Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Aqui sinto-me em casa. E de que falamos na nossa casa com quem nos faz sentir bem? Sobre tudo!

O blog do Mau Feitio

Aqui sinto-me em casa. E de que falamos na nossa casa com quem nos faz sentir bem? Sobre tudo!

Resumo da Semana

Esta semana foi atípica.

Apanhei frio no Domingo porque estive a ver o rally e o contraste de temperatura fez com que eu ficasse assim meio murcha pelo que passei Segunda e Terça a dormir, pois não conseguia aguentar a cabeça de tanta dor.

Lá para Quarta-feira, eu saí. Vi a cidade meio à roda, mas fez-me bem sair. Porém, ainda ontem tive dores de cabeça e sentia-me algo zonza. Enfim, coisas de la vie

O tempo também não ajuda, está muito abafado.  Tem chovido esta semana mas parece que agrava mais a situação. Estou sempre a suar. Ahhh... não é covid 

Se tomei algum medicamento? Não.

Não gosto de tomar medicação a torto e a direito. Só quando é estritamente necessário por recomendação médica ou quando estou nas últimas.

Ainda há cerca de 20 dias, tomei antibiótico por causa de uma amigdalite que tive. Fiquei sem apetite durante dias... foi um castigo para voltar a comer. Emagreci 3 ou 4kg.
Agora já estou bem novamente. Quanto a esta semana, verifiquei que não tinha febre e sabia que tinha sido do frio que apanhei no Domingo, escolhi apenas descansar e sair um pouco para ver se melhorava. E resultou.

Enfim, esta semana não fiz ''nada'' de jeito. 

E está cada vez mais difícil contornar os dias sem ''nada'' para fazer.

Humm... e vocês, o que contam?

Beijs.

Séries

Eu nunca fui muito de séries, sempre gostei mais de filmes... Contudo, há algumas séries que me prendem como a Anatomia de Grey, New Girl , Sex and the City...

Ultimamente, as séries que não perco são:

9-1-1

911.jpg

A série conta o quotidiano dos policiais, paramédicos e bombeiros que enfrentam as situações mais assustadoras enquanto respondem a chamadas de emergência, ao mesmo tempo que tentam resolver os seus próprios problemas e viver a sua vida o mais normal possível, promovendo o espírito de companheirismo e de família entre todos.

Gosto muito desta série precisamente porque, para além de ser estimulante ver o dia de trabalho em que têm de salvar pessoas de várias situações de emergência, todos se tratam como se fossem uma grande família e é engraçado ver o dia a dia deles. Acho que vão gostar muito do Buck. É muito engraçado.

E...

Lei & Ordem 
Unidade de Vítimas Especiais

uU4iZfJY7RKqto86YOQe3TB6y6j.jpg

Os detetives que fazem parte da Unidade de Vítimas Especias (UVS) do Departamento de Polícia de Nova York (NYPD) investigam crimes de natureza sexual. 

Eu gosto especialmente desta série porque aprendo bastante sobre patologias, doenças, comportamentos, etc... por exemplo, quanto tempo uma pessoa sobrevive se for enterrada viva... são coisas que eu não sabia (posso ser uma tonta mas eu não sabia), síndrome de estocolmo, PICA, psicopatia... Gosto de aprender sobre isso. Apesar de achar assustadores alguns episódios, também é interessante assistir a toda a investigação até chegar ao verdadeiro culpado. 

Na verdade, eu sempre me interessei por comportamento humano, sempre gostei de saber o que leva as pessoas a tais ações, o que lhe levou a ser daquela forma.
Obviamente, que condeno qualquer ação criminosa, não há desculpas para se cometer um crime mas gosto de descobrir tudo o que diz respeito ao comportamento, à mente humana.

Uma lição que aprendi num dos episódios é que Justiça também é compaixão. Nunca mais me esqueci dessa frase.

Bom... ambas passam na Foxlife e assisto mesmo por lá.

E vocês, conhecem estas séries?

Qual é a vossa opinião?

Beijs.

Imagens retiradas do Google Imagens

Descrição da série Lei & Ordem - Unidade de Vítimas Especiais: Wikipédia.

 

 

Sinfonia Canina

Ó pá... Ninguém cala os cães?

