Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Where is the love?

mau feitio, 22.07.19

Eu tinha 13 anos quando essa música foi lançada e lembro-me de ouvi-la pela minha adolescência fora.
Já se passaram 16 anos desde então (ESTOU VELHA! ) mas a pergunta é sempre a mesma, por mais que o mundo evolua e todas as ciências se superam, não faz diferença. A pergunta foi, é e, infelizmente, sempre será Where is the love?

 

 

'' People killin' people dyin'
Children hurtin', I hear them cryin'
Can you practice what you preachin'?
Would you turn the other cheek again?
Mama, mama, mama, tell us what the hell is goin' on
Can't we all just get along?
Father, Father, Father help us
Send some guidance from above
'Cause people got me, got me questioning
(Where's the love) ''

E eu pergunto porquê? Até quando essa pergunta será a ''definição'' do mundo em que vivemos?

 

Fontes:
Youtube; 
Google.

Assédio sexual

mau feitio, 07.02.19

O assédio sexual é cada vez mais comum do que qualquer outra coisa, infelizmente. Arrisco-me a dizer que é tão comum que se torna normal, quase imperceptível (às vezes, nem nos apercebemos que estamos a ser vítimas de tal coisa). Às vezes, não temos noção de quantas formas de assédio existe e quantas vítimas existem (mulheres e homens). Sim, porque os homens também sofrem tanto como nós, nem sempre damos importância a isso, talvez porque associamo-los aos agressores, violentos, àqueles que cometem o crime e não aquele que sofre com ele. 
O que fazer em caso de sermos vítimas de assédio sexual e se a pessoa que o praticou, não fazia parte da nossa lista de pessoas capazes de o fazer? Se é tão chocante para nós que não consegumos racicionar? Temos culpa? Será que demos espaço para isso? Será que fizemos algum sinal para isso acontecer? Tanta pergunta. Alguém tem respostas? E nós, será que já assediámos alguém, mesmo que,  de forma inconsciente?
Eu penso que, a primeira atitude a tomar é pensar e  tentar perceber o que se passou, de seguida, partir para um conversa esclarecedora, pois a pessoa pode fazer um comentário e não se aperceber da gravidade do seu comportamento, evitar a pessoa e denunciar. Mas jamais, devemos nos intimidar perante a pessoa e situação.
O que vocês acham?

 

imagemassedio-1024x683.jpg

Imagem do Google Imagens

O mistério das minhas colãs descoberto

mau feitio, 07.01.19

Já descobri o mistério das minhas colãs e não era nenhum fundo interminável nem um elfo costureiro. (ÓBVIO QUE NÃO, estava a brincar nessa parte), depois de investigações, avaliações, análises e questionários à lá Sherlock Holmes eu descobri enfim o que se passou. 
-''E o que foi?'' - perguntam-me vocês.
- Uma senhora deu umas peças de roupa à minha mãe, que tinha comprado por engano ou por outra razão e, entre essas peças de roupa, estavam 3 ou 4 pares de colãs pretas daquelas de tecido mais fino e como a minha mãe não usa, mesmo que usasse, não lhes servia, tendo em conta que a senhora em questão é tão pequenina e fininha como eu, a minha mãe pu-las no meu armário sem me dizer nada. Daí o mistério. 
Como se pode ver na fotografia, o último par sobrevivente rompeu-se e, desta vez, ''ninguém o coseu''.

 

DSCF0051.JPGFoto: minha

 

Eu estou assim

mau feitio, 16.12.18

Boaaaa noiteeee!
É exatamente assim que me encontro:saturday_006.gif

Mas ainda não sei qual filme vou ver...  alguma sugestão? 
Boa noite de Sábado.
Beijs.

 

Imagem retirada do Google Imagens

 

P.S -  ontem eu descobri a música '' Buquê de Flores'' do Thiaguinho. É linda, não é? 

A minha dúvida sobre a inteligência

mau feitio, 21.11.18

Por acaso, tenho esta dúvida: existem pessoas mais inteligentes do que outras e é verdade que existem pessoas que não têm inteligência?
Já pesquisei sobre isso e li algumas páginas que falam sobre isso, mas ainda não estou esclarecida sobre o assunto nem encontrei ninguém da área que me pudesse explicar. Porém, tenho a minha opinião sobre alguns aspetos. Segundo aquilo que andei a ler recentemente e aquilo que aprendi durante o meu tempo de estudante, existem vários tipos de inteligência relacionados com diversas áreas:

10072160-11913960-0001-0-1504699088-1504699092-0-1e, na minha opinião é muito mais correto dizer que todos nós temos inteligência, cada um com o foco direccionado para uma área diferente do que dizer que alguém não é inteligente. Eu penso que dizer que uma pessoa não é inteligente, ou seja, que é burra é ríspido demais. Até os burros só são burros de nome, pois são animais muito inteligentes. Se até no reino animal (irracional) já foi comprovada inteligência, por que raio haverá pessoas sem ela?! Se bem que a burrice deve ser atribuída àqueles que se tomam como superiores aos outros, mas exceto essas aves raras e transmisoras das piores doenças e, independente das respostas que poderei obter à minha dúvida, a minha opinião dificilmente mudará: eu penso que todo o ser animal tem inteligência. No que diz respeito a nós pessoas, penso que a nossa inteligência evolui de acordo com a nossa personalidade, com o nosso quotidiano, com os nossos interesses, etc. Existem sim, pessoas mais focadas, mais concentradas que conseguem resultados mais rápidos e melhores do que outras que são distraídas, preguiçosas. Existem pessoas que precisam de estudar mais, de se esforçar mais. Existem pessoas que necessitam de apoio e acompanhamento, mas todos chegamos lá, mesmo as pessoas com alguma deficiência cognitiva ou doença mental que dificulte a aprendizagem. Por que não? Há tantos estímulos para ajudar essas pessoas. Quantas e quantas mentes maravilhosas  são desconhecidas pela sociedade devido às vicissitudes da vida? E, quantas pessoas atingem os melhores resultados na teoria e, depois não ''dão uma pra caixa'' na prática? De que vale ter lido 40 livros num ano, se a pessoa não sabe argumentar? Viajar uma vida inteira e não saber a cultura dos países, lugares e regiões que visitou? Pouco inteligente, não? Eu discordo que se julgue alguém não inteligente. A inteligência tem que ser trabalhada. Se uma pessoa nasce e fica a vida toda enfiada em casa, se não tiver acesso ao conhecimento, se não for estimulada, se não for à escola é como se não tivesse inteligência, porém, não significa que não tenha. De fato, não tenho argumentos para escrever sobre a quantidade de inteligência que uma pessoa tem em relação a outra. Para tal, precisava de estudar a fundo, no entanto, é-me indiferente. Eu acredito que cada um de nós tem o seu tipo de inteligência e mais propensão para umas áreas do que outras e o seu modo de pô-la em prática. Há pessoas que amadurecem mais depressa  do que outras e cuja experiência de vida encontram ferramentas diferentes para viver. E, apesar de ter usado ''muito inteligente'' em relação ao animal burro, não gosto muito de dizer ''ele(a) é muito inteligente'' e ''mais do que'', como se a outra pessoa em questão não fosse ou se fosse um milagre ser inteligente. Apesar da minha dúvida, esta é a minha opinião. Eu nunca gostei de números, quantidades nem percentagens e, penso que seja desnecessário atribui-los a pessoas como se fôssemos etiquetas de supermercado. A dúvida persiste... porém tenho-o dito!

 

*Imagem retirada de Google Imagens