Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Aqui sinto-me em casa. E de que falamos na nossa casa com quem nos faz sentir bem? Sobre tudo!

O blog do Mau Feitio

Aqui sinto-me em casa. E de que falamos na nossa casa com quem nos faz sentir bem? Sobre tudo!

The Vow!

Oiiie!

Eu não sei se já partilhei este filme aqui com vocês, já andei p'ra'qui para trás e para a frente mas não encontrei.

De qualquer das formas se já partilhei, partilho novamente porque nunca é demais partilhar.

Voltei a assisti-lo há poucos dias atrás:

20127313.webp

*

 

The Vow ou Para Sempre em brasileiro ou ainda Prometo Amar-te  em português é inspirado numa história verídica que conta a vida de Paige e Leo.

Paige é casada com Leo com quem é imensamente feliz e realizada. Mas um acidente de carro deixa-a em coma. Quando ela acorda, não reconhece Leo e nada da sua vida depois de sair da casa dos pais, o que altera completamente a sua vida e compromete o seu casamento. 

Como só se lembra da sua vida antes de sair da casa dos pais, sente que estes são a sua única certeza, bem como, toda a sua vida antes de Leo, incluindo o ex-noivo por quem se sente atraída, por isso acaba por deixar Leo e vai viver novamente para a sua vida antiga.

Leo, por sua vez,  desiste  e aceita o pedido de divórcio depois de tantas tentativas de ajudá-la a sentir-se em casa e de tentar reconquistá-la, sente-se traído e injustiçado por Paige não se ter esforçado tanto como ele nem reconhecer o seu esforço. 

Não vou contar o fim para que no caso de não terem visto e quiserem ver o filme...

Apesar de eu compreender o lado da Paige, acho que ela se tornou numa menina fútil, mimada enjoada, cheia de cocó  na cabeça e '' ai não me toques...'' e embora, tivesse tido o acidente e não se lembrar duma parte da sua vida, na minha opinião, mostrou ser uma pessoa extremamente egoísta e mimada que não mereceu o esforço nem o perdão de Leo. Foi muito fácil para ela deixar a vida com Leo e voltar à vida que se lembrava, sem querer saber quem magoou... por exemplo: '' Ok. Tive um acidente, não me lembro deste nem desta vida, não gosto desta casa, destas roupas, destas pessoas... vou voltar para a casa dos meus pais. Tchau!'' Não lhe custou a tomar a decisão.

Bom, como disse inicialmente, não sei se já tinha partilhado este filme aqui, por isso, se partilhei não sei a opinião que dei na altura, de maneira que peço desculpa pela brutalidade da minha opinião atual.

Já assistiram a este filme?

Se sim, qual é a vossa opinião?

Beijs.

 

*Imagem retirada do Google Imagens

Quem tem uma Margarida em casa tem o jardim florido o ano inteiro

Bom dia

Só vim desejar um Feliz Dia da Mãe para todaas as mães que me estão a ler, vocês são maravilhosas e lindas e poderosas e corajosas e muito mais!

Como não podia deixar de homenagear a minha Margarida, o meu amor primeiro, a minha primeira médica, fisiatra, fisioterapeuta, terapeuta da fala, professora, psicóloga ou seja MÃE, aqui está ela:

 

DSCF2248-COLLAGE.jpg

Esta é a minha MÃE, a minha Margarda!!!

Feliz dia!

Beijs

 

Feliz Dia do Pai!!!

Hoje é novamente Dia do Pai e eu já falei com o meu pai mas à exceção dos anos anteriores, não comprei presente devido ao Covid-19 que não permite grandes deslocações.

Eu sei que isso não é importante mas gosto de lhe oferecer sempre qualquer coisa  assim que isto melhore, assim esperamos todos nós, hei-de  comprar algo. 

Bem... não vou escrever outra vez um post a falar sobre o que é para mim ter um pai, porque acho que isso 'tá mais do que escrito aqui no meu blog.

Eu amo muito o meu pai, o meu rataninha que apesar dos seus 63 anos continua a ser um rapazin' sorridente e com uma energia de fazer inveja a muitos putos. E é isso que me encanta nele, a sua alegria de menino perante todas as dificuldades que a vida lhe tem vindo a apresentar ao longo da sua existência.

2aa662b-feli-dia-pai.png

Feliz Dia do Pai!!!

Beijs

 

Fim de capítulo - coração apertado -

Olá, 

Talvez não estejam curiosos por saber o final da história do coração apertado, mas vou contar.

A verdade é que não teve principio sequer, depois do último post o coração apertado tomou a iniciativa de perguntar o que a outra parte queria e a resposta não foi favorável aos desejos  do apertado. Segundo a outra parte, foi só um momento. Ok... o  apertado ficou desiludido mas nada que já não esteja superado.

