Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Aqui sinto-me em casa. E de que falamos na nossa casa com quem nos faz sentir bem? Sobre tudo!

O blog do Mau Feitio

Aqui sinto-me em casa. E de que falamos na nossa casa com quem nos faz sentir bem? Sobre tudo!

Frase do mês

Tenho em mim todos os sonhos do mundo..png

Depois de pensar naquela que poderia ser a frase do primeiro mês do ano de 2023, escolhi esta frase que todos nós conhecemos e bem, porque é algo que bastante me define.

Tenho em mim todos os sonhos do mundo  e continuo a ter até eu determinar que não vale mais a pena, mas enquanto eu acreditar que sim e me fizer sentido, continuarei a desbravar o mundo.

Hoje em dia de uma forma mais contida, pois a vida já exige outras responsabilidades mas ainda continuam vivos e sempre continuarão até se tornarem realizações.

E não é só de sonhos que falo, mas sim, de objetivos e ambições que desejamos conseguir a curto ou a longo prazo, não interessa. Acho que o importante é não nos deixarmos anular a nós próprios em prol dos outros ou da rotina, mesmo que para conseguir algo seja preciso dar dois passos atrás para saltar mais além.

E é isso.

Sem mais delongas, esta é a frase de Janeiro de 2023 e considero que é um ótimo inicio.

Até ao próximo post.

Beijs.

_______________________________________________________________________________________________

Design Canva

Frase de Fernando Pessoa

 

Frase do mês

Pela primeira vez eu disse que sim

'' - Queres?''

Alguém

Esta pergunta foi-me feita ainda esta tarde por uma jovem na paragem de autocarro. Eu decidi fazer desta pegunta a frase deste mês, pelo episódio em si em que a atitude da rapariga me tocou positivamente e que foi diretamente para comigo.

Ora então, foi assim: estava a chover quando fui para paragem de autocarro para regressar a casa e com a pressa de fugir da chuva, com o saco de compras na mão e uma capa na outra, não tive oportunidade de limpar a baba que tinha no queixo. Já expliquei aqui que me babo e é algo que embora não seja de forma abundante como em criança, não consigo controlar. Acontece quando estou com pressa como foi o caso, doente, distraída... Porquê? Para quem não sabe, devido à minha deficiência, nasci com um glândula salivar ao contrário e o problema da fala também não ajuda, mas esperem lá, não falo a babar-me. Mas não ajuda, por causa da articulação, produz muito saliva. (esta informação é para que os novos leitores não fiquem à nora).
Continuando, cheguei à paragem, pedi espaço para me sentar, já que havia e as pessoas que estavam de pé não estavam interessadas em sentar-se e sentei-me ao lado dessa rapariga.
Estava a acertar-me quando senti um toque no meu braço, virei-me e a jovem perguntou-me em tom baixo sem chamar a atenção de ninguém:

'' - Queres? - estendendo-me gentilmente um lenço de papel.
- Ah... Sim, obrigada. - respondi, sensibilizada com o gesto''.

Porquê que isto me sensibilizou?

Porque em muitos anos de vida, nunca alguém se dirigiu a mim de forma tão delicada para me dar um lenço de papel para eu limpar a boca.
A maioria das pessoas olham e fazem cara de nojo e em situações passadas, já tive pessoas conhecidas, até que eu considerava amigas que me atiravam à cara de uma forma bem invasiva e sonora: ''LIMPA A BOCA! 'TÁS-TE A BABAAAAAAAAAR!'' - chamando as atenções das pessoas presentes todas para mim, deixando-me constrangida e envergonhada.

Por isso  e por outras razões também relacionadas com a minha deficiência é que eu deixo de falar com algumas pessoas. Mesmo depois de lhes pedir para não fazerem isso e, sim, fazerem-me só um sinal, continuam... Então elimino-as da minha vida o máximo que eu consiga.

Claro que, não é porque eu tenho uma deficiência que tenho de andar suja e com uma imagem pouco cuidada e, simplesmente, não me importar porque ''eu sou assim'', e as pessoas têm de ver isso sem me chamarem à atenção.

Mas também, não é porque eu tenho uma deficiência que os outros podem abordar-me de forma invansiva e constranger-me em frente de meio mundo e descredibilizar-me.

Não é porque alguém precisa de ajuda que quem está a ajudar tem o direito de descredibiliza-la. 

Pela primeira vez eu aceitei um lenço de papel que alguém desconhecido me ofereceu com a intenção de me dizer que tinha o ''queixo molhado'', porque a rapariga fê-lo muito delicadamente com a preocupação de não chamar a atenção dos restantes. Sem me dizer para me limpar, disse-mo.

E está feita a frase deste mês.

Falta pessoas assim no mundo.

Beijs.

 

 

 

Frase do mês

Toda a escolha implica uma mudança

 

Esta frase surgiu-me quando estava na minha busca pela frase do mês. Não sei se tem autor, sei que há frases idênticas. 

Todavia, esta frase surgiu-me devido a desenvolvimentos pessoais. 

Eu não consigo escrever sobre esta frase sem expôr pessoas e situações.

