Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Hoje lembrei-me de ti... e fui espreitar-te como fazia antigamente, não resisti. Continuas com essa beleza rara que é só tua. Como é possível ainda gostar de ti depois de tanto tempo?! Já se passaram mais de 4 ou 5 anos desde que me rendi a ti e continuo rendida. É simples. Eu gosto de gostar de ti e enquanto eu gostar de gostar de ti, continuarás aqui dentro guardado. Assim que eu vi a tua expressão viva, alegrei-me para o resto do dia, é inexplicavelmente confortável sentir isso. É como se te preparasses para eu te ver. Talvez penses que eu sou ingénua, talvez não e tanto faz aquilo que sei e não sei... nesta altura do campeonato tanto faz mesmo de tão longe que estás de mim, de tão distante que está tudo aquilo que foi a nossa história. Eu sei que nunca foste honesto nem verdadeiro comigo e até te podes ter rido às minhas custas. Bem, que se lixe!! Embora eu também tenha errado na nossa minúscula história, acredito que também vais pagar pelos teus erros. Mas isso não me compete afirmar ou julgar.
Independemente de tudo o que não deu certo, quero-te bem! Espero que a vida te sorria todos os dias da tua vida e que sejas sempre assim, um miúdo apesar das rugas que já fazem parte de ti. Que a vida te proteja!!!
(Nunca) sairás de mim, porque fizeste e fazes parte de um capítulo da minha estrada que mais me marcou até ao presente. 

sss.png

 

6 comentários

Comentar post