TODAS as manhãs aqui na vizinhaça, começa bem cedo a sinfonia canina. Mal o sol aparece, lá começam os cães dos vizinhos a ladrar, ladrar, ladrar...

Ó a minha vida... às vezes ainda não são 07h00 da manhã e lá estão eles....

Seja o que for que esteja a fazer em casa, há dias que é impossível abstrair-me. Por amor de Deus!! É que são vários cães uns mais perto, outros mais longe. 

Eu vou chegar aos 32 surda...

Eu adoro, adoro, adoro cães e todos os animais no geral, mas torna-se insuportável.

E vocês, passam pelo mesmo ou é tranquilo?

Beijs.

 

filhote-cachorro-mentindo-ligado-tapete-verde_7894

Imagem do Google Imagens

Não podiam ficar as duas opções?

Esta nova moda de inserir a tecnologia em todo o lado é muito divertida e prática p'ra quem gosta e percebe, mas na minha opinião, quando acaba definitivamente com as outras opções e se esquece dos outros é o mesmo que regredir. 

Colocaram plataformas digitais interativas em toda a cidade e retiraram a outra informação que já havia, inclusive, os horários dos autocarros afixados em placas junto às paragens.

No outro dia, esperava pelo autocarro para voltar a casa e na mesma paragem estavam sentados um jovem e um senhor que devia ter os seus 70 e muitos anos. O senhor sentia-se muito aflito por não saber o horário que tinha de tomar para regressar a casa. Dirigindo-se a nós, a mim e ao jovem que também se encontrava na paragem, desabafou por 2 vezes que deviam afixar os horários das camionetas nas paragens para as pessoas saberem a quantas andam.

Quando este se aproximou mais de nós, perguntei-lhe para onde ele ia e tomei a iniciativa de ir à plataforma verificar, o rapaz seguiu-me para ver se podíamos ajudar o senhor. 

Conseguimos ajudá-lo, contudo o Sr. decidiu apanhar um táxi porque àquela hora já não havia autocarros comuns para a sua localidade. Só de Turismo.

Havia necessidade de retirar os horários afixados? Para evoluir é necessário esquecer-se dos outros? 

As pessoas que têm essas ideias maravilhosas não têm pais, avós em casa?

Não é preciso ter 70 anos para não se perceber, há pessoas mais novas que não entendem, que preferem a outra opção! 

Isso dá-me uma raiva!!

NA MINHA OPINIÃO, aquilo não dá jeito nenhum, primeiro que conseguisse escrever o nome da localidade... foi uma eternidade, o teclado travava em algumas letras e  outra, pelo que entendi, não disponibiliza o horário semanal dos autocarros, só do próximo autocarro... Se eu não estiver errada, é uma grande ajuda... Só que não!

Apesar dos meus 31 anos, eu prefiro a moda ''antiga''. Mas se querem evoluir, 'bora vamos! Porém, não nos esqueçamos uns dos outros. 

 

Autocarro limpinho, passeio sujinho

Olá,

Eu sei que já não escrevo há montes de tempo, também sei que '' estou sempre a dizer'' que vou escrever mais vezes e passo moooontes de tempo sem fazê-lo. E agora... pumba! Venho pra'qui julgar... mas eu tenho de escrever este post, eu preciso partilhar isto.

Ontem ao sair do trabalho, dirigi-me a uma das paragens de autocarro para ir para casa e como ainda não estava na hora da partida, nós passageiros tivemos de esperar cá fora para que a motorista abrisse a porta para entrarmos. Entretanto, a motorista estava a varrer o seu autocarro, mas lembrou-se da vassoura e esqueceu-se da pá do lixo...(maneira de dizer, não se esqueceu nada) estava a varrer o lixo todo para o passeio.  Inaceitável! Pois, mesmo ao lado tinha 2 caixotes do lixo.

O que me surpreende é que de vez em quando, vai as viagens se cabando da sua boa educação, do respeito pelo outro... do seu esforço para conseguir aquele trabalho,  e depois fala deste e daquele... e os passageiros que não estão minimamente interessados na sua opinião sobre a vida da tia-avó de não sei das quantas ou o jantar que a vizinha fez ou vai fazer, têm de ficar a ouvi-la. 

Por pouco, não lhe mandei uma boca para se calasse, numa dessas viagens. Eu só quero ir para casa... mai'nada. 

