Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Frase do Mês

fewrtyhtyukgudr jukloiiuyrtyyyutfyufhjfyujyuijhjtfyhutyutyujtyjyjtyujtitf7iyujtjmjyugy tykkyujftyjfyujufjkyguyujkyuhujyuyjjtyjyui7yjyukuykikt7inhjyuuuujkgyu jukguur uujtyyjjyu.

Estou sem inspiração para a ''frase do mês''. Cansada de ontem... ainda. E sem vontade de escrever, por mais incrível que pareça. Na verdade, apetece-me arrancar cabeças e esmaga-las, mas isso é outra história. 
Isto fewrtyhtyukgudr jukloiiuyrtyyyutfyufhjfyujyuijhjtfyhutyutyujtyjyjtyujtitf7iyujtjmjyugy tykkyujftyjfyujufjkyguyujkyuhujyuyjjtyjyui7yjyukuykikt7inhjyuuuujkgyu jukguur uujtyyjjyu é como me encontro. Sem inspiração.

Frase do mês

Amizade

 

Olá. 
Como tinha ''dito'' no post em que convidei as pessoas a ''desenvolver'' a frase do mês comigo, hoje Segunda-feira finalizo o objetivo, mencionando as respostas das pessoas à pergunta: ''o que significa amizade para vocês?''. Infelizmente, foram poucas as pessoas que responderam, talvez não expliquei bem o meu objetivo... mas é a primeira vez que faço algo do género, porém tive algumas respostas. Antes poucos do que nenhum e poucos mas bons, como se costuma dizer. 
Como também já tinha referido, este mês não escolhi uma frase e, sim uma palavra, a palavra amizade. 
Para mim, amizade é ser igual do príncipio ao fim. É servir e ser servido. É um olá envergonhado no inicio, um sorriso carinhoso no meio e uma gargalhada bem estridente no fim. É dizer ''estou aqui!'', ''Eu te amo de amigo'', '' Tu és apanhado dos miolos mas eu gosto de ti!''. Ser amigo é quando não se está, nunca se deixa de estar!
É contar, confiar, chorar, descobrir, partilhar, experimentar... juntos.
Ser amigo é o melhor que podemos ser e o melhor que podemos ter! Amizade é nunca, jamais, em circunstância alguma, mudar. Mesmo que a vida nos transforme, mesmo que tudo na nossa vida mude, mesmo que o nosso olhar escureça, mesmo que o nosso ser torça de tanta dor, nós continuamos amigos como dantes, como agora e como sempre e para sempre, mesmo que não haja sempre. Para a amizade há, para a verdadeira amizade há! É nunca abandonar, deixar, trocar, deitar fora... ser amigo é ter milhões de amigos novos e nunca deixar de parte os velhos. Amizade é amar a diferença do outro. É, entre todos, encontrar uma pessoa que te sorria.
Pronto, é este o significado que eu dou a amizade, a ser amigo. 
A todos os meus amigos, aos que tive, tenho e àqueles que terei, agradeço de coração por  terem feito e fazerem parte da minha vida, presente ou ausente, pois amigo mesmo que, fisicamente ausente, está sempre presente. '' EU VOS AMO DE AMIGA.''
E, sem mais demoras, partilho as respostas de quem respondeu à minha pergunta:


"A amizade é pérola preciosa". - Tudo Mesmo

''A amizade é um encontro de almas.'' - Alfa

 

''Amizade é amar sem medida.'' - Nuvem

 

''A amizade para mim é sabermos estar...estar presentes na vida dos nossos amigos nas alegrias e nas tristezas!'' - Vip mas Pouco 

 

Concordo com todas as respostas. Acho lindo! Numa rede social onde partilhei o post, houve alguém que respondeu ''This is aweosme :)'', eu deduzo que essa pessoa não tenha percebido nada do que escrevi, só comentou por comentar. Mas sim, a amizade é AWEOSME!  Outras pessoas, tanto aqui como nas redes sociais onde partilhei o post, optaram por deixar apenas o seu ''gosto''.
Independentemente da forma como se manifestaram, eu agradeço a tooooodos por terem ''participado''.

Beijs.

 

 

Convite ''para a frase do mês''

Amizade

Para este mês, escolhi somente uma palavra, a palavra Amizade.
Querem desenvolver a frase do mês comigo? É assim, vocês respondem à pergunta:''O que significa para vocês amizade?''. e, na Segunda-feira, eu escrevo um post com todas as vossas respostas, identificando devidamente cada pessoa, se o desejarem.
Por exemplo:
''A amizade é um sorriso.'' - D.C.