Portanto, apenas deixo assinalada a frase do mês.

Todavia, queria muito que compreendessem que quero continuar com uma parte envolvida na história e fazer o luto total da outra.

Mas está difícil compreenderem isso.

Bom, peço desculpa pela falta de desenvolvimento, mas não consigo mesmo escrever muito mais sobre o assunto.

Beijs.

 

Frase do mês

Para este mês, escolhi esta frase que li numa página de memes no Facebook. Apesar de, a própria frase ser muito clara e não ser preciso desenvolvimentosdevo dizer que eu sinto imensa dificuldade de me libertar dos problemas quando os tenho. Quase ''morro'' de ansiedade... não durmo... fico muito irritada, começo a pirar.

Então um dos exercícios que comecei a fazer comigo mesma foi este conforme a frase.

fras.jpg

Imagem retirada daqui

Beijs

Frase do mês

Existem sempre duas opções

 

Para tudo na vida temos dois caminhos à nossa disposição.

Simplesmente, podemos parar de lutar e insistir e culpar todos à nossa volta por tudo o que de mal nos acontece. Culpar a sociedade, o sistema, a religião, a política... e ficar assim para o resto das nossas vidas, fazendo-nos de vítimas, contentando-nos com as migalhas que nos atiram e com a miséria das nossas vidas. 

Ou então, podemos chorar por breves ou longas horas por não termos conseguido atingir os nossos objetivos... Mas depois, perdoar o que houver de perdoar, principalmente a nós mesmos ou apenas guardar num cantinho dentro de nós sem mágoas nem rancor e arregaçar as mangas e continuar. Se não deu certo, que comecemos novamente. Com o nosso melhor sorriso e força de vontade, combater em todas frentes, trilhar os caminhos que nos surgir e tentar até não podermos mais e eis que num belo dia sem estarmos à espera, o futuro acontece da forma mais brilhante possível.

Eu escolhi a segunda opção.

Bom resto de Domingo.

Beijs.

dar-importancia.64517bd8ee49115d8b6ac91430ee9de141

Imagem retirada do Google Imagens

Frase do Mês

Não é desistir, é continuar.

 

Após tanto tempo sem fazer a frase do mês aqui no blog, regresso hoje dia 2 de Junho de 2022 com uma frase que foi dita por um concorrente do Big Brother.

Escolhi esta frase porque eu sou uma pessoa que quase nunca desisto mas a verdade é que algumas vezes, canso-me de algumas situações e quando eu ouvi esta frase fez-me um click na minha cabeça.

Claro que não vamos começar a desistir de tudo, sem pelo menos tentar e sentarmos à espera que se faça luz, que alguém faça por nós, mas por outro, às vezes nós temos a tendência de aguentar até ao limite e carregamos com o que nos faz mal como se fosse um peso enorme, como se fosse uma obrigação e esta frase fez-me pensar que nem sempre temos de levar tudo até ao fim. Se há algo que naquele momento já não nos faz sentido, está a fazer-nos mal não desistimos, apenas devemos continuar por outro caminho.

Quanto a mim, vou continuar a tentar a fazer tudo aquilo que me fizer sentido, quntas vezes forem precisas e desistir continuará a não fazer parte do meu dicionário mas gostei bastante desta perspectiva de ver a vida.

Beijs.

Frase do mês

Olá. 

Ontem ao ler o post Vazio... publicado no blog  Uma Pepita de Sucesso da nossa querida Luísa de Sousa, esta frase ocorreu-me e foi o comentário que fiz no post.

Hoje decidi eterniza-la publicando-a no meu perfil  do site KDfrases, bem como, nas minhas redes sociais. E pensei...  por que não publicar também no blog?

Então aqui está a frase do mês, depois de algum tempo sem fazer essa rubrica, encontrei a frase ideal para marcar o mês de Julho de 2021.

A vida precisa de ter vários vazios para serem pr

 

Eu penso que tudo na vida é necessário para que no fim encontremos um caminho. É necessário perder, falhar, chorar, errar para que possamos aprender com isso (aprender é a parte mais difícil) e, sobretudo, é necessário ter alguns vazios para que ao longo desse caminho, podermos ir preenchendo e dando novos sentidos à nossa vida.

 

Beijs

 

Frase do Mês

Eu posso cortar tudo menos a língua!

Ao longo da minha vida, tenho sido acusada por várias pessoas de ter a língua afiada demais... confesso que é verdade, não me calo com facilidade sempre que penso que devo dizer algo.
Pois bem, eu considero que com o passar dos anos, nós ficamos mais calmos e começamos a pensar antes de falar. Há muitas situações recentes que se passassem há dez anos atrás eu tinha soltado fogo pela boca e hoje eu tenho reparado que essas situações já não me afetam e que eu consigo levar na desportiva.

Da mesma forma que o tempo nos vai acalmando, eu penso que só ele é quem nos deve mostrar que estamos errados, não em tudo porque existem pessoas para alguma coisa na vida, mas nesse caso, eu acho que se deve falar com a pessoa com uma certa delicadeza ou então deixar a pessoa ser como quer ser. Afinal... a vida está aí para nos ensinar.