Eu não sou ninguém para apontar o dedo e julgar... mas dá-me um nó por dentro quando eu vejo pessoas a vangloriarem-se da sua ótima educação e conduta e depois... bahhh!!!

Não é só o episódio de ontem que me incomodou, é tudo... fala com as pessoas ''tu para cá, tu para lá'', mete-se muito na vida alheia... está sempre a cabar-se. Blá, blá, bá...

Quanto a ontem, não tem justificação... todos os autocarros têm o seu kit de limpeza completo disponibilizado pela empresa e mesmo que não tivesse a pá do lixo, deixava para varrer noutra ocasião ou juntava com um papel.

 Limpar dum lado e sujar do outro não é limpeza! O passeio é de todos. Obviamente que os passageiros não devem sujar o autocarro, mas quando vai varrer o seu autocarro, não deite plásticos e papéis para o passeio. Use o material  de limpeza que lhe foi entregue como deve ser.

Eu reconheço, estou a falar mal da pessosa mas apetece-me chegar ali e dar-lhe três punhadas!!

Possa... desde que comecei a andar de autocarro, não fui com a cara dela, admito que tem muito a ver com a forma como ela se dirigiu a mim, como se me conhecesse de há muito... na' gosto! Quando viu que eu não lhe respondia, calou-se.

 

transferir.jpg

Imagem retirada do Google Imagens

 

 

 

Tal bem feito!!

Olá blogsfera!

Todas as manhãs, tenho o hábito de tomar um galão. Geralmente, peço só um galão. Há quem tome café, garoto, curto, cheio... eu peço um galão. Cai-me melhor... Agora que vivo mais longe do trabalho tenho de apanhar o minibus. Por isso,  agora chego mais cedo à baixa, às vezes meia hora, às vezes 15 minutos conforme... o que me permite ter mais tempo para tomar o ''meu'' habitual galão ou se eu quiser dar um passeio ou resolver alguma questão, se necessário.

Como o minibus para mesmo ao lado de um café, não estou às voltas e tenho ido àquele café. No entanto, há um dos funcionários que não me agrada muito... tem algo de falso... sorriso forçado. Depois de pedir o que quero e pagar, os funcionários já sabem de antemão que eu não consigo levar o tabuleiro para a mesa, por isso, antes de eu pedir já o fazem. Essa pessoa também leva, nunca recusou mas ao contrário dos colegas não me pergunta onde me quero sentar, põe o tabuleiro numa mesa livre e vai-se embora. Como se eu por precisar de ajuda, não tenho direito a escolher onde me quero sentar. Os colegas, por sua vez, perguntam sempre, mesmo que seja pela miléssima que me atendem. O respeito e o tratamento para com os clientes é sempre o mesmo. 

Hoje fui servida por essa pessoa que fez a mesma coisa de sempre, pega no tabuleiro e vai pô-lo numa mesa e como de costume, essa pessoa não coloca o tabuleiro como deve ser, meio que o empurra e hoje o galão derramou. TAL BEM FEITO!!

A desculpa que deu foi que têm falta de papel para colocar no tabuleiro, por isso escorregou. Eu não disse nada. Fui sentar-me noutra mesa e esperei que me servisse outra vez.

Mas o copo não escorregou por não ter papel  por baixo, o copo tombou porque tu não sabes servir. 

Da segunda vez que me veio servir, já  pôs o copo como deve ser na mesa.

É para aprenderes a servir as pessoas- disse eu para comigo.

 

cafe-derramado-em-uma-mesa-com-gotas-e-liquido_118

Imagem retirado do Google Imagens

 

 

 

Olá

Olá, tudo bem?

 

Por aqui vou indo, mas é uma realidade estranha ter de colocar máscara todas as manhãs... eu optei por usar aquelas descartáveis por ser mais fácil para mim. Uso e ponho fora. Embora seja mais caro. Tenho usado 2 ou 3 máscaras por dia, porque só se pode estar 4 horas com uma máscara. E vocês? Que tipo de máscaras usam?

Novidades...?

Beijs.

Eu desisto!

Calma, minha gente!

