Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Aqui sinto-me em casa. E de que falamos na nossa casa com quem nos faz sentir bem? Sobre tudo!

O blog do Mau Feitio

Aqui sinto-me em casa. E de que falamos na nossa casa com quem nos faz sentir bem? Sobre tudo!

30 DIAS ESCREVENDO #10

Algo que te orgulha dentro de você mesmo

Oie!

Mais um dia de desafio... Bem-vindos!

Se há algo que me orgulha é a minha DETERMINAÇÃO!

Estou a borrifar-me se tenho uma deficiência, se nasci assim e assado, eu nasci e pronto!

E, desde o momento que vim ao mundo, foi para ser útil e, apesar de ter muitaaas forças a apontar na minha direção para eu fazer o que ''todas'' as pessoas acham que as pessoas com deficiência devem fazer que é (pelas opiniões que tenho recebido ao longo da minha existência) ficar em casa a receber uma pensão de invalidez, caladinha, sem opinião e etc, etc... eu não me resigno, porque eu considero que, independente do que eu tenho, eu nasci para ser igual e ninguém me vai tirar esse direito em tooooooooooooooodoooooooooooooooos os sentidos. Eu não sei quando foi que tomei essa decisão mas foi muito cedo na minha vida. 

Igual fazendo a diferença.

É disso que me orgulho mais.

Décimo dia já está!

Beijs.

 

30 DIAS ESCREVENDO #9

Uma lição que você aprendeu ao longo dos anos.

Bem-vindos ao nono dia do desafio!

Ora bem, uma das lições que eu aprendi ao longo dos anos, mais precisamente,  de quatorze anos para cá é que devo guardar (mais) para mim o que me vai acontecendo: as minhas vitórias, derrotas, sonhos sucessos, as minhas ideias, o trabalho que tenho para conquistar algo maior. Se sei que tenho prioridades ou privilégios. Ser mais discreta quanto a isso. 

Porque aprendi ao longo dos anos que, talvez, algumas pessoas ao meu redor não queiram tanto o meu bem como parecia. Ou consideram que não mereço... e têm muita opinião... maldosa, por vezes.

Acho que, essencialmente, é isso. 

Não sei explicar doutra forma.

Nono dia já está!

Beijs.

30 DIAS ESCREVENDO #8

Compartilhe algo que no passado não conseguiu dizer

Olá!

Sejam bem-vindos ao oitavo dia do desafio.

Sem dúvida que há muitas coisas que fazem parte do meu passado sobre as quais eu não me consegui pronunciar, mas prefiro não me focar só numa e sim, falar (escrever) sobre o todo.

O que posso partilhar sobre essa questão é que mais ou menos até ao dezassete anos eu não conseguia verbalizar o que sentia perante os outros. Era gozada, sofria bullying físico, verbal e psicológico e não conseguia defender-me. Se por acaso, criassem uma intriga sobre mim, eu não respondia, apenas consentia. Não brincava com os outros, não ria... Se fosse confrontada com algo menos positivo, independentemente de eu ter culpa ou não, eu não tinha voz. E, em boa verdade, esse facto criava um certo gozo nas pessoas o que lhes dava poder para continuar a fazê-lo.

Isto tem a ver com os meus complexos que tinha e, alguns casos, ainda tenho sobre a minha deficiência na fala e com o facto de eu me sentir excluída o que me levava a excluir-me também muitas vezes. 

Mas essa realidade mudou quando fui para o Liceu aos dezassete anos e aí, eu decidi que tudo seria diferente.  E mesmo que eu não tivesse decidido, tudo começou de forma diferente.

Tanto o Liceu como a residência onde vivi durante três anos deram-me ferramentas para pôr cá para fora a força que tinha guardada dentro de mim, graças a muitas pessoas que encontrei e a uma nova vida na cidade que eu adoro e tudo o que isso proporcionou.

Hoje em dia, se for abordada com alguma questão, respondo. Sei me defender, consigo fazê-lo. Opinar, tenho voz. Consigo brincar, rir, fazer piadas, etc... Claro que, há situações que ainda tremo e prefiro ficar calada. Principalmente, quando eu vejo que a pessoa quer é discutir ou tem um estado grave de saúde mental (já me aconteceu, por isso menciono), quando me apercebo disso, calo-me. Porquê? Vou discutir com pessoas que, claramente, vejo que estão a ter uma crise ou se eu responder vão ter uma? Não. É uma escolha minha não o fazer.

 

Bom, é isto. 

Oitavo dia, já está!

Beijs.

30 DIAS ESCREVENDO #7

Músicas que no passado você adorava.

Oláaaaaa!

Neste sétimo dia do desafio, é-me pedido para partilhar músicas que no passado eu adorava... Então vamos lá recuar um bocadinho no tempo...

Vou listar cinco músicas:

1- Perdoa-me dos Anjos;

             

2- Eu Sou Aquele dos Excesso

               

3-  Tudo o que eu te dou de Pedro Abrunhosa (adorava e adoro!!)