 Aceitam? 
Beijs.

Learn the basics on May 15, 3 pm at The Stockton C

 

 

Frase do mês

''Deus dá o frio conforme a roupa.''

Ditado popular

Para este mês, escolhi um ditado popular como frase do mês. Provavelmente, vocês conhecem de outra forma, mas eu conheço desta, cada sitio, seu costume. Certo?
Pois bem, eu sempre ouvi este ditado da boca dos antigos da minha freguesia, inclusive o meu pai, que não é assim tão velho mas já tem alguma bagagem. De vez em quando, contam-se histórias do antigamente, da infância faminta, gelada e roubada pela necessidade do ''tem de ser''. Mas, em algum lugar e por alguma razão desconhecidos e incompreensíveis, infância feliz e cheia de memórias. 
E a história onde ''entra'' este ditado (veridica, que se passou aqui na minha freguesia) que eu ouço vezes sem conta e nunca me canso de ouvir é mais ou menos, assim:

Era um dia frio de rachar penicos,
Os homens estavam sentados na loja a conversar e, no caminho a jogar à bola, estava um grupo de meninos pobres de pés descalços, com roupas curtas, como se fosse Verão, sem frio algum. No outro canto, estavam os meninos ricos, vestidos com casacos, todos bem agasalhados, a tremer de frio. 
Nisto, um homem a observar as duas situações, exclamou:
''Louvado seja Deus!, Deus dá o frio conforme a roupa.''.

Não estou a ser fiel a todas as palavrinhas, embora já a tenha ouvido mais que uma vez, não memorizei totalmente o discurso, palavra por palavra. 
Mas quis partilhar convosco, pois é uma das histórias que eu mais gosto de ouvir. Talvez, porque são recortes da juventude daqueles que viveram noutra época. E, isso delícia-me! Mas... entenderam a história? Apesar dos meninos pobres não estarem vestidos conforme a estação, estavam felizes a jogar a bola. Até parecia que o corpo lhes fervia. Enquanto que, os ricos bem vestidos e bem agasalhados, só se limitavam a ver os outros brincar, pelo tamanho do frio que sentiam. Como eu digo muita vez, a felicidade é pobre mas dorme  de barriga cheia. Relativamente ao ditado, não pratico a religião,  mas eu acredito em Deus. Não ''compro'' as ''crentices'' todas. Acho que há muita coisa tola, feita pelo Homem em nome de Deus. Tola, hipócrita e com muito interesse e falsidade envolvidos. Desculpem-me. No entanto, seja Deus ou outro poder superior que exista, eu concordo com o ditado, que tudo é feito para o tempo em que está, como é e como tem de ser. Seja Deus ou não,  eu acredito que tudo acontece quando, como, com quem e onde tem de acontecer.

Frase do mês

Confusionite alheada.

 

Este mês não tenho uma frase e também não existe a palavra ''confusionite'' penso eu. Nem esse termo '' confusionite alheada'' faz o menor sentido. Mas o blog é meu e se os grandes nomes da literatura criaram palavras próprias ou pelo menos, permitiram que fosse possível criar-se novos estilos literários com origem no seu nome, por que é que eu no meu blog, não posso criar as minhas próprias palavras e o meu estilo literário? Estilo Diniano? Ah? LOL  'tou-me a passar!
Bem... voltemos à frase. Fiz essa escolha, porque já comecei este mês meio alheada, meio emocional, meio tudo, confusa, meio sem sentido. Nada faz sentido para mim, este mês como a ''frase'' que escolhi.  Comecei a recordar o passado, com saudades... com as lágrimas a picarem-me os olhos... também não gosto de Dezembro, é Natal e tal e não sou uma grande fã... é por isso... sempre que chega a esta altura eu fico meio... alheada, insatisfeita... nem sei explicar... fico sempre desiludida com a época. Enfim! Só me apetece saltar para Janeiro.  Se pudesse dar um cognome a Dezembro, seria ''o sem sentido''.
O maldito do passado não me deixa, o meu passado é agridoce, mas, mesmo só com 28 anos, mudava tanta coisa... agora já não dá. No entanto, também houve momentos bons e eu tento sempre alimentar o pensamento que nós precisamos de passar por tudo na vida para aprender e crescer. (é típico de mim, relembrar-me de todos os momentos maus que vivi quando estou assim), mas tudo é importante, tudo é necessário! 
Pessoal, eu não estou muito inspirada para textos longos e desenvolvidos. Lá está a confusionite alheada... mas, apesar disso, desejo um bom mês de Dezembro, bom regresso a casa, boa semana e a gente vai-se falando...