Não é nada demais, passo a explicar:

Já há algum tempo que eu ando a tentar simpatizar com uma pessoa, por nenhuma razão em especial, mas como vivemos na mesma terra e já convivi com essa pessoa em dois momentos diferentes da vida e, possívelmente, vou contracenar em algum momento futuro, não que eu vá até... mas como vivemos na mesma terra... por mais que os caminhos se separem, há sempre uma vez ou outra que se dá de trombas com as pessoas, dada a pequenez do sitio. Enfim... eu não consigo! Nem consigo verbalizar uma palavra. Não é que eu O_D_E_I_E a pessoa em questão, mas já tenho recordações negativas em relação à pessoa, umas recentes, outras mais antigas... o que dificulta a situação. Sem falar que quando eu pego com uma coisa... txiii.... nem tirada a ferro, por isso, a solução que eu encontro para quando me deparar com tal presença é passar, fazer um aceno com a cabeça ou mão, no máximo, esboçar um sorriso e ir à minha vida. Também... não há assunto, tendo em conta à pessoa que é e etc, etc, etc. Desisto! Melhor do que sorrir uma vez, falar outra... virar a cara outra. A pessoa deve pensar: ''Esta gaja é bipolar.'' 
Acho que não se deve forçar nada, mas eu não me sinto confortável, é boa pessoa (até que se prove o contrário) e meio que me pediu desculpa...explicou-se, vá! E foi tolerante em algumas ocasiões. Por isso, tentei simpatizar, ma' não consigo. Não entra! E eu só 'tava a empurrar pra dentro. Aproveitando a deixa para uma pessoa, utilizo-a em várias.

coisas_da_vida.

'tás a brincar?!

Uma pessoa faz um esforço maior do que o mundo e vai buscar sono não sei aonde... também tenho 1,46cm não há muito por onde procurar mas enfim.  Prosseguindo, uma pessoa esforça-se por dormir. Eu fiz força com os olhos! Acordei levemente durante a noite, mas ignorei esse facto e tentei adormecer outra vez por umas 3 ou 4 vezes. Consegui. Acordei pela última vez, pensando na minha inocência: ''ah já deve ser por volta da 7h da manhã, vou-me levantar.'' , nisto procuro alguma coisa para ver as horas, quando eu vejo 4:12. Até enfiei a cara no ecrã para confirmar!
- Ne pas possible!
Eu fiz um esforço maior do que todas as minhas forças (que são quase nulas) , qualquerum pega em mim e atira-me pela janela, até o meu cão se ele quissesse (mas) acordei às 4:12. Desisto! Levantei-me, pequeno-almoço e agora estou a escrever. Agora é que são 6:19. Para ser uma pessoa normal, tenho de esperar, pelo menos, até às 7:30 - hora que o pessoal acorda cá em casa. E HAJA O QUE HOUVER, bata-me o sono que bater, nem que saia de casa, eu não vou dormir mais hoje, só me deito na cama a virar para as 00:00. Ma' nã vale a pena. Amanhã às 4h da manhã (quando não é mais cedo), estarei despertíssima. O que acontece e faz com que eu durma até tarde é que tenho (TER não tenho, mas não me vou pôr a fazer coisas pela casa com pessoas a dormir.) que me submeter aos horários de cá de casa ou que amanheça, pelo menos e, nessa espera, eu fico na cama ou no quarto a fazer qualquer coisa e pelas 7:30 dáaaa-me um sono que ao muitas vezes entrego-me, por isso, ando sempre com uma expressão de caveira. E é isto, a vida duma pessoa. 
De qualquer modo, BOM DIA blogsfera! Que tenham um ótimo Domingo! Eu vou ficar prá'qui a ouvir música...

