Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

A minha dúvida sobre a inteligência

mau feitio, 21.11.18

Por acaso, tenho esta dúvida: existem pessoas mais inteligentes do que outras e é verdade que existem pessoas que não têm inteligência?
Já pesquisei sobre isso e li algumas páginas que falam sobre isso, mas ainda não estou esclarecida sobre o assunto nem encontrei ninguém da área que me pudesse explicar. Porém, tenho a minha opinião sobre alguns aspetos. Segundo aquilo que andei a ler recentemente e aquilo que aprendi durante o meu tempo de estudante, existem vários tipos de inteligência relacionados com diversas áreas:

10072160-11913960-0001-0-1504699088-1504699092-0-1e, na minha opinião é muito mais correto dizer que todos nós temos inteligência, cada um com o foco direccionado para uma área diferente do que dizer que alguém não é inteligente. Eu penso que dizer que uma pessoa não é inteligente, ou seja, que é burra é ríspido demais. Até os burros só são burros de nome, pois são animais muito inteligentes. Se até no reino animal (irracional) já foi comprovada inteligência, por que raio haverá pessoas sem ela?! Se bem que a burrice deve ser atribuída àqueles que se tomam como superiores aos outros, mas exceto essas aves raras e transmisoras das piores doenças e, independente das respostas que poderei obter à minha dúvida, a minha opinião dificilmente mudará: eu penso que todo o ser animal tem inteligência. No que diz respeito a nós pessoas, penso que a nossa inteligência evolui de acordo com a nossa personalidade, com o nosso quotidiano, com os nossos interesses, etc. Existem sim, pessoas mais focadas, mais concentradas que conseguem resultados mais rápidos e melhores do que outras que são distraídas, preguiçosas. Existem pessoas que precisam de estudar mais, de se esforçar mais. Existem pessoas que necessitam de apoio e acompanhamento, mas todos chegamos lá, mesmo as pessoas com alguma deficiência cognitiva ou doença mental que dificulte a aprendizagem. Por que não? Há tantos estímulos para ajudar essas pessoas. Quantas e quantas mentes maravilhosas  são desconhecidas pela sociedade devido às vicissitudes da vida? E, quantas pessoas atingem os melhores resultados na teoria e, depois não ''dão uma pra caixa'' na prática? De que vale ter lido 40 livros num ano, se a pessoa não sabe argumentar? Viajar uma vida inteira e não saber a cultura dos países, lugares e regiões que visitou? Pouco inteligente, não? Eu discordo que se julgue alguém não inteligente. A inteligência tem que ser trabalhada. Se uma pessoa nasce e fica a vida toda enfiada em casa, se não tiver acesso ao conhecimento, se não for estimulada, se não for à escola é como se não tivesse inteligência, porém, não significa que não tenha. De fato, não tenho argumentos para escrever sobre a quantidade de inteligência que uma pessoa tem em relação a outra. Para tal, precisava de estudar a fundo, no entanto, é-me indiferente. Eu acredito que cada um de nós tem o seu tipo de inteligência e mais propensão para umas áreas do que outras e o seu modo de pô-la em prática. Há pessoas que amadurecem mais depressa  do que outras e cuja experiência de vida encontram ferramentas diferentes para viver. E, apesar de ter usado ''muito inteligente'' em relação ao animal burro, não gosto muito de dizer ''ele(a) é muito inteligente'' e ''mais do que'', como se a outra pessoa em questão não fosse ou se fosse um milagre ser inteligente. Apesar da minha dúvida, esta é a minha opinião. Eu nunca gostei de números, quantidades nem percentagens e, penso que seja desnecessário atribui-los a pessoas como se fôssemos etiquetas de supermercado. A dúvida persiste... porém tenho-o dito!

 

*Imagem retirada de Google Imagens

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.