Falo por mim, eu já solto fogo por todo o lado, se uma pessoa me vem acusar de falar mais do que devo... o que espera?! Que eu a parta toda... só pode.

Talvez, quando eu tiver 90 anos já não seja tão impulsiva e não ferva em pouca água.

Mas a verdade é que este meu mau feitio e língua afiada com esta minha mania de responder a todas as provocações têm-me salvo de muitas situações  principalmente em relação à minha deficiência.

Há alguns anos atrás, eu vivi uma péssima experiência que se não fossem a minha língua afiada e impulsividade não sei onde estava agora. Foi isso que me permitiu  perceber o que se estava a passar ali e atuar com rapidez.

Eu até posso melhorar, conter-me mais um pouco mas  não me vou calar sempre que achar que devo falar, perca ou ganhe porque é isso que me salva de muitas situações, um pouco porque afugento as pessoas. Não é meu objetivo afastar todas as pessoas de mim mas em alguns casos até é melhor.

 

Olho pelo menos, não me visto de uma pessoa que não sou.

Se isto me vai fazer perder muitas pessoas e oportunidades na minha vida? Estou consciente,  é uma consequência com a qual vou ter de conviver. 

 

albert-einstein.png

Imagem do Google Imagens

 

 

Frase do Mês

''E se for para ser, será''.png

 

Para este mês, escolhi esta frase. Não é minha como podem ver pelas aspas, mas é exatamente isso.

Se tiver de ser, será. Simplesmente assim. Se quiserem que seja.

Mais nada tenho a dizer sobre esta frase, pois acho que está tudo dito.

 

 

Bom mês de Março.

Sejam felizes, sempre!

E sorriem para a vida com confiança de que vão conseguir!!!!

Vocês são especiais

Obrigada Sapo Blogs! 

Beijs.

 

 

Frase do Mês

De Dina Coelho para Dina Coelho

Tu és a Dina Coelho e isso tem um significado enorme. Significa que ''não andavas, não falavas, não te mexias'' porque nasceste com uma paralisia cerebral. No inicio, só te babavas como se a tua boca fosse uma fonte jamais fechada. Estragavas um par de sapatilhas ou chinelas numa semana por arrastar tanto a perna com a teimosia de pôr o pé esquerdo no chão. Tinhas de o pôr, era a ordem dos médicos que te acompanhavam, como tantas outras: assistir TV com uma colher na boca para criares o hábito de teres a boca fechada, soprar uma vela sem a apagar, etc.

O teu progresso sempre foi desvalorizado por quase todos ao teu redor. Mas, em todas as ocasiões em que não acreditaram em ti, tu foste lá e mostraste aquilo que és. Desde pequena (mais pequena) és assim; sempre que alguém duvida de ti, tu vais lá e mostras. 

Até aqui, já fizeste (tudo) aquilo que sonhaste um dia fazer, porque disseste uma vez, que a vida seria para ti também. E é!!!!! Com tudo incluído! Mesmo que, às vezes os teus sonhos te tenham traído e te tenham levado para lugares que tu nunca pensaste estar e ''viver'', mesmo assim tu não desististe. Pelo menos, não de tudo.


Por isso e por mais que eu não vou escrever, senão nem amanhã saía daqui, tu vais levar isto até ao fim. Porque isto não é nada ao pé daquilo que já passaste, viveste e sentiste. 

Como diria um conterrâneo meu, ''para a frente é que Lisboa, grande Dina, grande Mulher!''

Tu consegues! Tu aguentas! Tu podes! Tens essa capacidade dentro de ti! 

Foca-te e o resto que se lixe! MAS VAIS LEVAR ISTO ATÉ AO FIM! 
Ouviste, sua idiota?!

Frase do Mês

Quando uma criança morre o futuro fica mais pobre.

Esta frase não é minha, é uma frase já muito utilizada em vários momentos mas escolhi-a como frase do mês de Setembro, tendo em conta aos últimos acontecimentos nas Bahamas.
Segundo aquilo que passou na TV,  o furacão Dorian começou pela categoria 5 e já destruiu 13 mil casas e causou a morte de algumas pessoas, pelo menos, as últimas notícias anunciaram que duas crianças morreram, salvo erro. A morte é o fim mais triste e penoso que pode haver, principalmente para quem permanece vivo. Eu fico muito sensibilizada quando sei que alguém morreu, sei também que morrem pessoas todos os dias assim como também nascem pequenos seres que se tornarão pessoas. 
Mas, quando uma criança ou crianças sofrem e/ou morrem, simplesmente corta-me o ar, porque uma vida sem antes ter tido a oportunidade de viver como deve ser.

Para quê nascer se o mundo pretende dar tão pouca vida?

E a minha pergunta persiste, onde raio está Deus?

 

Quando uma criança morre o futuro fica mais triste,
O mundo esmorece, a alegria entristece,
A vida torna-se cinzenta porque o amanhã será mais pequeno.
Tudo se torna menor.
Um pedacinho da esperança morre também.