Na verdade, não deu tempo para sentir alguma coisa,  embora se tivesse continuado provavelmente sentiria e se bem conheço o  apertado, algo bem forte. O coração apenas ficou desiludido com a atitude da outra parte que não foi direto. Apenas isso.

Mas uma vez que outra pessoa é alguns anos mais nova do que o coração apertado, este deu um desconto, afinal a malta jovem quer é curtir e muda de sentimentos do dia para a noite ou simplesmente essa pessoa avaliou a situação e viu que o coração apertado não é a pessoa certa.

Bom, sem mágoas. Passado uma semana, o coração apertado continua a frequentar o local onde trabalha essa pessoa. Apenas o  apertado cortou o sorriso, porque a outra parte devia ter sido direta e pareceu que queria mais mas não teve coragem de dizer frontalmente tudo o que queria

Outro facto que é estranho em relação a essa pessoa é que uma semana depois assumiu uma relação com outra pessoa, segundo aquilo que consta nas redes sociais o começo da relação é de dois dias antes da saída com o  apertado. Se calhar, as redes sociais enganaram-se na data 

Enfim... sem mágoas nem rancores, repito. Apenas sorriso fechado e contactos eliminados de todas as plataformas, afinal nem amizade tinha nascido ainda...

#vidaquesegue

Boa noite

Olá.

Boa tarde,

Então como passaram o Carnaval? Eu passei em casa com os meus pais. Uma vez que não me deu jeito ir passar o fim de semana à terrinha, decidi fazer-lhes uma surpresa, levantei-me às 6h00 da manhã, pôs-me em 10 minutos na paragem e passei o feriado com eles.

Confesso que me estava a sentir mal por não ter ido no fim de semana e de estar a adiar para o dia seguinte... eu sei que os meus pais sentem muito a minha falta. Embora respeitem a minha escolha de viver sozinha na cidade, gostam que eu vá passar os fins de semana a casa. Vou de 15 em 15 dias para eu também poder aproveitar a cidade ao fim de semana. É um ponto de equilibrio.

Regressei esta manhã, com 2 horas (ou menos) de sono, 2 horas de viagem, estou a cair mesmo.

coffee1.jpg

Mas nada que logo quando sair do trabalho e chegar à minha cama não se resolva.

Apesar do imenso cansaço que sinto e do esforço para manter os olhos abertos, eu sinto-me bem melhor. Passei o feriado com os meus pais. Estava a sentir-me péssima por estar a adiar a minha ida e ouvir a tristeza nas suas vozes.

Bom... espero que tenham uma ótima quarta-feira.

Vamo-nos ''vendo'' por aqui.

Beijs.

 

Imagem_do_Google_Imagens

 

Diversidade e o Universo LGBTQIAP+

Boa tarde pessoas lindas,

Como estão nesta tarde de terça-feira?

Novidades? Por aqui tudo na mesma 

Já algum tempo atrás eu assisti a um vídeo do canal de Youtube GIOH que eu sigo e achei muito interessante. O vídeo consiste  numa conversa sobre alguns termos e/ou palavras sobre o universo LGTBQIAP+ com o objetivo de nos ajudar a conhecer esse universo.

Achei super interessante e giro.  Eu confesso que não conhecia metade do que foi falado, pelo que me ajudou imenso a conhecer mais um pouco sobre esse universo por isso partilho convosco.

Eis o vídeo:

 

Beijs.

 

Hoje lembrei-me de ti

Hoje lembrei-me de ti... e fui espreitar-te como fazia antigamente, não resisti. Continuas com essa beleza rara que é só tua. Como é possível ainda gostar de ti depois de tanto tempo?! Já se passaram mais de 4 ou 5 anos desde que me rendi a ti e continuo rendida. É simples. Eu gosto de gostar de ti e enquanto eu gostar de gostar de ti, continuarás aqui dentro guardado. Assim que eu vi a tua expressão viva, alegrei-me para o resto do dia, é inexplicavelmente confortável sentir isso. É como se te preparasses para eu te ver. Talvez penses que eu sou ingénua, talvez não e tanto faz aquilo que sei e não sei... nesta altura do campeonato tanto faz mesmo de tão longe que estás de mim, de tão distante que está tudo aquilo que foi a nossa história. Eu sei que nunca foste honesto nem verdadeiro comigo e até te podes ter rido às minhas custas. Bem, que se lixe!! Embora eu também tenha errado na nossa minúscula história, acredito que também vais pagar pelos teus erros. Mas isso não me compete afirmar ou julgar.
Independemente de tudo o que não deu certo, quero-te bem! Espero que a vida te sorria todos os dias da tua vida e que sejas sempre assim, um miúdo apesar das rugas que já fazem parte de ti. Que a vida te proteja!!!
(Nunca) sairás de mim, porque fizeste e fazes parte de um capítulo da minha estrada que mais me marcou até ao presente. 

sss.png

 

''Apenas Mais uma de Amor''

Qual é a vossa interpretação desta música?

