Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Reflexo do momento

mau feitio, 23.07.17
Como escreveu Fernando Pessoa, '' Para viajar basta existir '' e na minha opinião, a existência é a maior e alucinante viagem que podemos fazer, enquanto nos é possível estar por cá. E mais do que existir é viver. Eu não sou uma grande viajante no que diz respeito ao plano físico. Já fiz pequenas viagens, mas nada para muito longe. Mas, penso que viajar compromete mais que pegar numa mala, entrar num avião e ir para um destino qualquer,penso que, para fazê-lo é preciso libertar o espírito para podermos absorver todas as energias e aprendizagens dadas por cada viagem que fazemos. É necessário permitir-nos a receber, a aprender, a deixar ir, a melhorar-nos e acrescermos como indivíduos.
Eu conheço pessoas que já viajaram imenso, estiveram aqui, acolá... mas ao regressar a casa, parece que nunca saíram da terrinha pequena poluída de preconceito, maledicência e mesquinhice. Eu pergunto: de que valeu a viagem? Só para dizer que estiveram aqui e ali? A cada viagem que fazemos, seja para longe, seja para perto, de curta ou longa duração, de lazer ou obrigação, devemos deixar um preconceito, uma mesquinhez e crescer, viajar de dentro de nós para fora, recarregar energias, trazer novos conceitos para a nossa vida, lavar-nos de toda a '' sujidade '' que temos, abrir a alma e permitir que nos modifique em algo. Termos a disposição para nos libertar-nos de alguns conceitos e abertura para receber a diferença, tornarmo-nos leves e soltos. Só assim vale a pena, só isso é que é viajar. Voltar para ''casa'' sem nada a acrescentar à nossa vida, isso é um gasto de tempo, energia e dinheiro.
E atenção, viajar pode ser lendo um livro, escutando música, vendo um filme... não importa a maneira como viajamos nem aquilo que nos faz viajar, o importante sim, é o que deixamos atrás e trazemos de cada viagem. A forma de viajar que mais aprecio é ler muito. Para mim, os livros são excelentes passaportes, companheiros de viagem e amigos para a vida.
 
Vamos viajar?
 

A cada viagem tua liberta-te de uma coisa má e traz uma coisa boa e aplica-a da melhor maneira na tua vida.



Fotografia da minha autoria