É assim que vejo a morte inesperada, sofredora... que não é natural. Principalmente, é assim que vejo a morte de uma ou várias crianças. 

Hoje estou triste. 

 

morte-em-fuga2.jpg

Imagem retirada do Google Imagens

 

 

Frase do Mês

Quem procura defeitos antigos no presente, vive eternamente no passado.

Minha frase

P.S - quando eu digo que é uma frase da minha autoria é porque não me inspirei em nada que pertença a outra pessoa. Saiu-me espontaneamente. No entanto, o mundo está cheio de pensamentos comuns.

 

Na verdade, eu já partilhei esta frase e escrevi sobre ela no meu Instagram , mas como eu não gosto muito de escrever lá, não me alonguei muito. Porém, como é inicio do mês e eu tento sempre manter esta tag viva no blog, decidi então fazer deste pensamento a frase do mês de Agosto e vem mesmo a calhar. E porquê? Porque é Verão e isso significa que uma boa parte das pessoas estão de férias e por isso, regressam a casa. 

Nesta altura do ano, eu revejo muitas pessoas do meu passado, infelizmente em relação a algumas. Principalmente, pessoas que andaram comigo na escola, antigos professores e funcionários escolares.
Antes de continuar, queria fazer um parêntese: eu acho imensa piada a algumas pessoas que pensavam que só elas é que não gostavam dos outros, não têm nem tinham a mínima noção do quão eram odiadas por esses outros. É isso que muitas pessoas não entendem, que não é porque nós não andarmos a falar mal delas e a trata-las abaixo de cão, como elas fazem, que gostamos delas.

Nos meus tempos de escola, houve pessoas que, independentemente da forma como me tratavam, eu não gostava minimamente delas mas elas sentiam-se poderosas, porque só elas é que tinham o direito de gostar e desgostar dos outros. Pensavam elas. Enfim.

Muitas dessas pessoas têm passado por mim, umas cumprimentam-me, outras tentam... eu ignoro todas elas. Finjo que não ouço ou que não percebo. Viro a cara. 
Se me tratavam mal porque eram crianças ou no caso dos já adultos nessa altura que me tratavam menos bem porque não sabiam como lidar comigo ou não tinham paciência ou por outra razão desconhecida, eu  digo que era apenas uma criança  como muitos e cresci com isso dentro de mim. Não estou a dizer com isto que nunca fiz nada de mal, que nunca tratei mal ninguém e admito que possa ter merecido algumas coisas. Não sou santa... só se for a santa do paoco 
Mas, independepende do quão passado é e de que passado veio, se eu não quero na minha vida, não vale a pena! Quando algo morre dentro de mim, morre mesmo!!


Pois bem, esta frase é um pouco contradiória... eu sou do contra. Já diziam alguns professores:       
''Não vale a pena Dina, tu és do contra!'' .

Contudo, eu tento alimento este pensamento:

Até podemos não querer nada com algumas pessoas do nosso passado, pelas más recordações que nos despertam, pela má impressão que nos causaram, pelos sentimentos negativos que nos fizeram sentir, temos esse direito. E temos o direito de não querer dar uma segunda oportunidade.
Mas não podemos nem temos o direito de afirmar que essas pessoas continuam iguais. O ser humano está sempre em mudança. A viver, a errar, a acertar, a cair, a vencer, a se superar e a melhorar. É preciso sair do passado e, isso significa deixar as pessoas seguirem o seu rumo e se conhecerem umas às outras e deixar as nossas ''dores'' relativamente a essas pessoas permaneçam num lugar dentro de nós, se não as conseguimos deitar fora, mas sem denegrir a imagem de ninguém.

Eu confesso que, nunca vou esquecer nada do que me fizeram sentir. Porém, optei por ignora-los por completo. E não acredito muito na regeneração de muitas delas (pessoas), apenas hoje em dia, o cenário é outro e como tal temos de agir em conformidade com uma série de regras e conceitos e blá, blá, bla...
Mas a vida está aí para todos e cada um de nós vai receber o que deu ao outro. E eu não vou alimentar ódio dentro de mim por quem nem isso merece, apenas viro o rosto. 

 

Quem procura defeitos antigos no presente, vive et

 

Frase do Mês

De onde és menina? Sou da Terra dos Sonhos.

 

Se me perguntarem de onde sou, serei capaz de dar uma resposta que irá além de uma mera e simples localização geográfica, uma rua ou lugar físico. Eu direi que sou da terra dos sonhos. Dos meus sonhos. Os que vivo, os que sonho acordada e a dormir também, os sonhos que idealizo, que imagino e que crio ao pormenor sem descartar qualquer hipótese. 

Serei mais menina por isso, mais ingénua, menos madura? A idade já não justifica sonhar? Devia deixar-me disso? Talvez, mas não quero saber. Eu sonho e não permito que me digam que não posso sonhar! Não há sonhos inconcretizáveis, há sim, pessoas que não conseguiram concretizar os seus e alimentam essa teoria de pouca fé e poluem a mente dos sonhadores pouco seguros com ela. 

