Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O mistério das minhas colãs descoberto

mau feitio, 07.01.19

Já descobri o mistério das minhas colãs e não era nenhum fundo interminável nem um elfo costureiro. (ÓBVIO QUE NÃO, estava a brincar nessa parte), depois de investigações, avaliações, análises e questionários à lá Sherlock Holmes eu descobri enfim o que se passou. 
-''E o que foi?'' - perguntam-me vocês.
- Uma senhora deu umas peças de roupa à minha mãe, que tinha comprado por engano ou por outra razão e, entre essas peças de roupa, estavam 3 ou 4 pares de colãs pretas daquelas de tecido mais fino e como a minha mãe não usa, mesmo que usasse, não lhes servia, tendo em conta que a senhora em questão é tão pequenina e fininha como eu, a minha mãe pu-las no meu armário sem me dizer nada. Daí o mistério. 
Como se pode ver na fotografia, o último par sobrevivente rompeu-se e, desta vez, ''ninguém o coseu''.

 

DSCF0051.JPGFoto: minha

 

O mistério das minhas colãs

mau feitio, 28.12.18

Ainda não percebi o que se passa com as minhas colãs e, em boa verdade, não me tenho preocupado em descobrir esse mistério, pois é menos trabalho que eu tenho. Mas... algo de curioso se passa. Ora vejamos, pelas minhas contas, eu só tenho um par de colãs pretas e montes de leggings, de várias cores, texturas, etc. Nem sei como tenho tantas. Acho que algumas foram ofertas de Natal, aniversário e outras, devo ter comprado para alguma ocasião, para sair à noite com o objetivo de dar aquele efeito ''tchanan'', deve ter sido isso. Bom... as senhoras entendem. Todavia, colãs pretas, daquelas com o tecido mais fino, só tenho um par. Repito, um. O mistério é: como é que elas têm aparecido no meu armário cosidas? Passo a explicar. A partir do Outono, naquela altura que o frio já está mais evidente, eu começo a proteger-me, visto colãs e leggings por baixo das calças e uma camisa bem justa ao corpo, por baixo da camisola. Sempre ouvi dizer que a roupa de baixo é que aquece, não são as camisolas, cachecóis nem casacões. Claro que também aquecem. Mas, a primeira roupa que pomos no corpo é que nos mantém quentes. Eu uso (sempre) um encharpe e casaco mas não gosto de casacões nem cachecóis enormes e grossos, aliás só tenho um desses porque gostei da cor, azul com vermelho escuro. E não uso os encharpes para condizer, uso mesmo para tapar o pescoço. O meu pai sempre diz, ''ela entra é pelo pescoço'', ''ela'' - a gripe. Verdade ou não, o meu pescoço ninguém o vê.  Voltando às colãs,  já é a terceira que as estou usando, antes desta vez, elas romperam-se nos pés, a segunda vez, peguei nelas, e disse ''hum... tenho duas destas? Que estranho...'', o que aconteceu? Romperam-se. Hoje, de manhã fui ao armário, lá estavam elas... vesti-as e, outra vez, cosidinhas da silva, novinhas em folha... pelo que eu sei, a minha mãe não tenho andando a coser nada... que esquisito! Das duas, uma. Ou tenho um buraco interminável de colãs pretas de tecido mais fino no armário ou tenho um elfo costureiro a viver lá dentro.

 

 

MODC1347_wear_3782_F.jpgImagem Google Imagens