           

4 - Jardins Proibidos de Paulo Gonzo com Olavo Bilac

       

5 - Tô nem aí de Luka

            

 

Eu só escolhi cinco músicas porque se eu fosse listar todas as músicas, não saía daqui nem amanhã.

São cinco das músicas que eu adorava ouvir quando era mais nova.

Sétimo dia, já está!

Beijs.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

30 DIAS ESCREVENDO #6

Cinco coisas que conquista seu coração

Olá, olá!

Hoje é o sexto dia do desafio e tenho de partilhar cinco coisas que conquista o meu coração.

Vou basear-me no que diz respeito aos comportamentos para comigo.

Então vamos lá:

A primeira coisa é lembrarem-se de mim independentemente da situação. Não é preciso grandes espetáculos nem pouco a pouco, mas uma simples mensagem num dia qualquer, no meu aniversário... Sem eu ser sempre a primeira pessoa a lembrar-me.

Segunda coisa... Contarem comigo. Como posso explicar isto? Por exemplo, precisam de ajuda? Podem contar comigo. Saber que os outros sabem que podem contar comigo.

Terceira coisa, um sorriso genuíno simplesmente.

Quarta coisa,  terem tempo para mim, para tomar um café, para uma conversa...

Quinta e última coisa, quando me oferecem um presente, ser um presente dirigido à minha pessoa e não para a minha casa ou só para despacharem algo. 

Muito bem, sexto dia já está! 

Bejs.

 

30 DIAS ESCREVENDO.png

Design Canva

 

30 DIAS ESCREVENDO #5

Liste cinco lugares que deseja conhecer.

Oie!

Com que então, quinto dia de desafio...

Humm... Cinco lugares que desejo conhecer são:

1. Dinamarca

o-que-fazer-na-dinamarca.jpg

Porquê?

Quando eu era mais pequenina ainda, eu achava piada por começar pelo meu nome, à maneira que fui crescendo (não muito ), comecei a ver imagens e a ler sobre o país o que me despertou real interesse em conhecer.

2. Suíça

download.jpg

Pelas paisagens, história e cultura.

3. Nova Iorque.

Above_Gotham.jpg

Acho que é por pura ilusão. A cidade que nos filmes mostra que tudo é possível.

4. Grécia

download (1).jpg

Grécia soa-me a mistério... E eu gosto de desvendar mistérios...

5. Vila Flor (municipio do distrito de Bragança, Portugal)

design_sem_nome__2__1_1700_900.png

Simplesmente, pelo nome. 

 

Bom, é isto.

Quinto dia, já está. 

 

Imagens do Google Imagens

 

 

 

30 DIAS ESCREVENDO #4

Uma pessoa ou algo que te inspire.

Bem-vindos ao quarto dia do desafio.

Vamos lá:

Algo que me inspira profundamente, definitivamente é a música.

Adoro ouvir música. Recorro à música várias vezes ao dia, nomeadamente para escrever.

Gosto de quase todo o tipo de música. A minha banda preferida são os Bon Jovi  e o meu cantor preferido é o Pedro Abrunhosa, desde sempre. Aliás, eu tive a oportunidade de ir ao concerto do Pedro Abrunhosa na festa do meu concelho no passado dia 16 de Julho de 2022. Adorei.   

Para escrever, às vezes ouço Four Seasons de Antonio Vivaldi.

Bom... Sem mais delongas, é isto.

Quarto dia, já está. 

Le quattro stagioni, conhecidos em português como As Quatro Estações, são quatro concertos para violino e orquestra do compositor italiano Antonio Vivaldi, compostos em 1723 e parte de uma série de doze publicados em Amsterdão em 1725, intitulada Il cimento dell'armonia e dell'inventione.

               

Vídeo retirado deste canal

Descrição Wikipédia

 

30 DIAS ESCREVENDO #3

O que te deixa triste, ou negativo.

Bem-vindos a mais um dia de desafio!

Vamos lá...

O que me deixa triste e/ou negativo neste momento é a minha situação atual: desempregada.

E não só. 

O facto de estar desempregada e ser portadora de deficiência é o que me deixa negativa. 

Eu começo a olhar à minha volta e, simplesmente, não vejo mais lugar para mim, depois penso no futuro e a minha cabeça começa a pôr os macaquinhos que vivem lá dentro a trabalhar e záz! Um cenário de terror!!

Uma verdadeira e profunda onda de negatividade e tristeza  invade-me e começo a questionar tudo: ''porquê que sou assim?'', ''nunca mais vou ter trabalho?'' ''será que sou capaz?''.

Não é a primeira vez que estou desempregada, contudo é a primeira vez que duvido das minhas capacidades... 

Tento abstrair-me e manter-me positiva, porque também não estou sentada à sombra da bananeira à espera de D. Sebastião me traga uma solução mas cada vez  está mais difícil. 

Bom... Dias melhores virão!