Beijs

Frase do mês


‘’If you don't like how things are, change it. You 're not a tree.’’

Jim Rohn


Para este mês, escolhi esta frase de Jim Rohn se não estiver errada, que traduzida quer dizer: ‘’ Se tu não gostas das coisas como estão, muda isso. Tu não és uma árvore’’, também há quem diga: ‘’ Se tu não gostas do lugar onde estás, muda. Tu não és uma árvore.’’. Fiz essa escolha porque partilho do mesmo pensamento. Mesmo que não possamos fazê-lo no instante presente da nossa vida, penso que devemos e temos todo o direito de trabalhar para mudar o que nos incomoda, independente do que seja.

Às vezes, não temos de cortar ligações ou acabar com uma situação,  apenas temos de ter ‘’jogo de cintura’’, e, na minha opinião, é tentar conduzir as situações que não nos agrada o melhor possível até nos podermos libertar totalmente do que nos causa mal. Sim, há ações alheias e momentos que necessitam de um término imediato, mas há outras que é melhor ir digerindo até pôr um ponto final. No entanto, como diz na própria frase não somos árvores, não temos de suportar calados e levar na cara sempre que nos ‘’levantam a mão’’. Uma das atitudes que adotei quando algo me incomoda é o afastamento, começo a afastar-me, principalmente, de pessoas que eu vejo que não têm capacidade de entender que não gosto das suas atitudes, que me estão a invadir, que não me sinto bem, ainda que eu lhes explique isso e peça para não repetir. Então, vou-me afastando devagarinho… contornando as situações, se eles vão pela esquerda, eu atravesso para a direita… por exemplo. Outra atitude que adotei é o silêncio. O silêncio de uma pessoa mata! Podem acreditar. Quando alguém deixa de falar connosco da mesma maneira e se silencia, isso tem um poder inacreditável. Essa a minha forma de contornar o menos bom até mudar totalmente, até porque as pessoas vão percebendo o que nós queremos mostrar e elas próprias acabam por se afastar também. Estou escrevendo isto, mas eu não sou assim tão contida, tão flexível, explodo num segundo, mas ''façam o que eu digo, não façam o que eu faço.''. 😏 Este pensamento não é de todo desconhecido para quem lê o blogue regularmente, mas coincide com aquilo que ultimamente tem acontecido no meu dia a dia. Nem sempre se passa comigo e, sim ao meu redor e a escolha das frases do mês é feita com base nos últimos acontecimentos, penso que posso dizer assim. Bom, a ideia é esta: seja lá o mal que te faça sofrer, muda. Afinal, não és uma árvore nem estás preso ao chão, mas fá-lo com sabedoria. Devagarinho, dia após dia, vai construindo a tua vida, o teu lugar. Se quiseres mudar de lugar, trabalha para isso, pensa quais são as tuas prioridades, o que tens que fazer, avalia o que vais perder e o que vais ganhar. Muitas vezes, mudar de lugar significa perder muita coisa. ‘’Como assim?!’’ - perguntam vocês. Pensem, por exemplo: se no lugar onde vivem conseguem poupar 1000€ mensais, sair todos os fins de semanas, comprar o que vocês gostam, mas mesmo assim, querem mudar de cidade, de país... no entanto, a partir daí só conseguem poupar 300€ mensais, não podem sair todos os fins de semana, não podem comprar o que gostam como dantes… e aí? Estão dispostos? Nem sequer, é preciso falar de dinheiro, é só pensar na carga horária de trabalho, nas facilidades e dificuldades que têm agora e terão depois. Se vocês são capazes, vão! Não admitem que ninguém vos diga que não conseguem! Se hoje vocês são pobres, amanhã serão ricos! Que se lixem os outros!!! Não é porque eles não conseguem ter o que desejam, que tu não podes ter o que desejas. Tu podes, se tu quiseres. Trabalha para isso! Cá para nós… eu sou capaz! Eu mudo o que for preciso, sacrifico-me o quanto for preciso, choro baba e ranho, esperneio, mas eu vou, eu vou, eu vou! Mesmo que tenha de voltar para trás vezes sem conta. Mas quando eu quero mudar alguma coisa na minha vida, eu ando, eu corro, eu choro, eu torço-me toda mas eu vou e chego lá. Não mastiguem o que vos sabe mal, não se acomodem, não deixem estar. Não gostam, mudem!