Coisas simples da vida

Porquê que eu gosto das coisas simples que a vida tem? É simples.
Hoje em dia, é tudo muito banal, normal, habitual. É quase normal ter um computador quando se nasce e é quase normal receber um telemóvel topo de gama aos 5 anos (já é normal, em alguns casos, infelizmente) é normal todas as casas terem Internet, tudo é normal, hoje em dia. Porque é fácil. Há pessoas que quando ouvem falar em fome, ficam escandalizadas, porque está tão fora da sua realidade que até parece um mito. Mas a verdade é que essa realidade que parece um mito não foi há muito tempo e não está tão longe de nós quanto isso. Por isso, é que dou muito valor e gosto muito da simplicidade da vida. Na minha opinião, ser simples é bom é ser especial! Eu sinto-me grata por ter ido à escola, uma vez que, os meus avós não foram obrigados a ir nem os que vieram antes deles tiveram esse direito. Eu gosto de passar um dia inteirinho enterrada no sofá com os meus pais a ver televisão e a ''discutir'' porque eles nunca se calam  , adoro a sopa de pão com hortelã e o molho de feijão da minha mãe. Adoro quando é fim-de-semana, eu acordo e há um bolo a ser cozido no forno. Adoro ouvir o meu pai cantar num inglês que, é só dele  ou quando ele começa a contar as histórias de quando era menino. Gosto sentir o vento, por ter essa liberdade. Gosto de torradas com manteiga e café com leite, gosto de ler um livro ou passar o dia com uma amiga. Gosto de cuidar do meu gatinho, de ficar meia hora a fazer-lhe cócegas. Gosto de sair para dar uma caminhada ou andar de bicicleta. Eu aprecio isso e dou muito valor a isso tudo. Existiu pessoas que não tiveram e que ainda não têm. Espero que um dia que todos tenhamos o mesmo. As pessoas consideram-me ingénua quando eu digo que não gosto dinheiro. E é verdade, não gosto.
Eu sei... que precisamos de dinheiro para quase tudo na vida nem eu sou ingénua nem tola de atirar dinheiro pela janela fora porque não gosto dele. Além disso, tenho as minhas excentricidades como todo o ser humano mas em 2 segundos passa, porém não sou do género de ir ao restaurante mais caro da cidade para ser vista ou falada, aliás
adoro comer um cachorro quente ao ar livre. Não gosto dos telemóveis de hoje em dia. Detesto roupas de marcas, é uma coisa que eu não sei identificar. Marcas de carro? Vai atrás delas! Qualquer carro serve para andar. Eu sou assim até porque eu não permito com que tanta excentricidade, tanta ganância, tanto materialismo me pareça normal. Como diz o ditado '' nem tanto à terra nem tanto ao mar''. 

Sobre esta Segunda-feira

Boa noite. 
Como foi a vossa Segunda-feira?
Bom... eu adorei a minha. Logo no meu primeiro dia de ''férias'', passei-o na companhia de uma amiga dos tempos do liceu, passeamos o dia todo, pusemos o papo em dia, por falar em dia, esteve maravilhoso!  Começou acinzentado mas depois lá sorriu para nós.
E... sem mais demoras, pois estou CHEEEEEEEIIAAAAAAAAAAAAAAA de sono, deixo-vos um ''cheirinho'' da minha Segunda-feira. Era só para vos dizer olá. 
Que tenham uma noite maravilhosa!
Beijs.

49848510_2009237472504278_3830391760312336384_n.jp50543003_823076341369482_2291066114102263808_n.jpg

 

Fotos tiradas pela minha amiga.

nunca digo a ninguém

Eu nunca digo a verdadeira razão das minhas partidas. Eu nunca digo a verdade que me sustenta o ser. Porque choro, porque chego nem porque me vou embora. Eu limito-me a dizer o que as pessoas querem ouvir, o que soa melhor, não minto, mas também não digo a verdade total. Porquê? Eu acho que não vale a pena. Mas ''tudo vale a pena, se a alma não é pequena'', às vezes, a alma é-me pequena. Porque, na realidade, não me sinto tão importante para os outros, quanto eles dizem. Escondo tudo por detrás de um sorriso de menina - o meu. E pronto. Toda a gente acha que estou bem, que foi só uma birra. Talvez, até tenha sido. Mas... para mim tem um peso diferente. Um peso, por vezes, insuportável... sou rancorosa! Ainda não aprendi a não ser. Eu sei que isso me vai custar muita vida... mas, que se lixe! Que seja o que a Vida quiser!