Pouco m'importa o que falam de mim, o quanto falam nem o que pareço para essa gente toda de pouca fé, cega por dinheiro e futilidade.

Eu sou daqui, dali, d'acolá. A terra donde eu venho é pequena, mas o meu querer é enorme e não se acalma! Se isso me faz mais ou menos, isto e aquilo... que se dane. 

De onde és menina? Eu sou da Terra dos Sonhos!

 

IMG_0384.JPG

Mau Feitio

Frase do mês

Isto devia ter escrito ontem, Mau Feitio.
Mas, ontem não foi possível. Então escrevo hoje. Junho é o mês da criança e, por isso partilho uma frase de Jack Skellington que define muito bem o que é ser criança.

004a9f016d1782b088cecfb6cf84719c.jpg

 

E não é verdade?
Ser criança é único! É o melhor que podemos ser, é o melhor do mundo! É acreditar no que (não) existe e revirar o mundo num piscar de olhos, é não ter medo nem vergonha de errar, de chorar, de dizer, de ser!

Espero que o vosso dia da criança tenha sido extremamente infantil  e delicioso. 

Que trabalhemos todos juntos para que um dia as crianças usufruem de todos os benefícios de ser criança!

 

Imagem:Google Imagens

 

Frase do mês

''Quem paga as contas dos outros é gente tola''

 

Apesar desta frase ter saído da minha cabeça cabeçuda , eu pô-la entre aspas porque não vou falar em dinheiro. É uma forma de dizer. O  que quero mesmo dizer é que quem fica por terceiros, pelo disse-que-disse e foi-assim-e-assado é mais do que tolo! É atleimado! (termo açoriano - sinónimo de burro ou daquilo que vocês considerarem).
É certo que tooodaaaaaaaaaa a gente fala mal, comenta, tem curiosidade na vida alheia... toda a gente faz isso, de vez em quando (eu também!), claro, também sou filha de Cristo, uma pecadora incurável, azedinha..., (eu pratico muito este exercício: queres falar mal de alguém? Começa por ti! Queres apontar o dedo a alguém? Começa por ti! E assim vai...), por isso, começo sempre dizendo: eu também! Mas, continuemos... há sempre um limite. Na verdade, existem vários.
Primeiro, NÓS QUANDO INICIAMOS UMA CONVERSA/COMENTÁRIO SOBRE ALGUÉM, não devemos arrastar isso por anos luz. Há um tempo p'ra tudo. Falamos uma, duas vezes...e chega! Isto porquê? Porque as pessoas estão sempre em mutação, a transformar-se, a aprender, a levar na cara e aquilo que fomos há 5 anos atrás e o que fizemos, pode não corresponder mais àquilo que somos hoje (momento da vida em que estamos). Óbvio, que sempre teremos aquele bichinho de comentar alguma coisa do passado de alguém e assim... Nem devíamos começar, mas é mais forte do que nós, seres (minúsculos) humanos.
Atenção que, uma coisa é comentar, desabafar no momento em que estamos a viver. Não é que esteja certo, mas por exemplo, uma pessoa tem um atrito com outra, a necessidade é desabafar, comentar, realçar os defeitos dela... então, quando não gostamos de alguém... ui... a gente mata só com a boca! Eu, por acaso, arrasto muito as coisas, porque vivo muito, tudo o que se passa na minha vida, mas estou tentanto (neste momento não. 'tou sentada na cama a escrever ) mas vocês percebem. Tento pôr p'ra trás das costas. Mas ainda não consegui a 100%. Outra coisa, são os boatos, as mentiras, as fofocas... considero falta de carácter. Posso dizer que não tenho esse hábito. Inventar mentiras sobre alguém, levar e trazer (tipo correio). No máximo, posso comentar alguma coisa de alguém que conheço, mas não sou carteira. (ah... uma coisa que toda fala, faz um comentarzinho é sobre a intimidade da pessoa... às vezes, diz-se que ''já foi ao paraíso e já se acha'' e coisinhas assim, mas é nojento quando uma pessoa para provocar e ofender outra, vá por esses caminhos e, depois revela aos quatro ventos o que sabe sobre isso. Epá... a pessoa pode não prestar, pode merecer umas BOFETADAS na cara, mas é a intimidade da pessoa , mesmo que a pessoa fale, é dela própria. Não devemos ir por aí). 

 

Eu fico muito envolvida com aquilo que me fazem, com aquilo que vem até mim sobre mim e/ou que me afeta de alguma maneira. De resto, não. Inventar por prazer? E coisas assim, não. E aquilo que me dizem e pedem segredo aqui fica. Guardo segredos de pessoas que já não me lembro, nem das pessoas, nem dos segredos. Mas, se for um segredo sobre mim, eu vou lá e tiro satisfação! Não vale a pena isto: ''eu ouvi uma coisa sobre ti, mas não podes contar a ninguém'', dependendo do que é, se for um mexerico, ok. Mas, se for algo que realmente me atinge... aí...! Também, eu consigo perceber se a pessoas quer é provocar ou se a atitude é ingénua. Se fosse contar tudo, tudinho que ouço das pessoas às pessoas... já estávamos na 1234ª Guerra Mundial! O que eu ouço das pessoas morre aqui. O que me contam aqui morre. Falo muito mas sou ''ratana'' (isto é uma alcunha), aquilo que deve ficar guardado fica. ;-) as pessoas pensam que digo tudo, mas na verdade, não chego à metade.