 
Imagem do Google Imagens

 

Frase do mês

Primeiro de Outubro, ponto de viragem. 
 
Não é propriamente uma frase, mas sim, uma afirmação ou pelo menos, algo que vou tentar concretizar. Esta frase podia ser substituída por outras tantas, tais como: ''Nada será como antes'', ''Acabou a conversa!'' ou até mesmo ''Vai tirar batatas da terra!'' recorrendo à minha forma de tornar as ''coisas'' vegetarianas. Mas porquê? Porque me sinto invadida! E uma das coisas que não suporto é que me invadem! Não quero contar aqui o que me levou a sentir-me assim, porque gosto de manter o meu blog limpo, isento de porcarias. Não há nada que não se possa dizer, neste caso, escrever, mas tudo tem a sua forma e eu opto por escrever tudo da melhor forma possível, pois se eu quiser mandar alguém  ''tirar batatas da terra'', acreditem que o faço diretamente. Eu faço-me de tola e tolinha muitas vezes, rio-me com e das piadas que tendem a não ser piadas e, sim provocações ofensivas, mas finjo que não percebo as agulhas espetadas em muitas palavras, porque na realidade o problema é das pessoas quando me tentem enervar, invadir ou provocar-me, pensando que não percebo nada. O problema é delas, não meu, por isso retribuo como elas me veem: rindo-me com elas e muitas vezes , rindo-me da sua ignorância bem na cara delas. Mas há sempre um limite. E esse limite chegou em relação a alguns pontos da minha vida. Quando esse limite chega ao fim, o meu estômago dá voltas, eu fico com uma raiva!! Raiva sim, porque eu sou açoriana e não sei o que é ira! Sinceramente, não sei descrever o sentimento que se apodera sobre mim... eu sou escorpiana, sou muito reativa e acreditem que o que eu estou a sentir hoje não tem retorno. Tenho sim, que tentar canalizar isto para outro lado ainda não sei para onde porque não poderei andar assim a dar pontapés ao mundo, mas não há volta. Sinto-me invadida, desrespeitada... acabou! Sinto-me invadida, desrespeitada e gozada! Assim, a partir de hoje nada será como antes!
 
 
 
Imagem do Google Imagens

 

Frase do mês

Eu quero o mundo todo num beijo.   


Um beijo de longe, de perto. Um beijo de quem gosto. Um beijo do mundo. Que tem? É só um beijo e por isso tem de ser com tudo. Com cores, sabores e sorrisos. Pode ser só no rosto. Seco, molhado, duradouro. Não faz mal. Dás-me um? Um doce? Um beijo de morte? Escolhe tu! Eu  só quero um mas, que venha com tudo, como se o mundo estivesse dentro dele. Um beijo que, ao toque se sinta todas as estações do ano, todos os continentes, todos os sóis, todos os ventos e todas as pessoas do mundo. Beijo é bom se vier do bem. Beijo de criança com bigode de leite da manhã. Beijo de mãe, pai e filho. Beijo tamanho do mundo. É só isso que quero. Um beijo. Um beijo que mate esta saudade de quem eu amei sem ter amado, de onde eu sofri mais do que fui feliz e, ainda assim, morre-me o ser por estar longe. Vai-se lá entender a saudade… dá-me um beijo do meu amor. Gostoso, apertado, quente… só um. Eu quero o mundo todo num beijo porque o meu amor é do mundo.



 
 

Frase do mês


O último beijo da noite deve ser tão intenso como o primeiro beijo do dia.

Quando eu escrevi esta frase pela primeira vez,  algumas pessoas que a leram, consideraram que eu estava a ser ‘’atrevida’’. Sinceramente, tenho pena disso porque se levam para esse lado ou só para esse contexto, então estão a assumir que são superficiais e que só isso lhes interessa. 
Eu, quando escrevi esta frase,estava a pensar em amor, afeto, carinho, sem segundos entendimentos. Um beijo de um pai para o filho e vice-versa, um beijo entre avós e netos, um beijo de marido e mulher, sim.  Entre enamorados apaixonados. O primeiro beijo. Um beijo genuíno de uma criança. Não estava, propriamente, a pensar em nada ardente, erótico e ‘’carnívoro’’. Mas eu apenas escrevo. Quem lê imagina a história que entender.
Mas eu penso e a mensagem que eu quero deixar é que o amor, seja lá de que tipo for e se for correspondido, claro. Pois lembrem-se: amor próprio em primeiro lugar sempre. O amor deve ter a mesma força no fim como o principio. Amar todos os dias como se fosse o primeiro. Amar, acarinhar, surpreender, desejar, querer o bem e melhor, cuidar todos os dias que esse amor exista. E repito, não importa que amor é: de amigo, de irmão, de pais e filhos, de homem e mulher, avós e netos de homem e homem, de mulher e mulher, de humano para animal. Isso tudo é amor.E amor não é mais do que olhar para o próximo e desejar que ele permaneça na nossa vida até ao fim e depois dela. Amor é ver a mesma luz da mesma cor quando se olha para quem se ama, mesmo que seja pela 123456789000000000000 vez. Amor é dar ‘’ o mesmo beijo ‘’ no inicio e no fim.
Imagem do Google Imagens