A minha: nem tudo o que sentimos pelos outros tem de ser revelado nem retribuido. E não é porque gostávamos que aquilo acontecesse, tem de acontecer. O que sentimos e deixamos de sentir, só a nós nos diz respeito. É algo nosso que ninguém precisa de saber. Se não correr bem, vamos sobreviver.

 

 

Letra:

''Eu gosto tanto de você
Que até prefiro esconder
Deixo assim ficar
Subentendido
Como uma ideia que existe na cabeça
E não tem a menor obrigação de acontecer
Eu acho tão bonito isso De ser abstrato, baby
A beleza é mesmo tão fugaz
É uma ideia que existe na cabeça E não tem a menor pretensão de acontecer
Pode até parecer fraqueza
Pois que seja fraqueza então
A alegria que me dá Isso vai sem eu dizer
Se amanhã não for nada disso Caberá só a mim esquecer
O que eu ganho, o que eu perco Ninguém precisa saber
Eu gosto tanto de você
Que até prefiro esconder
Deixo assim ficar
Subentendido
Como uma ideia que existe na cabeça
E não tem a menor pretensão de acontecer
Pode até parecer fraqueza
Pois que seja fraqueza então
A alegria que me dá Isso vai sem eu dizer
Se amanhã não for nada disso Caberá só a mim esquecer
(Eu Vou Sobreviver)
O que eu ganho, o que eu perco Ninguém precisa saber''

 


Fontes:

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCQp-Cb3GlHz_JhRW13H7bRQ 

 

Será mesmo amor?

À minha volta, eu vejo todas as pessoas a se casarem ou a viver juntas. E a minha questão é: será mesmo amor? Eu faço essa pergunta porque eu não vejo amor quando olho para muitos casais. Eu sei que não sou eu que tenho de ver nem de saber, não é da minha conta e que o tempo vai esfriando as relações. Apesar de não saber, eu sei.
Quando digo ''à minha volta'' não me refiro propriamente à minha localização geográfica, mas sim, mundo, sociedade.
Mas, é o que leva as pessoas ou parte delas ao casamento ou a viverem com o/a companheiro/a?
Amor será em alguns casos. Mas e noutros? 
Como disse à minha volta, eu vejo  (e, muitas vezes, ouço da boca de terceiros e dos próprios) um enorme desespero por não serem rotulados como solteirões, tias, sozinhos. E na minha opinião,algumas pessoas fazem-no por medo da solidão, vergonha do rótulo ou apenas continuação do ciclo, porque os bisavós o fizeram, os avós o fizeram, os pais o fizeram, porque chega-se a uma determinada idade é hora de resolver uma vida, porque ''fica mal'', porque aconteceu engravidar. E por outras razões. Eu tenho várias amigas que namoram mas ainda não deram o nó por opção e são questionadas por isso. Ah... eu também ainda não dei o nó nem tenho laço, de momento. Mas, no meu caso, diz-se que é porque eu sou deficiente e ninguém me pega.  Claro que não que ninguém me pega. Deve ser pecado ou algo do género. Dizem as ''boas línguas'' que se uma pessoa está solteira e tem mais de 20 anos é porque é deficiente ou p*ta ou cabr*o ou é  mau termino de vida, vai ficar para tia, solteirão ou solteirona...ah... também  há a designação ''fora do prazo''. E, para muitas pessoas quem se casa às pressas para esconder a barriga, porque está na hora, porque morrem de medo de ficar sozinhas e serem rotuladas com os nomes mais hediondos, por questões financeiras, porque não vivem bem com a família é que estão certas. O que para mim, é tudo uma parvoíce! Mas assim se pensa. Eu não digo que estejam erradas, pois '' cada cabeça, sua sentença '' e cada qual tem as suas razões e se vivem bem com a sua vida, deixa viver. Mas, se é amor em alguns casos? Atenção que, isto não é julgamento. Apesar de ser julgada e rotulada porque nasci com uma deficiência. Sinceramente? Eu não me vejo assim, nunca me vi assim e recuso-me a ver-me assim. Eu cá, vou vivendo a minha vida, se encontrar laço para  dar nó, encontrei, senão, tenho a minha vida, os meus amigos, sentindo-me bem... 'tá tudo bem. Pois na minha opinião, não temos de fazer nada à pressa, com medo de repressálias e de rótulos, temos sim, que fazer quando e estamos prontos para isso de acordo com a outra metade. porque o amor é lindo, quando o sabemos viver e sentir. Bom... e vocês o que acham? Talvez, seja eu que não saiba nada sobre o amor.
Sempre a desenvolver o pensamento viva e deixe viver. 
Beijs.

istock_82086545_large.jpgImagem do Google Imagens

 

28 anos... que horror! Tirem-me deste filme!

