Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Desafio - 30 DIAS ESCREVENDO

Inicio a 01 de Outubro de 2022 Ler o post

Eu juro que não entendo...

mau feitio, 18.06.18

Eu não entendo. Eu juro que não entendo. Ora, vejamos:devido às alterações climáticas o território do meu país está cada vez mais seco, cada vez é mais difícil colmatar a seca, embora que a situação já esteja regularizada mas o que é verdade é que no ano passado cerca de 56% do território encontrava-se em seca extrema o que afetou vários setores e contribui para que os incêndios postos por psicopatas se alastrassem por grandes áreas do país. Houve grandes tragédias por isso. Mais de 100 pessoas no total morreram sem ao menos ter a oportunidade de se despedir. Crianças morreram. Animais morreram. Vidas ficaram destruídas e, em alguns casos não se voltarão a recompor. Chegou-se a uma altura que não havia um único distrito que não estivesse a arder. O calor era insuportável. A chuva teimou em não aparecer. Existem previsões de seca futura e permanente. Os recursos naturais são cada vez menos, se não é que já não acabaram. E, ainda há uns idiotas que aparecem na televisão a dizer que o verão devia se prolongar até novembro com temperaturas elevadas porque este ano o calor tardou em chegar… o que é que acham?! Eu juro que não entendo. E, ainda se queixam que veio mais tarde… asério?! O que eu quero dizer é que eu também quero o verão, também quero ir à praia, mas, tendo em conta, os acontecimentos catastróficos  do ano passado e eu nem sequer estou no meio desse cenário, ainda bem que fez mau tempo até agora e espero que o verão deixe a chuva aparecer, de vez em quando, pois quando o Planeta Terra se esgotar, vão-se todos à vida. 
 
Imagem do Google Imagens
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.