Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Eu intimido alguém?!

mau feitio, 17.11.19

Olá. Ça va bien?

Eu sei que há um mês que não escrevo nada. Não tenho tido tempo para escrever. O que é bom porque significa que estou ocupada. Mas tenho que me dedicar mais ao blog, afinal uma das ações que mais me dá prazer na vida é escrever.

Porém, não é disso que se trata este post.

Recentemente, eu percebi que provavelmente, eu intimido algumas pessoas... e eu pergunto c'mé possível?! Não é que eu me considere menos do que os outros, cada um tem o seu lugar no mundo e como tal, eu tenho o meu. Não sou mais nem menos. Eu sou eu. Eu não vou expor a situação porque esta envolve outras pessoas e vocês sabem que eu não gosto de mencionar nomes ou descrever ao pormenor quando há  outras pessoas envolvidas. E roupa suja eu lavo no tanque. Obviamente, que tudo o trago para aqui, envolve sempre pessoas, o que é normal mas há posts com os quais eu tenho de ter mais cuidado.

Bem, muito resumidamente, tem havido algumas pessoas que estão interessadas na minha vida, no que eu faço, por onde eu ando, quando, fazendo perguntas e comentários a terceiros meio que com o objetivo de ''controlar''. Não sei o que estão a controlar mas pronto. E às vezes, sentem necessidade de marcar território.Também não percebo qual é o território. Não tenho nada em meu nome. Sou pobre sem património e apenas sou dona da minha vida. Eu e Deus. Amén.

Mas fico estupefacta!

Nunca pensei que eu com o meu 1,46cm, um bocadinho descoordenada fisicamente e etc, etc, etc... intimidasse alguém. Uau! Sinto-me poderosa!! Mentira... não sinto nenhum poder sobre isso. ESTUPEFACTA, sim!  Deve ser o meu sorriso que ameaça.

Tenham VERGONHA NA CARA!!! Tenham 2 dedos de testa e um pouco de consciência! Valorizem-se!! Sentem-se intimidados comigo?! Eu, que caio com uma rajada de vento??  E ainda me sondam para ver a minha reação... Por amor de Nosso Senhor! 

Quando uma pessoa se sente intimidada por outra revela insegurança, que não confia no seu taco.

 

 

eu.JPG

 

'' LGBT não é pornografia!''

mau feitio, 07.09.19

Boa tarde.

Ontem (6 de Setembro de 2019Marcelo Crivella, o Prefeito do Rio de Janeiro mandou que fossem recolhidos os livros em HQ  (histórias em quadrinhos) dos Vingadores da Bienal (evento que ocorre de dois em dois anos, normalmente para expor e discutir acontecimentos culturais: livros, música. Arte no geral), por mostrar um beijo gay, justificando que precisava proteger as crianças desse tipo de conteúdo, porque na sua opinião (ATRASADA) ''LGTBT é pornografia''.

Não sei se alguém sabe disso por cá, mas esta absurda monstruosidade foi feita ontem no RJ em pleno 2019.

Eu soube porque eu sigo o Felipe Neto no Youtube e depois fui ler mais sobre a notícia para saber do que se tratava. Para quem não conhece, ''Felipe Neto Rodrigues Vieira é um YouTuber, empresário, vlogger, ator, comediante e escritor luso-brasileiro. É conhecido por ter um dos maiores canais brasileiros do YouTube, com 34 milhões de inscritos''.

E diga-se de passagem, no Brasil ele é adorado por muitos e odiado por outros quinhentos. 

Eu sigo o seu canal há pouco tempo, e na minha opinião, ele impecável a fazer o que faz. Diverte, informa, entretem, partilha opiniões, cultura e experiências de vida com os seus amigos, familiares, colegas, no fundo com toda a sua família porque todos os que trabalham com ele são uma espécie de família. Pelo menos, é isso que vejo quando assisto aos seus vídeos.