Até já me sinto mais fraca... esta manhã espreitei ao espelho e notei uma ruga num dos pelos da sobrancelha esquerda 28 anos... já? Eu, que adoro chamar os meus amigos cotas de COTAS, estou a caminhar a passos largos para a ''cotice''. Fisicamente, estou há 10 anos nos 15 anos.

- Quantos anos a menina tem? - 27 anos. (a partir de hoje + 1).

- O quê?! Eu dava-lhe 14, 16...

É UMA TRISTEZA! Uma pessoa vai a uma discoteca e vê miúdinhas de 14 anos a entrarem sem problema e eu... com esta idade às costas sou barrada à porta e tenho de apresentar o CC. O que uma bunda grande permite... inacreditável! 

E daí, o que foi que eu aprendi em 28 anos de vida?

Aprendi que, mesmo com 1,46cm de altura (perto do chão) também caio e algumas quedas podem ser fatais. Olhem, aprendi que não vale a pena comemorar este dia com pessoas porque todas as vezes que o fiz, as pessoas estavam com expressão de como se estivessem num enterro, porque na noite passada saíram, porque estavam enjoadas de comer doces ou cansadas. E depois?! Não te convidei para o meu aniversário para anunciares o dia da tua morte. Mas pronto. Eu vi que as pessoas se sentiam obrigadas a estar ali comigo (talvez ainda não encontrei as pessoas certas), então deixei de fazer uma festa por causa disso e vivo um dia normal. Vou trabalhar, estou com pessoas na minha hora de almoço, recebo os parabéns de quem se lembra ou vê no Facebook e quer dar. Quem não quiser dar os parabéns, que vá... isso! Ao fim do dia, volto para casa, estou com a minha família, tenho sempre bolo e amor. Assim, ninguém se sente obrigado a estar comigo. Se for dia que não vá trabalhar, fico por casa ou escolho fazer alguma coisa que eu goste sozinha ou com quem realmente me apraz. Lembro-me dum aniversário em que estava sozinha, acordei, cuidei de mim, saí, fui almoçar fora, penso que fui ao cinema e comprei um presente para mim mesma dentro das minhas possibilidades e digo-vos foi um dos melhores aniversários que passei. Voltei à casa já era noite, jantei, tomei banhoca  e acabei o dia a ver TV ou um filme. Já não sei. Com o meu tempo, dentro das minhas possibilidades, como eu gosto.Nada melhor.  Uma das coisas que aprendi em 28 anos, foi isso. Não impor, não cobrar, não obrigar. Deixar ir. Aprendi que a idade poderá ser um posto, mas a aparência será sempre uma condenação (como exemplifiquei em cima). Aprendi que o importante não é ter as experiências dos outros, mas sim, as minhas porque as deles não muda nada na minha vida. Só evoluímos com aquilo que aprendemos e não com aquilo que vemos os outros viverem nas suas vidas. Aprendi que só é possível cuidar do corpo quando a mente está sã. Aprendi  o pior estágio da solidão não é estar sozinho, é estar com quem nos faz sentir sozinhos e que os passos mais importantes da nossa vida são dados sem ninguém ao nosso lado. Já aprendi imenso mas ainda estou a aprender. Que venham mais 28 anos com tudo o que tiver de vir com eles, estou aqui. A vida quer ser enfrentada de frente.

Se logo à noite, tiver oportunidade de partilhar uma fatia de bolo convosco, deixarei aqui uma ''amostra'' do bolo.

E vocês, como gostam de passar o vosso aniversário?

Beijs.

 

Sobre mim

foto do autor

Calendário

Fevereiro 2024

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829

Frase do Mês

As pessoas deixam de consumir alguns alimentos tóxicos para terem saúde, entopem-se de medicamentos para prolongar o seu bem-estar mas esquecem-se de inserir alimentos saudáveis na sua dieta.Ler o post

Informação

A maioria das imagens e vídeos utilizados no blog são retirados da Internet. No entanto, se for o autor de alguma imagem ou vídeo e não permitir a sua utilização, por favor envie e-mail ou deixe nos comentários que logo que possível serão retirados.
Blogs Portugal

Escrito antes

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D