O mistério das minhas colãs descoberto

Já descobri o mistério das minhas colãs e não era nenhum fundo interminável nem um elfo costureiro. (ÓBVIO QUE NÃO, estava a brincar nessa parte), depois de investigações, avaliações, análises e questionários à lá Sherlock Holmes eu descobri enfim o que se passou. 
-''E o que foi?'' - perguntam-me vocês.
- Uma senhora deu umas peças de roupa à minha mãe, que tinha comprado por engano ou por outra razão e, entre essas peças de roupa, estavam 3 ou 4 pares de colãs pretas daquelas de tecido mais fino e como a minha mãe não usa, mesmo que usasse, não lhes servia, tendo em conta que a senhora em questão é tão pequenina e fininha como eu, a minha mãe pu-las no meu armário sem me dizer nada. Daí o mistério. 
Como se pode ver na fotografia, o último par sobrevivente rompeu-se e, desta vez, ''ninguém o coseu''.

 

DSCF0051.JPGFoto: minha

 

O mistério das minhas colãs

Ainda não percebi o que se passa com as minhas colãs e, em boa verdade, não me tenho preocupado em descobrir esse mistério, pois é menos trabalho que eu tenho. Mas... algo de curioso se passa. Ora vejamos, pelas minhas contas, eu só tenho um par de colãs pretas e montes de leggings, de várias cores, texturas, etc. Nem sei como tenho tantas. Acho que algumas foram ofertas de Natal, aniversário e outras, devo ter comprado para alguma ocasião, para sair à noite com o objetivo de dar aquele efeito ''tchanan'', deve ter sido isso. Bom... as senhoras entendem. Todavia, colãs pretas, daquelas com o tecido mais fino, só tenho um par. Repito, um. O mistério é: como é que elas têm aparecido no meu armário cosidas? Passo a explicar. A partir do Outono, naquela altura que o frio já está mais evidente, eu começo a proteger-me, visto colãs e leggings por baixo das calças e uma camisa bem justa ao corpo, por baixo da camisola. Sempre ouvi dizer que a roupa de baixo é que aquece, não são as camisolas, cachecóis nem casacões. Claro que também aquecem. Mas, a primeira roupa que pomos no corpo é que nos mantém quentes. Eu uso (sempre) um encharpe e casaco mas não gosto de casacões nem cachecóis enormes e grossos, aliás só tenho um desses porque gostei da cor, azul com vermelho escuro. E não uso os encharpes para condizer, uso mesmo para tapar o pescoço. O meu pai sempre diz, ''ela entra é pelo pescoço'', ''ela'' - a gripe. Verdade ou não, o meu pescoço ninguém o vê.  Voltando às colãs,  já é a terceira que as estou usando, antes desta vez, elas romperam-se nos pés, a segunda vez, peguei nelas, e disse ''hum... tenho duas destas? Que estranho...'', o que aconteceu? Romperam-se. Hoje, de manhã fui ao armário, lá estavam elas... vesti-as e, outra vez, cosidinhas da silva, novinhas em folha... pelo que eu sei, a minha mãe não tenho andando a coser nada... que esquisito! Das duas, uma. Ou tenho um buraco interminável de colãs pretas de tecido mais fino no armário ou tenho um elfo costureiro a viver lá dentro.

 

 

MODC1347_wear_3782_F.jpgImagem Google Imagens

 

Steve Jobs

Numa das minhas ''visitas'' à Internet, encontrei este texto, ''as últimas palavras de Steve ''. Não sei dizer se corresponde à verdade (se Steve disse mesmo ou se escreveu), pelo menos, na sua totalidade. De todo modo, considero que é algo que deve ser partilhado, lido, refletido e posto em prática. Não deixem para o fim a oportunidade de ter uma vida mais simples.

