Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Frase do mês


‘’If you don't like how things are, change it. You 're not a tree.’’

Jim Rohn


Para este mês, escolhi esta frase de Jim Rohn se não estiver errada, que traduzida quer dizer: ‘’ Se tu não gostas das coisas como estão, muda isso. Tu não és uma árvore’’, também há quem diga: ‘’ Se tu não gostas do lugar onde estás, muda. Tu não és uma árvore.’’. Fiz essa escolha porque partilho do mesmo pensamento. Mesmo que não possamos fazê-lo no instante presente da nossa vida, penso que devemos e temos todo o direito de trabalhar para mudar o que nos incomoda, independente do que seja.

Às vezes, não temos de cortar ligações ou acabar com uma situação,  apenas temos de ter ‘’jogo de cintura’’, e, na minha opinião, é tentar conduzir as situações que não nos agrada o melhor possível até nos podermos libertar totalmente do que nos causa mal. Sim, há ações alheias e momentos que necessitam de um término imediato, mas há outras que é melhor ir digerindo até pôr um ponto final. No entanto, como diz na própria frase não somos árvores, não temos de suportar calados e levar na cara sempre que nos ‘’levantam a mão’’. Uma das atitudes que adotei quando algo me incomoda é o afastamento, começo a afastar-me, principalmente, de pessoas que eu vejo que não têm capacidade de entender que não gosto das suas atitudes, que me estão a invadir, que não me sinto bem, ainda que eu lhes explique isso e peça para não repetir. Então, vou-me afastando devagarinho… contornando as situações, se eles vão pela esquerda, eu atravesso para a direita… por exemplo. Outra atitude que adotei é o silêncio. O silêncio de uma pessoa mata! Podem acreditar. Quando alguém deixa de falar connosco da mesma maneira e se silencia, isso tem um poder inacreditável. Essa a minha forma de contornar o menos bom até mudar totalmente, até porque as pessoas vão percebendo o que nós queremos mostrar e elas próprias acabam por se afastar também. Estou escrevendo isto, mas eu não sou assim tão contida, tão flexível, explodo num segundo, mas ''façam o que eu digo, não façam o que eu faço.''. 😏 Este pensamento não é de todo desconhecido para quem lê o blogue regularmente, mas coincide com aquilo que ultimamente tem acontecido no meu dia a dia. Nem sempre se passa comigo e, sim ao meu redor e a escolha das frases do mês é feita com base nos últimos acontecimentos, penso que posso dizer assim. Bom, a ideia é esta: seja lá o mal que te faça sofrer, muda. Afinal, não és uma árvore nem estás preso ao chão, mas fá-lo com sabedoria. Devagarinho, dia após dia, vai construindo a tua vida, o teu lugar. Se quiseres mudar de lugar, trabalha para isso, pensa quais são as tuas prioridades, o que tens que fazer, avalia o que vais perder e o que vais ganhar. Muitas vezes, mudar de lugar significa perder muita coisa. ‘’Como assim?!’’ - perguntam vocês. Pensem, por exemplo: se no lugar onde vivem conseguem poupar 1000€ mensais, sair todos os fins de semanas, comprar o que vocês gostam, mas mesmo assim, querem mudar de cidade, de país... no entanto, a partir daí só conseguem poupar 300€ mensais, não podem sair todos os fins de semana, não podem comprar o que gostam como dantes… e aí? Estão dispostos? Nem sequer, é preciso falar de dinheiro, é só pensar na carga horária de trabalho, nas facilidades e dificuldades que têm agora e terão depois. Se vocês são capazes, vão! Não admitem que ninguém vos diga que não conseguem! Se hoje vocês são pobres, amanhã serão ricos! Que se lixem os outros!!! Não é porque eles não conseguem ter o que desejam, que tu não podes ter o que desejas. Tu podes, se tu quiseres. Trabalha para isso! Cá para nós… eu sou capaz! Eu mudo o que for preciso, sacrifico-me o quanto for preciso, choro baba e ranho, esperneio, mas eu vou, eu vou, eu vou! Mesmo que tenha de voltar para trás vezes sem conta. Mas quando eu quero mudar alguma coisa na minha vida, eu ando, eu corro, eu choro, eu torço-me toda mas eu vou e chego lá. Não mastiguem o que vos sabe mal, não se acomodem, não deixem estar. Não gostam, mudem!

 
Imagem do Google Imagens

 

Mais sobre mim

foto do autor

Guardados no baú

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Depois não digam que eu não informei

1-Devido à importação dos textos de uma plataforma para outra, alguns deles surgiram sem espaço entre as palavras, sem pontuaçãoetc. De modo que, alguns posts anteriores a 5 de Nov. de 2018, ainda estão por corrigir. 2-Relativamente às imagens utilizadas no blog, como sempre refiro a fonte no fim de cada post, a maioria delas são retiradas da Internet. No entanto, se algum autor de alguma imagem ''passar por aqui'' e não permitir a sua utilização, por favor envie e-mail que logo que possível a imagem será retirada. As restantes, são mesmo fotografias minhas e outras são criadas por mim com auxílio de alguns programas de edição de fotografia e design. Em todo o caso, eu identifico sempre a origem de todas as imagens e fotografias utilizadas no blog.

Fala comigo em

blogdomaufeitio@sapo.pt