segunda-feira estive por casa, na Terça, fui passear, passar o dia com uma amiga, na Quarta, fiz uma limpeza completa ao meu quarto, Quinta-feira estive por casa e hoje Sexta-feira, também vou sair para tratar de uns assuntos. E o melhor, foi que eu consegui pôr as horas de sono em dia.
E Janeiro já foi... não é verdade? Foi rápido, para mim. E para vocês?
Beijs.

51087967_780439342320248_2646840752268640256_n.jpg

Legenda da foto: o meu melhor amigo dos tempos do liceu, comia-o todos os dias no intervalo das 10h. E por isso marca a minha semana, depois de (tanto) tempo. A foto foi tirada por uma amiga.

Reflexão


Já passaram as dores, as tristezas, as quedas,os choros, a solidão do passado mas ficaram as lembranças, as memórias e essas também doem e como doem... por mais que eu descreva, explique nem mesmo que eu desenhe, mesmo que seja contado com todos os pormenores… só eu, só eu e Deus, como se costuma dizer, é que sabemos. Que agonia! Que agonia não ter ido, mas eu fui, apenas parece que não fui. Parece que fiquei suspensa numa bolha e fui mandada para longe e assisti à minha vida a acontecer sem a poder comandar. Por mais que eu queira esquecer, eu nunca vou esquecer. Nunca me vou curar. Não há cura para as marcas da vida, para as cicatrizes que ficam depois das feridas. Não há remédio. Só existem analgésicos que amenizam a dor temporariamente, mas de vez em quando, lá está ela a latejar, a doer, a pisar, a magoar, a dizer: ‘’tu foste fraca!’’, ‘’não conseguiste! Não és nada!’’, ‘’devias ter vergonha!’’  e a zombar de nós. Os outros que nos veem a sofrer, pensam que somos fracos mas, na realidade, os outros são apenas os outros e só se compreende a dor dos outros, pelo menos, só nos calamos, quando sofremos, quando a vida nos abre feridas e deixa as suas marcas.
Até lá, somos os mais fortes, os invencíveis e os mais idiotas também por pensar que não nos vai acontecer connosco. 

Reflexo do momento

Como escreveu Fernando Pessoa, '' Para viajar basta existir '' e na minha opinião, a existência é a maior e alucinante viagem que podemos fazer, enquanto nos é possível estar por cá. E mais do que existir é viver. Eu não sou uma grande viajante no que diz respeito ao plano físico. Já fiz pequenas viagens, mas nada para muito longe. Mas, penso que viajar compromete mais que pegar numa mala, entrar num avião e ir para um destino qualquer,penso que, para fazê-lo é preciso libertar o espírito para podermos absorver todas as energias e aprendizagens dadas por cada viagem que fazemos. É necessário permitir-nos a receber, a aprender, a deixar ir, a melhorar-nos e acrescermos como indivíduos.
Eu conheço pessoas que já viajaram imenso, estiveram aqui, acolá... mas ao regressar a casa, parece que nunca saíram da terrinha pequena poluída de preconceito, maledicência e mesquinhice. Eu pergunto: de que valeu a viagem? Só para dizer que estiveram aqui e ali? A cada viagem que fazemos, seja para longe, seja para perto, de curta ou longa duração, de lazer ou obrigação, devemos deixar um preconceito, uma mesquinhez e crescer, viajar de dentro de nós para fora, recarregar energias, trazer novos conceitos para a nossa vida, lavar-nos de toda a '' sujidade '' que temos, abrir a alma e permitir que nos modifique em algo. Termos a disposição para nos libertar-nos de alguns conceitos e abertura para receber a diferença, tornarmo-nos leves e soltos. Só assim vale a pena, só isso é que é viajar. Voltar para ''casa'' sem nada a acrescentar à nossa vida, isso é um gasto de tempo, energia e dinheiro.
E atenção, viajar pode ser lendo um livro, escutando música, vendo um filme... não importa a maneira como viajamos nem aquilo que nos faz viajar, o importante sim, é o que deixamos atrás e trazemos de cada viagem. A forma de viajar que mais aprecio é ler muito. Para mim, os livros são excelentes passaportes, companheiros de viagem e amigos para a vida.
 
Vamos viajar?
 

A cada viagem tua liberta-te de uma coisa má e traz uma coisa boa e aplica-a da melhor maneira na tua vida.



Fotografia da minha autoria
 

 




 
 

Mais sobre mim

foto do autor

Frase do Mês

Sem frase.

Guardados no baú

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Depois não digam que eu não informei

1-Devido à importação dos textos de uma plataforma para outra, alguns deles surgiram sem espaço entre as palavras, sem pontuaçãoetc. De modo que, alguns posts anteriores a 5 de Nov. de 2018, ainda estão por corrigir. 2-Relativamente às imagens utilizadas no blog, como sempre refiro a fonte no fim de cada post, a maioria delas são retiradas da Internet. No entanto, se algum autor de alguma imagem ''passar por aqui'' e não permitir a sua utilização, por favor envie e-mail que logo que possível a imagem será retirada. As restantes, são mesmo fotografias minhas e outras são criadas por mim com auxílio de alguns programas de edição de fotografia e design. Em todo o caso, eu identifico sempre a origem de todas as imagens e fotografias utilizadas no blog.

Fala comigo em

blogdomaufeitio@sapo.pt