É isso, pessoal. De momento, é o que me deixa triste e/ou negativa.

Terceiro dia já está! 

Beijs.

30 DIAS ESCREVENDO.png

Design Canva

 

30 DIAS ESCREVENDO #2

Algo que te contaram e você nunca esqueceu.

Urgente, urgente!

Eu preciso que alguém me conte algo suficientemente extraordinário para eu nunca esquecer, porque eu não me lembro de nada que me tivessem contado que me tivesse marcado tanto assim...

Bom, algo que me ''contaram''... duma certa forma, foi-nos contado e que eu jamais esquecerei foi o acidente que levou à morte da Princesa Diana em 1997. Já comentei um post aqui na plataforma sobre esse acontecimento. Eu tinha 6 anos e lembro-me perfeitamente. Marcou-me imenso.

Peço desculpa mas acho que nunca me contaram nada tão marcante que não me tenha esquecido até hoje... 

Vá... talvez este post não conta mas vale o que vale. À exceção de acontecimentos históricos, não me lembro de nada... Esqueci-me de tudo o que me possam ter contado.

Bom é isto. 

Segundo dia, apesar de tudo, já está.

Beijs.

 

30 DIAS ESCREVENDO.png

Design Canva

 

30 DIAS ESCREVENDO #1

Dez coisas que te deixe feliz.

Boas!

Como já tinha partilhado convosco neste post, hoje inicio o desafio 30 DIAS ESCREVENDO e para começar, tenho de partilhar dez coisas que me deixa feliz.

Vamos lá!

Primeira coisa é o meu café com leite. Eu não vivo sem o meu café com leite, meia chávena de café quente q.b., meia chávena de leite com açúcar a gosto e é felicidade total. Tomo várias vezes ao dia. Ah... é café Sical. Aquele em pó, sabem? Muito bom! Como faço? Fervo uma cafeteira de água, coloco uma colher de sopa de café q.b., deixo o pó abater et voilá!

Segunda coisa que me deixa feliz é não ter nada marcado. Gosto dos meus dias assim quando não tenho responsabilidades a cumprir, obviamente. Acordar e ter o meu dia por minha conta, se quiser sair, saio... Se quiser ficar em casa, fico... eu tenho o comando da minha vida.

Terceira coisa será nadar. Sem dúvida. É algo inexplicável o que eu sinto quando estou a nadar de preferência em água salgada.

Quarta coisa é escrever. Já escrevi sobre isso. É uma paixão que me acompanha desde os 7 anos e, por mais que digam o contrário, eu considero-me uma escritora. O artista é aquele que faz arte, ponto final. Independente de ser renumerado ou não. Eu escrevo com todo o meu ser. 

Quinta coisa, ouvir música aos BEEEEERROOOOOOOOOOOOOOS! Eu gosto. Pareço que sou transportada para outro mundo, às vezes choro, rio,  outras só viajo pelo que já vivi... pelo presente, imagino o futuro...

Sexta coisa, andar de bicicleta. Já não ando há muito tempo, mas em breve, andarei novamente. É algo que adoro fazer desde criança.

Sétima coisa, ler um bom livro que me envolva tanto que pareça que estou dentro da história e me faça perder a noção do tempo.

Oitava coisa, a chuva. Adoro chuva. Ouvir e sentir. Às vezes, ando propositadamente à chuva.

Nona coisa, trabalhar. Faz-me sentir igual. Aliás, torna-me igual.

Décima coisa, tomar banho. Às vezes, só isso apetece.

 

Bom... aqui estão dez coisas que me deixa feliz. Não estão por ordem de preferência, não foi pedido no desafio. Apenas fui escrevendo conforme me ocorria.

Espero que desfrutem do post.

Primeiro dia já está!

Beijs

 

30 DIAS ESCREVENDO.png

Design Canva

30 DIAS ESCREVENDO

Desafio

Olá,

Eu vi este post no Pinterest:

b10e480d89eed1ac7ecb0d289a1d4d62.jpg

achei giro e interessante pelo que resolvi fazer o desafio. Não sei se conseguirei fazer todos os pontos mas vamos lá. 

Vou começar no dia 1 de Outubro e os posts serão publicados sempre às 19h00 (Açores).

No post Resumo da Semana queixei-me de ser cada vez mais difícil contornar os dias sem ''nada'' para fazer... Ora bem, aqui está algo interessante para ocupar os tempos mortos dos meus dias e que me fará pensar muito.

Se mais alguém fizer o desafio, se quiser, marque-me e a este post para eu também ir ler os vossos posts.

Beijs.

 

Imagem daqui

Sobre mim

foto do autor

Calendário

Abril 2024

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Frase do Mês

Ler o post

Informação

A maioria das imagens e vídeos utilizados no blog são retirados da Internet. No entanto, se for o autor de alguma imagem ou vídeo e não permitir a sua utilização, por favor envie e-mail ou deixe nos comentários que logo que possível serão retirados.
Blogs Portugal

Escrito antes

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D