Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Blá, blá, blá...

Blá, blá, blá... e assim se começa um post.  só porque não sei que título atribuir e estou com preguiça para pensar num.

Hoje celebre-se o Dia Mundial do Amigo.

Muito bem, o que posso dizer sobre este dia?

Hum... confesso que não me considero uma grandeeeeeeeeeee amiga, também só tenho 1,46cm  e também nunca tive muitos amigos e isso tem muito a ver com a minha personalidade. Ter amigos nunca foi o meu forte, acho que me canso com facilidade dos programas, saídas, conversas, discussões sobre ir, que filme assistir, etc.

No entanto, não me sinto sozinha, abandonada de alguma forma, muito pelo contrário, até me sinto bastante acarinhada e querida por todas as pessoas à minha volta, com quem convivo diariamente.

Sou leal, fiel e protejo quem eu gosto e admiro.

Tenho as minhas pessoas. E dou muito mais valor a ''Olá, tudo bem? Precisas de alguma coisa?'', por exemplo a outra coisa qualquer.

Gosto de ouvir as minhas pessoas, de ajudá-las, de dar o meu apoio, de conversar com elas.
Para mim, uma amiga aqui, uma conversa acolá, um telefonema, um jantar ou algo assim, de vez em quando é suficiente.

Eu dou muito valor às amizades graduais, que crescem devagarinho... e que se tornam em grandes amigos, não amigos de toda  a hora, mas que eu sei que estão ali e vice-versa.

Ao longo dos últimos anos, eu fui-me apercebendo que amigos são pessoas que estão connosco, que dispensam tempo para estar uns com os outros, que nós sabemos onde estão, mesmo que não estejam sentados ao nosso lado, mas que nós sabemos que podemos contar com eles.
São as pessoas sãs que se ajudem, que não se cobrem, não atiram à cara, que não anunciam aquilo que fazem e que podem estar do outro lado do mundo mas se necessário, fazem de tudo para nos amparar.

Vendo por essa perspectiva, eu tenho alguns amigos porreiraços 

Obrigada a quem me atura!!! Eu sei que não é fácil...

Há cerca de um ano eu escrevi um post sobre amizade no qual eu defini ''ser amigo'' assim:

A vida precisa de ter vários vazios para serem pr

 

 

 

 

Solidão feliz!

Há algum tempo que já não venho cá, tanto para escrever tanto para ler e comentar os vossos posts. Tenho-me sentido cansada, não muito mas quando acabo o trabalho, só me apetece descansar, espairecer por aí. Há várias semanas que tenho saído sozinha (por opção), de vez em quando, arrasto alguém comigo mas gosto muito de estar sozinha, principalmente caminhando por aí a ver as pessoas a confraternizar. É curioso, eu gosto de ver as pessoas na rua, nos bares a conversar, a confraternizar. Eu gosto do barulho que as pessoas fazem quando conversam, gosto de ver os amigos, os namorados, os pais e os filhos, as pessoas idosas, as crianças. Eu gosto de ver as aglomerações, mas não gosto muito de estar nelas ou pelo menos não gosto de estar sempre nelas. Todos os dias com´as mesmas pessoas? Não consigo. Para mim, é bom conversar com alguém, por a conversa em dia, mas o que quero dizer eu não me sinto bem a ter de fazer isso todos os dias, sempre. Como se fosse uma obrigação, como se eu tivesse de alguma forma fazer isso como forma de retribuição por algo em que me ajudaram. 

Eu nasci para ser livre, eu necessito de liberdade. 

Nem sempre as pessoas entendem isso, acham que quero estar só porque não estou bem. Às vezes, eu falho em aparecer quando digo que vou estar, porque por mais que eu tente,  há dias que só me apetece aterrar-me na cama a ler, escrever ou a navegar nas ondas da Internet.  Ou então, trocar de roupa e ir caminhar até me doer as pernas.

 Que dizer? Eu tenho uma personalidade estranha, talvez mas estou bem com isso. Os meus amigos sabem, entendem que sou esquisita e aceitam os meus  momentos de solidão feliz. Eu chamo assim porque são uma opção minha e não porque não tenho ninguém. Eu tenho muitas pessoas que gostam de mim, eu acredito nisso. Eu sei que sim. E não me sinto sozinha. Nunca!

Até porque, eu tenho um equilíbrio. Nem sempre sozinha, nem sempre acompanhada.

Eu acho que só se é verdadeiramente feliz quando se gosta de nós próprios, da nossa própria companhia e quando sabemos equilibrar isso.

 

 

se so e feliz.jpg

IMAGEM_GOOGLEIMAGENS

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Frase do Mês

A vida precisa de ter vários vazios para serem preencidos com pessoas, sorrisos, momentos, emoções e coisas boas. Ler o post

Guardados no baú

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Depois não digam que eu não informei

1-Devido à importação dos textos de uma plataforma para outra, alguns deles surgiram sem espaço entre as palavras, sem pontuaçãoetc. De modo que, alguns posts anteriores a 5 de Nov. de 2018, ainda estão por corrigir. 2-Relativamente às imagens utilizadas no blog, como sempre refiro a fonte no fim de cada post, a maioria delas são retiradas da Internet. No entanto, se algum autor de alguma imagem ''passar por aqui'' e não permitir a sua utilização, por favor envie e-mail que logo que possível a imagem será retirada. As restantes, são mesmo fotografias minhas e outras são criadas por mim com auxílio de alguns programas de edição de fotografia e design. Em todo o caso, eu identifico sempre a origem de todas as imagens e fotografias utilizadas no blog.

Fala comigo em

blog_maufeitio@sapo.pt