Segundo, as pessoas que se deixam levar pelos comentários, boatos, coisinhas assim, fofocas... estereótipos, ideias retrógradas que, algumas pessoas tentam implantar na nossa mente para nos afastar, dominar ou diminuir... isso é de pessoas sem personalidade, sem brio pessoal! E lá está, ''quem paga as contas dos outros é gente tola''. Queiramos conhecer SÓ por nós! Às vezes, perdem-se grandes amizades e grandes relações, por causa dos outros. Se A tem um problema com C, B não tem que tomar um lado. Cada um tem a sua cabeça, a sua culpa e a sua razão. Não se toma as dores de ninguém. Em casos de família, sim. Às vezes, temos de tomar uma posição, mas isso é diferente e, mesmo assim, nem sempre se justifica. Cada um é que sabe.
Já várias vezes, tentaram influenciar-me contra as pessoa dizendo para não confiar, para me impor, etc. Epá... eu disse ''olhe, eu agradeço mas de facto, eu não conheço a pessoa em questão. Gostava de conhecer por mim e se houver algum problema, hei-de encontrar uma solução.''
As pessoas não sabiam onde haviam de se meter. 
Eu acho isso uma grande parvoíce... agora tenho que ficar influenciada por outros. Nah... eu vou fazer, ir, conhecer por mim... se tiver de partir a fuça, parto. Pronto. Antes cair pela nossa má cabeça, do que pela cabeça dos outros. E eu fico tãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaao enervada quando me lembro de que me deixei influenciar. Uma vez, uma professora disse-me que eu estava a ser influenciada por uma amiga, eu fiquei: ''euuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu?!  -sim, Dina. - o quê?????????????????'' , eu não suporto influências!!!!! Fiquei a martelar naquilo por diaaaaaaaaaas! 


Bom... é esta a frase para Maio.

 

E, como disse inicialmente, toda a gente bate língua e fica a pensar naquilo que foi dito e sobre quem foi dito, mas para ambos os casos é necessário discernimento e saber os limites. Quando uma pessoa toma grande parte da nossa vida e já ultrapassamos o limite dos desabafos...por exemplo. Aí devemos parar e ''deitar'' fora.
Quando há pessoas tóxicas que só nos querem influenciar contra em prol do seu próprio prazer, devemos ''marcar'' uma linha e dizer ''daqui não passa''. Somos pessoas e a nossa natureza é mesquinha, todos somos um pouco coscuvilheiros e andamos como abelhas ''zzzzzzzzzzzzzzz'', mas não nos esqueçamos o que é bom e mau, nem o saudável e o insalubre.

Frase do mês

Quer queiramos, quer não, a verdade é que no fim (todos somos) substituíveis... ou não. Será?

 

Eu defendo sempre que cada um de nós é exclusivo, único e especial, cada um do seu jeito mas será que ninguém é insubstituível? Será que esse pensamento é inalterável, não tem exceções...? Humm... vejamos. Como já disse antes, eu inspiro-me em acontecimentos da (minha) vida, naquilo que vejo ao meu redor para desenvolver a frase do mês e andei a prestar atenção em algumas coisas. Por exemplo, quando desistimos de fazer alguma coisa ou quando decidimos partir para outro lugar..., podemos surpreender as pessoas à nossa volta, que pensavam que nunca tomaríamos tal decisão. Mas, logo que saímos de cena, o nosso lugar vaga e, obviamente, que não ficará vazio para sempre. Rapidamente, aquele lugar é ocupado, aquela pessoa é substituída, o trabalho dela é tomado por outra pessoa. Certo? Hoje em dia, mais ainda pois tudo é considerado descartável. Infelizmente.
Quando terminamos uma relação, sofremos, choramos, depende (às vezes, não). Pelo menos temos uma fase de luto. Após essa fase, conhecemos outras pessoas e, mais tarde ou mais cedo, acabamos por preencher aquele buraco. Ou seja, é substituído algo ou alguém ali. 
É assim que a sociedade de hoje pensa, raciocina e age. não está bom, outro.'' ''NEXT!''  ''vai-se embora, sentimos muito. Mas já tem outro para o lugar.''.
Por um lado, ainda bem. Porque já pensaram, se toda a vez, uma pessoa desistisse de um trabalho, fosse para outro lugar...  se aquele lugar que ocupava, ficasse permanentemente vazio o mundo não avançava, não produzia, era quase tudo deserto, não havia circulação, mudança, novidades.
Por outro lado, acho que as pessoas banalizam-se, desvalorizam-se demasiado e desligam-se num abrir e fechar de olhos umas às outras ao dizer e pensar: ''esta não quer, há quem queira. NEXT!'', isto para o que for. Bom, eu não concordo com isso no sentido que, cada pessoa que chega e cada pessoa que parte, teve e tem o seu momento e o seu trabalho, dá e deu o seu contributo.
Acho também que não devemos ficar a pensar nisso ao ponto de não fazer mais nada da vida. Mas afinal, somos ou não substituíveis? Bem, a minha opinião é esta: depende do que se trata e do é que se substitui, porque ser pessoa não é ser corpo, é ser espírito. Pode-se substituir o invólucro, mas jamais o conteúdo. Para Deus, somos um. (eu sou crente em Deus). Claro que seremos substituídos no trabalho, mas o nosso jeito, a nossa forma de fazer aquilo é só nossa. Só nós é que fazíamos daquela maneira específica. Os nossos ex-companheiros(as) encontrarão outras pessoas e nós também, mas aquilo que foi dado por aquela pessoa que partiu, só aquela pessoa é que nos deu daquela maneira. Aquilo que vivemos com amigos, pertencerá só às experiências que vivemos com aquelas pessoas e só daquela maneira, por mais que se repitam, não será da mesma maneira. Posto isto, tudo o que é invólucro é substituído, mas tudo o que é espírito, pensamento e sentimento não é. Jamais será. E pessoa é ser espírito, pensamento e sentimento.