«Cheguei ao auge do sucesso no mundo dos negócios. Nos olhos de outros, minha vida é um epítome do sucesso. No entanto, além do trabalho, tenho pouca alegria. No final, a riqueza é apenas um fato da vida ao qual estou acostumado. Neste momento, deitado na cama doente e recordando toda a minha vida, percebo que todo o reconhecimento e riqueza que eu me orgulhei tanto, se empalidece e fica sem sentido diante da morte iminente.
Você pode empregar alguém para dirigir o carro para você, ganhar dinheiro para você, mas você não pode ter alguém para suportar a doença para você.
Coisas materiais perdidas podem ser encontradas. Mas há uma coisa que nunca pode ser encontrada quando está perdida - "Vida".
Quando uma pessoa entra na sala de cirurgia, ela vai perceber que há um livro que ela ainda tem que terminar de ler - o "Livro da Vida Saudável".
Qualquer que seja o estágio da vida em que estamos agora, com o tempo, enfrentaremos o dia em que a cortina irá cair.
Presenteie amor para sua família, amor pelo seu cônjuge, amor pelos seus amigos ...
Cuide-se bem. Valorize os outros.
À medida que envelhecemos e portanto, mais sábios ficamos, percebemos lentamente que usar um relógio de US$ 300 ou US $30 - ambos marcarão a mesma hora ...
Quer portemos uma carteira / bolsa de US $300 ou US $30 - a quantidade de dinheiro dentro dela é a mesma;
Quer dirijamos um carro de US $150.000 ou um carro de US $30.000, a estrada e a distância são as mesmas e chegamos ao mesmo destino.
Quer bebamos uma garrafa de vinho de US $300 ou US $10 - a ressaca é a mesma;
Se a casa em que vivemos é de 300 ou 3000 Metros quadrados - a solidão é a mesma.
Você perceberá que sua verdadeira felicidade interior não vem das coisas materiais deste mundo. Quer você voe em primeira ou em classe econômica, se o avião cair - você desce com ele ...
Portanto .. Espero que você perceba, quando você tem amigos e velhos amigos, irmãos e irmãs, com quem você conversa, ri com, brinca, canta canções, fala sobre o norte-sul-leste-oeste ou céu e terra, .... Isso é a verdadeira felicidade !!
Cinco fatos inegáveis ​​da vida:
1. Não ensine seus filhos a serem ricos. Eduque-os para serem felizes. Então, quando crescerem, saberão o valor das coisas e não o preço.
2. Melhores palavras premiadas em Londres ... "Coma sua comida como os seus medicamentos. Caso contrário, você terá que comer medicamentos como sua comida."
3. Aquele que ama você nunca o deixará por outro, porque mesmo que haja 100 razões para desistir, ele ou ela encontrará uma razão para ficar.
4. Há uma grande diferença entre um ser humano e ser humano.
Poucos realmente entendem isso.
5. Você é amado quando você nasce. Você será amado quando morrer. No meio, você terá que gerenciar!
Seis melhores médicos do mundo
1. Luz Solar
2. Descanso
3. Exercício
4. Dieta
5. Auto-Confiança e
6. Amigos
Mantenha-os em todas as fases da vida e você desfrutará de uma vida saudável.
Se você quer apenas andar rápido, ande sozinho. Mas se você quiser caminhar longe, ande junto!»

 

Steve Jobs

 

1_u1NB0RbuhuwJgX-sP14bow.jpgImagem Google Imagens

Obs: Fico feliz porque depois de ler o texto, eu percebo que, sendo duma era onde a tecnologia já começava a evoluir bastante e, hoje em dia, tudo é iphones, computadores de última geração, tablets, relógios assim e assado, onde impera o materialismo, eu não me importo com isso. 

Cliente habitual

Como todas as pessoas, tenho alguns lugares preferidos (cafés, bares, cabeleireiros, etc.), uns que frequento com mais regularidade, outros com menor, alguns frequento todos os dias, dependendo daquilo que procuro. E, porquê que são meus preferidos? Simplesmente, porque me tratam bem. Independente do estabelecimento e do serviço que este ofereça, até pode não ser 100% em tudo, pode ter as falhas que tiver, uma aparência mais pobre, o que seja. Desde que, me tratem bem e que eu me sinta acarinhada, tem-me para o resto da vida, cometa o erro que cometer, pode contar com a minha presença, se possível todos os dias. Torno-me no melhor cliente que um estabelecimento pode ter. Agora... se, por acaso, eu perceber alguma coisa contra mim, que esteja a ser motivo de piada, arrogância, posta de lado, alguma falsidade ou desonestidade por parte do estabelecimento... seja o que for, por mais mínimo que seja.... pode oferecer a melhor coisa do mundo, mas GAME OVER! Não posso dizer que não voltarei ao sitio, porque essas coisas nunca sabemos, e num momento de necessidade e falta de opção, posso ter de recorrer ao dito estabelecimento, mas diminuo logo a frequência, o sorriso, tudo.
Sou assim para todas as áreas da minha vida. Eu ponho num pedestal quando sinto verdade, carinho... mas, quando acontece o contrário... deixo cair e parta o que tiver de partir.

colaboracion.jpg

 

Imagem do Google Imagens

P.S- pessoal, é só um texto. Mais nada.

