Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Frase do mês



Eu gosto do amor prolongado.

 

Aquele que se prolonga por horas e que se estende por anos.

Que se duplica por décadas e multiplica-se por séculos e ultrapassa a eternidade porque até a eternidade é miseravelmente curta para ele.

Eu gosto do amor que nos acorrenta, que nos amarra, que nos prende, que faz doer e sofrer, chorar e mendigar, que machuca, que rasga,que nos leva até ao fundo tão profundamente fundo que tudo é pouco para amar.

Ao mesmo tempo liberta e deixa livre.

Eu gosto do amor vindo de longe para ficar, para se manter, para permanecer e nunca mais voltar.

Eu gosto do amor velho, antigo, sábio que sabe o que quer e luta com todas as suas forças para ser e amar porque amar e ser amado é a sua única condição.

Eu gosto do amor forte, firme, sem medidas.

Eu gosto do amor nu e despido de complicações e dramatizações.

Ele já é complicado e dramático porque não há amor que não o seja.

Eu gosto do amor que sinto em todo o meu ser,

Que mesmo não haja aqui

Está dentro de mim

Eu gosto do amor desesperado, inquieto.

Eu amo o amor que vive, revive e não morre.

Mas que, por amor se mata!

Eu gosto do amor que diz, confessa, promete e cumpre. 

Eu amo o amor que sofre por amar, que magoa por amar, que sufoca por amar, que briga por amar e que vive, revive, insiste e persiste e ressuscita por amar!


 


Resultado de imagem para amor
Imagem do Google Imagens


 

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Frase do Mês

Sem frase.

Fala comigo em

blog_maufeitio@sapo.pt

Informação

As imagens utilizadas no blog, como sempre, refiro a fonte no fim de cada post, a maioria delas são retiradas da Internet. No entanto, se for o autor de alguma imagem e não permitir a sua utilização, por favor envie e-mail ou deixe nos comentário que logo que possível a imagem será retirada. As restantes, são mesmo fotografias minhas e outras são criadas por mim com auxílio de alguns programas de edição de fotografia e design. Em todo o caso, eu identifico sempre a origem de todas as imagens e fotografias utilizadas no blog.