Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

A falar com o meu ''eu''

mau feitio, 01.09.17
De todas as vezes que morri, não morri. Apenas existi.Mas haverá no mundo morte mais dolorosa e mortífera do que existir sem viver?Eu pergunto-te e tu não me respondes. Onde estás?
― Estou aqui. - dizes tu.
― Mas eu não te vejo. - Lamento.
Quem me dera ver-te, tocar-te, sentir-te cheirar-te,consumir-te... ah! Que triste sou eu sem te ter.
O que faço eu num mundo a preto e branco, desigualmente igual. Que vida tão cinzenta.... tenho de comprar cores e pintar o céu, o mar,as árvores, as pessoas, os sorrisos, os corações... quanto custa? É o preço do que não custa, porque não está a venda. - Explicas tu aborrecido.
― Não?! - exclamei.
― Mas como fazem as pessoas que vivem na vida? -interrogo com espanto.
― Apenas vivem. - respondes tu chateado.
― Não entendo, mas não te aborreço mais.
As pessoas deviam comprar aguarelas e colorirem-se. E aquelas que existem no mundo? Deixa, eu não te aborreço mais.
De todas as vezes que morri, não morri. Apenas existi. Mas haverá no mundo morte mais dolorosa e mortífera do que existir sem viver?






 Imagem do Google Imagens




 
 

2 comentários

Comentar post