Frase do mês


O dinheiro dá-nos poder, ao mesmo tempo que nos enfraquece.

Estou sem ideias para desenvolver a frase do mês. Será que estou a perder qualidades? Pode ser. Mas, ‘bora. É isso. Eu penso que o dinheiro nos dá poder, poder de comprar tudo o que precisamos, vemos, gostamos e até o que não precisamos nem gostamos. Com dinheiro, podemos ir curar uma depressão para Nova Iorque e correr o mundo o quanto quisermos. Com dinheiro, podemos ter a imagem perfeita, então hoje em dia, em que se respeitam mais imagens do que pessoas pois quando se está num ‘’patamar acima’’ (por exemplo, temos o chão e a m*rda está encima e essas pessoas estão a pisar  m*rda. Esse é que é o patamar acima), mas quando estamos no ‘’patamar acima’’ não precisamos de fazer muito para sermos vistos e respeitados. É só ter um diploma a dizer qualquer coisa e ter uma cara de bosta e pronto, já somos parte da nata da sociedade. (quando digo ‘’nós’’ é só maneira de escrever porque estou longe de pertencer à nata seja do que for). Até nem precisamos de trabalhar, mas fazemos o favor à Humanidade, não é verdade? Bom, eu desviei-me um bocado do foco mas, penso que a ideia é essa: quando temos dinheiro, temos poder para tudo ou quase tudo, por outro lado, tornamo-nos fracos (e tolos) porque não temos vontade de lutar nem pelo que lutar, não temos que superar nada nem encarar a vida tal como ela é,temos dinheiro para ‘’tapar’’ qualquer dificuldade que nos apareça à frente, a maioria das pessoas que ‘’andam’’ connosco não gostam de nós, não nos admiram .Só o fazem porque ‘’fica bem’’, por causa das influências e dos patamares. Ao longo do blog, escrevo muito sobre isso. Falo disso nos textos Pessoas de Cartão e Ir de férias?. A minha única pergunta é: e se esse ‘’status’’ acabar,como irão passar as suas férias, que vestirão na festa seguinte, que amigos terão? Dinheiro, dinheiro, dinheiro… enfim…todos precisamos dele. O dinheiro traz estabilidade o que leva à felicidade. Certo? Mas existe um limite. De quanto dinheiro precisamos? Até onde vamos por dinheiro? Eu preciso de me alimentar, de me vestir, de ter saúde, de uma fonte de rendimento, de me sentir segura, de estabilidade, de me divertir e tudo isso envolve e, às vezes exige dinheiro. Mas ao ter isso tudo, precisamos de mais, mais e mais? Não creio. Eu necessito de dinheiro para obter isso tudo e algo mais se desejar, é um direito cometer excessos. Mas, ter dinheiro por dinheiro? Ter amor a ele? Isso não. Nós precisamos de espaço para preencher a nossa vida com outras coisas sem ser dinheiro, a vida é demasiado curta para se ter só dinheiro. Que pobres seríamos nós, não? 
 
 
Imagem do Google Imagens
 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Frase do Mês

Sem frase.

Fala comigo em

blog_maufeitio@sapo.pt

Informação

As imagens utilizadas no blog, como sempre, refiro a fonte no fim de cada post, a maioria delas são retiradas da Internet. No entanto, se for o autor de alguma imagem e não permitir a sua utilização, por favor envie e-mail ou deixe nos comentário que logo que possível a imagem será retirada. As restantes, são mesmo fotografias minhas e outras são criadas por mim com auxílio de alguns programas de edição de fotografia e design. Em todo o caso, eu identifico sempre a origem de todas as imagens e fotografias utilizadas no blog.