E... será que não há ninguém para a qual somos insubstituíveis? 
Respondendo só por mim, não sei  se o sou para alguém e, muitas vezes, tenho o sentimento que algumas pessoas, ficaram aliviadas pelas minhas partidas/desistências. (tento não alimentar esse sentimento). Porém, vivo momentos na minha vida que dou por mim a pensar (recordar): ''se a Marcolina tivesse aqui...era tudo diferente.'' Assim como, a ''Marcolina'' se o ''Ambrósio'', o ''Jacaré'' ainda tivessem aqui, era tudo tãoooo diferente. Ou seja, são e foram pessoas insubstituíveis na minha vida. Por outro lado,  eu não sei se a ''Marcolina'' se o ''Ambrósio'', o ''Jacaré'' se recordam de mim, se me substituíram, se tiveram dificuldade ou não em fazê-lo.Mas também sei que algumas pessoas sentem a minha falta (todos os dias). O ato de substituir uma pessoa (que na verdade, não se faz), depende de cada um, dos seus sentimentos, personalidade, carácter, da sua sensibilidade...

Bom é esta frase do mês de Abril.

E vocês concordam?
Existe alguém insubstituível nas vossas vidas? Conseguem fazê-lo com alguém?

Beijs.

Frase do Mês

fewrtyhtyukgudr jukloiiuyrtyyyutfyufhjfyujyuijhjtfyhutyutyujtyjyjtyujtitf7iyujtjmjyugy tykkyujftyjfyujufjkyguyujkyuhujyuyjjtyjyui7yjyukuykikt7inhjyuuuujkgyu jukguur uujtyyjjyu.

Estou sem inspiração para a ''frase do mês''. Cansada de ontem... ainda. E sem vontade de escrever, por mais incrível que pareça. Na verdade, apetece-me arrancar cabeças e esmaga-las, mas isso é outra história. 
Isto fewrtyhtyukgudr jukloiiuyrtyyyutfyufhjfyujyuijhjtfyhutyutyujtyjyjtyujtitf7iyujtjmjyugy tykkyujftyjfyujufjkyguyujkyuhujyuyjjtyjyui7yjyukuykikt7inhjyuuuujkgyu jukguur uujtyyjjyu é como me encontro. Sem inspiração.

Frase do mês

Amizade

 

Olá. 
Como tinha ''dito'' no post em que convidei as pessoas a ''desenvolver'' a frase do mês comigo, hoje Segunda-feira finalizo o objetivo, mencionando as respostas das pessoas à pergunta: ''o que significa amizade para vocês?''. Infelizmente, foram poucas as pessoas que responderam, talvez não expliquei bem o meu objetivo... mas é a primeira vez que faço algo do género, porém tive algumas respostas. Antes poucos do que nenhum e poucos mas bons, como se costuma dizer. 
Como também já tinha referido, este mês não escolhi uma frase e, sim uma palavra, a palavra amizade. 
Para mim, amizade é ser igual do príncipio ao fim. É servir e ser servido. É um olá envergonhado no inicio, um sorriso carinhoso no meio e uma gargalhada bem estridente no fim. É dizer ''estou aqui!'', ''Eu te amo de amigo'', '' Tu és apanhado dos miolos mas eu gosto de ti!''. Ser amigo é quando não se está, nunca se deixa de estar!
É contar, confiar, chorar, descobrir, partilhar, experimentar... juntos.
Ser amigo é o melhor que podemos ser e o melhor que podemos ter! Amizade é nunca, jamais, em circunstância alguma, mudar. Mesmo que a vida nos transforme, mesmo que tudo na nossa vida mude, mesmo que o nosso olhar escureça, mesmo que o nosso ser torça de tanta dor, nós continuamos amigos como dantes, como agora e como sempre e para sempre, mesmo que não haja sempre. Para a amizade há, para a verdadeira amizade há! É nunca abandonar, deixar, trocar, deitar fora... ser amigo é ter milhões de amigos novos e nunca deixar de parte os velhos. Amizade é amar a diferença do outro. É, entre todos, encontrar uma pessoa que te sorria.
Pronto, é este o significado que eu dou a amizade, a ser amigo. 
A todos os meus amigos, aos que tive, tenho e àqueles que terei, agradeço de coração por  terem feito e fazerem parte da minha vida, presente ou ausente, pois amigo mesmo que, fisicamente ausente, está sempre presente. '' EU VOS AMO DE AMIGA.''
E, sem mais demoras, partilho as respostas de quem respondeu à minha pergunta:


"A amizade é pérola preciosa". - Tudo Mesmo

''A amizade é um encontro de almas.'' - Alfa

 

''Amizade é amar sem medida.'' - Nuvem

 

''A amizade para mim é sabermos estar...estar presentes na vida dos nossos amigos nas alegrias e nas tristezas!'' - Vip mas Pouco 

 

Concordo com todas as respostas. Acho lindo! Numa rede social onde partilhei o post, houve alguém que respondeu ''This is aweosme :)'', eu deduzo que essa pessoa não tenha percebido nada do que escrevi, só comentou por comentar. Mas sim, a amizade é AWEOSME!  Outras pessoas, tanto aqui como nas redes sociais onde partilhei o post, optaram por deixar apenas o seu ''gosto''.
Independentemente da forma como se manifestaram, eu agradeço a tooooodos por terem ''participado''.

Beijs.

 

 

Convite ''para a frase do mês''

Amizade

Para este mês, escolhi somente uma palavra, a palavra Amizade.
Querem desenvolver a frase do mês comigo? É assim, vocês respondem à pergunta:''O que significa para vocês amizade?''. e, na Segunda-feira, eu escrevo um post com todas as vossas respostas, identificando devidamente cada pessoa, se o desejarem.
Por exemplo:
''A amizade é um sorriso.'' - D.C.

 Aceitam? 
Beijs.

Learn the basics on May 15, 3 pm at The Stockton C

 

 

Frase do mês #12

''Deus dá o frio conforme a roupa.''

Ditado popular

Para este mês, escolhi um ditado popular como frase do mês. Provavelmente, vocês conhecem de outra forma, mas eu conheço desta, cada sitio, seu costume. Certo?
Pois bem, eu sempre ouvi este ditado da boca dos antigos da minha freguesia, inclusive o meu pai, que não é assim tão velho mas já tem alguma bagagem. De vez em quando, contam-se histórias do antigamente, da infância faminta, gelada e roubada pela necessidade do ''tem de ser''. Mas, em algum lugar e por alguma razão desconhecidos e incompreensíveis, infância feliz e cheia de memórias. 
E a história onde ''entra'' este ditado (veridica, que se passou aqui na minha freguesia) que eu ouço vezes sem conta e nunca me canso de ouvir é mais ou menos, assim:

Era um dia frio de rachar penicos,
Os homens estavam sentados na loja a conversar e, no caminho a jogar à bola, estava um grupo de meninos pobres de pés descalços, com roupas curtas, como se fosse Verão, sem frio algum. No outro canto, estavam os meninos ricos, vestidos com casacos, todos bem agasalhados, a tremer de frio. 
Nisto, um homem a observar as duas situações, exclamou:
''Louvado seja Deus!, Deus dá o frio conforme a roupa.''.

Não estou a ser fiel a todas as palavrinhas, embora já a tenha ouvido mais que uma vez, não memorizei totalmente o discurso, palavra por palavra. 
Mas quis partilhar convosco, pois é uma das histórias que eu mais gosto de ouvir. Talvez, porque são recortes da juventude daqueles que viveram noutra época. E, isso delícia-me! Mas... entenderam a história? Apesar dos meninos pobres não estarem vestidos conforme a estação, estavam felizes a jogar a bola. Até parecia que o corpo lhes fervia. Enquanto que, os ricos bem vestidos e bem agasalhados, só se limitavam a ver os outros brincar, pelo tamanho do frio que sentiam. Como eu digo muita vez, a felicidade é pobre mas dorme  de barriga cheia. Relativamente ao ditado, não pratico a religião,  mas eu acredito em Deus. Não ''compro'' as ''crentices'' todas. Acho que há muita coisa tola, feita pelo Homem em nome de Deus. Tola, hipócrita e com muito interesse e falsidade envolvidos. Desculpem-me. No entanto, seja Deus ou outro poder superior que exista, eu concordo com o ditado, que tudo é feito para o tempo em que está, como é e como tem de ser. Seja Deus ou não,  eu acredito que tudo acontece quando, como, com quem e onde tem de acontecer.

Sobre mim

foto do autor

Frase do Mês

Ainda sem frase.

Fala comigo em

blog_maufeitio@sapo.pt

Informação

A maioria das imagens e vídeos utilizados no blog são retirados da Internet. No entanto, se for o autor de alguma imagem ou vídeo e não permitir a sua utilização, por favor envie e-mail ou deixe nos comentários que logo que possível serão retirados.
Blogs Portugal

Escrito antes

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D