Existe uma transformação e diferença enormes entre o conteúdo que ele apresentava e aquele que ele apresenta atualmente. E, muitas pessoas não percebem isso. Por isso, julgam-no, porque não se dão ao trabalho de procurar, de perceber e de se permitir conhecer como é agora. FN não é perfeito, nem sempre está certo, tem erros, eu também não concordo com tudo o que ele diz em alguns vídeos nem gosto de todos os vídeos mas... e daí? Quem é perfeito??

Bom, ontem FN respondeu à altura à monstrusiodade de Crivella e é por concordar tanto com a sua atitude perante a homofobia do Sr. Prefeito é que partilho este vídeo. Por favor, vejam e ESCUTEM até ao fim.

Eu considero que cada um de nós tem o dever e o DIREITO de fazer isto parar. 

Ser gay não é doença, ser lésbica não é doença, ser transexual não é doença, ser travesti não é doença, ser bissexual não é doença, ter uma orientação sexual diferente não é doença.

A-M-A-R  É  U-M  D-I-R-E-I-T-O  D-E  T-O-D-O-S !!!

 

Homofobia é DOENÇA!

Vejam, escutem, olhem, leiam, aprendam e respeitem!

Tu tens o direito de não concordar e de não gostar, mas não tens o direito de magoar.

Fontes:
Wikipédia;
Google
Youtube

Sinceramente...

mau feitio, 24.06.19

Boa noite!
Eu sei que nem devia dar-me a este trabalho, mas fico estupefacta! Pelo menos, um eu sei que foi por essa razão. Ninguém tem obrigação de subscrever o blog de ninguém ou de continuar subscrito se não tiver interesse nisso. Eu própria já fiz isso, já deixei de subscrever blogs, no inicio quando aqui cheguei. Mas, recentemente, reparei que algumas pessoas têm deixado de me seguir aqui, logo depois à publicação aos posts nos quais eu escrevo sobre a minha deficiência. Não posso afirmar que sejam todos por essa razão, como eu disse, uma pessoa eu sei que sim. Mas, pessoal???? Que tem? Eu só estou a escrever. Isto é uma plataforma de blogs onde as pessoas escrevem sobre o que entenderem. Não percebo o que a deficiência do autor interfere nas leituras do leitor... Toda a gente escreve e toda a gente lê, o que tem uma coisa a ver com outra? Hello... eu só quero partilhar o que escrevo. Não pretendo sair daqui e conhecer as pessoas que leem o meu blog, por isso cá m'importo se são grandes, amarelas, pequenas, anões. São pessoas. Até para ler, a pessoa que escreve não pode ter uma deficiência?! Haja paciência. Eu digo que tenho uma, mas não é pelas outras pessoas não dizerem que também têm problemas que não os têm.

Não me sinto mal nem ofendida de maneira nenhuma, porém fiquei estupefacta.

Extremamente desnecessário!

mau feitio, 03.04.19

O que  vou contar já se passou há algum tempo, mas ficou-me na cabeça até agora, porque achei mesmo desnecessário. MESMO! 
Acho que era de manhã, ia eu a descer uma rua em direção ao trabalho ou a subir... já não sei. 
Mas ia eu na rua e próximo de mim, ia uma mãe e dois ou três filhos (digo filhos porque sei que são mas não vou mencionar nomes, ÓBVIO). Continuando... uma das crianças ao ver-me, começou-se a rir do meu ''andar''. Explico, eu tenho a perna esquerda mais curta cerca de 2cm, ando bem mas, às vezes, puxo um pouco, quando mais enferrujada, cansada, doente... isso também depende das pessoas, há pessoas que são distraídas, outras que veem todos os pormenores.
Então... eu ouvi a criança a rir-se e a dizer: ''aquela rapariga anda assim...'', imitando-me. Nisto, a mãe dá-lhe um estaladão! E disse: ''Não gozes! Aquela pequena tem um problema.''... eu não concordo com isso. Eu concordo que, um corretivo só faz é bem. Mas não é preciso um estaladão. A criança ficou atordoada... nesse caso, acho que a mãe chegava a criança para junto de si e explicava o porquê do meu ''andar''. A criança riu-se de mim, mas eu nunca levei isso a mal vindo de crianças. Quando eu também era uma, levava. Mas... agora depois de adulta, basta olhar para as crianças, como quem diz ''eu sei que te estás a rir de mim'' toda séria, que elas param ou se não eu pergunto ''o que é?'' e elas fogem rindo-se e eu a rir-me também. E o que tem? Criança é assim mesmo. Às vezes, perguntam-me porquê que eu nasci assim, eu respondo que saí assim da barriga da minha mãe e  não tem cura, pronto. Não é preciso mais conversas!
Com crianças, a resposta mais simples e verdadeira é a melhor! 