 

Feliz Natal!

Olá!

Amanhã é Natal e, apesar de não ser  grande fã, um dos significados que eu dou ao Natal é ser/estar/fazer pelos outros. E é isso. Eu torno-me natalícia pelos outros. Se toda a gente faz Natal aqui, se todos se reúnem, se todos contribuem um pouco, com o que têm, eu não vou ficar a ''rabujar'' no quarto, como uma velha, muito menos, vou fugir. Deixo que o espírito natalício me apanhe. Há coisas na vida que temos de fazer, pronto. Mais pelos outros do que por nós. 
Bom... como eu não sei se voltarei aqui (provavelmente não), eu desejo um Feliz, caloroso, guloso e confortável Natal para todos vocês, junto de todas as pessoas que vocês amam e vos amam também, com muito amor, carinho, com tudo de bom! Agora, eu vou ''natalizar-me''. Ajudar nos preparativos, etc... 
Beijs e Felz Nata!

DSCF0002.JPG

 

 

Minha fotografia.

 

 

Tornar-me vegetariana?

Eu penso que tudo tem o seu momento e, se eu lesse o que estou a escrever neste momento há 8 anos atrás, mais ou menos, diria que não estava a bater bem. Mas, a verdade, é com o passar do tempo eu fui criando um amor muito grande pelos animais e fui tomando uma maior consciência sobre o assunto. No entanto, é dificil porque eu sou natural duma região onde se cria muito gado para consumo e produção de leite, galinhas, porcos e fui educada assim, a comer carne. Mas mesmo assim, eu não consigo comer todo o tipo de animal. Por exemplo, comer coelho? Eu já comi, mas eu penso nos coelhinhos a saltitar... e não como. Outros animais que eu não consigo comer, são o carneiro, cabra... pelo menos, são os que fazem parte da minha realidade gastronómica. Cada país e região tem os seus costumes e a sua cultura e cada casa também. Lembro-me que, uma amiga disse que ia comer carneiro à hora de jantar, eu reagi assim: ''O quê?! Vocês na tua terra comem carneiro?!'' , foi um escândalo para mim. Não devia ter ficado tão chocada porque temos de respeitar as escolhas e costumes de cada um, mas eu naquela altura nem sabia que se comia carneiro. Ingenuidade da minha parte, porque come-se de tudo em todo o mundo. Quanto ao fato de me tornar vegetariana, ainda no inicio do processo de pensamento, não estou a brincar. Mas, é muito dificil porque fui ensinada a comer carne e a verdade é que eu gosto de muitos pratos de carne. A minha comida preferida é lasanha de carne, eu adoro canja de galinha e muitos outros. E é algo que tenho de conhecer bem melhor, familiarizar-me com os pratos vegetarianos, saber, ver. Por exemplo, vou ao centro comercial, apetece-me é KFC, Mc... por aí a fora. Isso também tem muito a ver como vivemos, com quem... eu, neste momento, vivo com a minha família e tenho de comer o que há na mesa, porque tenho fome e tenho de comer. Óbvio. Mas, nós cá em casa até não comemos muita carne, fazemos muita sopa e pratos de peixe, por ser mais saudável. Não somos daquelas pessoas de comer carne, carne, carne. Hoje, jantei salada de atum. Já consegui passar vários dias sem comer carne, mas como é uma coisa que está interiorizado em mim, quando dou por mim, já estou a comer. Realmente, é algo que eu gosto e há comidas que eu não me imagino a comer, por exemplo, pizza de legumes? E, há muitos vegetais que eu não gosto nem consigo engolir.No entanto, quando eu puder começar a familiarizar-me e a conhecer melhor a gastronomia vegetariana, talvez eu tome o gosto e aí talvez eu me converta.

Sobre mim

foto do autor

Frase do Mês

Ainda sem frase.

Fala comigo em

blog_maufeitio@sapo.pt

Informação

A maioria das imagens e vídeos utilizados no blog são retirados da Internet. No entanto, se for o autor de alguma imagem ou vídeo e não permitir a sua utilização, por favor envie e-mail ou deixe nos comentários que logo que possível serão retirados.
Blogs Portugal

Escrito antes

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D