Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Assédio sexual

mau feitio, 07.02.19

O assédio sexual é cada vez mais comum do que qualquer outra coisa, infelizmente. Arrisco-me a dizer que é tão comum que se torna normal, quase imperceptível (às vezes, nem nos apercebemos que estamos a ser vítimas de tal coisa). Às vezes, não temos noção de quantas formas de assédio existe e quantas vítimas existem (mulheres e homens). Sim, porque os homens também sofrem tanto como nós, nem sempre damos importância a isso, talvez porque associamo-los aos agressores, violentos, àqueles que cometem o crime e não aquele que sofre com ele. 
O que fazer em caso de sermos vítimas de assédio sexual e se a pessoa que o praticou, não fazia parte da nossa lista de pessoas capazes de o fazer? Se é tão chocante para nós que não consegumos racicionar? Temos culpa? Será que demos espaço para isso? Será que fizemos algum sinal para isso acontecer? Tanta pergunta. Alguém tem respostas? E nós, será que já assediámos alguém, mesmo que,  de forma inconsciente?
Eu penso que, a primeira atitude a tomar é pensar e  tentar perceber o que se passou, de seguida, partir para um conversa esclarecedora, pois a pessoa pode fazer um comentário e não se aperceber da gravidade do seu comportamento, evitar a pessoa e denunciar. Mas jamais, devemos nos intimidar perante a pessoa e situação.
O que vocês acham?

 

imagemassedio-1024x683.jpg

Imagem do Google Imagens

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.