Até porque elas (crianças) não vão assimilar muita explicação. Elas pensam um bocadinho no assunto e aceitam na boa. Na história que contei, era só isso o necessário a fazer-se. No entanto, a mãe esteve errada dando na criança, porque não a ensinou nada.
Há pais que não mexem uma palha para corrigir os filhos, outros que quase os arrebentam de pancadas. 
Querem saber? Antes uma criança do que um adulto. 

 

 

agressivo-620x428.jpg

Imagem: Google

Absolutamente cruel!

mau feitio, 24.05.17
 
Hoje quando '' andava '' pelo Facebook a ver as novidades vi um vídeo feito por profissionais com a intenção de testar a reação e a atitude das pessoas perante uma situação. O vídeo tratava-se de uma criança que estaria perdida na rua. Na primeira parte do vídeo, ela estava bem vestida e limpa, na segunda parte, a criança apresentava-se suja e com roupas rotas. A ação passa-se em dois locais diferentes: na rua e depois num restaurante. E são absolutamente cruéis e inacreditáveis o preconceito e a mesquinhez das pessoas, são lamentáveis....Na primeira parte, em que a menina está bem vestida, tanto na rua, como no restaurante é bem tratada, perguntam-na se está perdida, se tem fome, ligam para a polícia, dão-lhe de comer... por sua vez, quando ela troca de roupa e aparece mal vestida e suja, na rua é simplesmente ignorada e no restaurante, a pessoas (adultas) afastam-se, pegam nos seus pertences com receio que ela lhos roube, dizem-na para ir embora, pedem ao empregado do restaurante que lhe tire dali.
Até onde vai a mediocridade das pessoas?! Até com crianças as pessoas são capazes de praticar, de dar ouvidos ao preconceito, à mesquinhez, à aparência... Até com as crianças?! Não acredito! Que estupidez!Vergonhoso! Pequeno! Então uma criança é só aquela que anda bem vestida e limpa? E as outras? São animais? Uma criança é uma criança, ponto final.
Para onde estamos caminhando? Somos pessoas, minha gente. Pertencemos todos à mesma espécie!!! Precisamos de nos ver mais uns aos outros, de nos ajudar mais, principalmente às crianças. Elas precisam que nós as ajudemos que preservemos o bem-estar delas, porque são indefesas, pequenas, independentemente de como elas estejam, bem ou mal vestidas, limpas ou sujas.

Aliás, todas as pessoas do mundo merecem que as ajudemos,se se encontram numa situação de risco, que necessitem de amparo... sejam essas pessoas negras, amarelas, vermelhas, com deficiência, pobres, ricos, sem-abrigo... somos pessoas e não há uma hierarquia entre pessoas. Pelo menos, não devia haver. Ser pessoa é ser multicolores, vários universos, várias faces e fases, jeitos, manias.... é ser todos e tudo num só corpo... e as crianças são o melhor do mundo e o futuro, merecem tudo de nós! 



Imagens do Google Imagens