Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

O blog do Mau Feitio

We were happy and we didn’t knew

mau feitio, 24.10.18

When we was together we wanted to give up
These days, after leaving, we wish to go back
But, it’s not possible anymore
Because, life run’s and the world turns around.
These days, we don’t belong to each other anymore.
When we were happy, we thought we were sad.
Happiness is present but many times, it’s stopped for pain
And this pain trespass us and torment us.
I miss the old times!
Do you miss to suffer?
Yes.
I was there.
Now, I am away from you.
Even knowing that don’t exist pain bigger than being away from you, when I was close.
Even if pain break my heart,
It was not important
Because, it’s better to be close to you even if being away from you.

Marcar o ponto

mau feitio, 22.10.18

Olá, pessoal!
Tudo bem? Como foi o vosso fim de semana?
O meu foi por casa… esteve sempre a chover ☂, Sábado e Domingo. Não fiz muita coisa, o de sempre. Vocês sabem… dormir, comer, ver filmes e séries, ouvir música, escrever, estar com o burguês🐱, com a família que vai lá a casa ao fim de semana ‘’ bater um papo’’ e mai’ nada.
Hoje, já não chove tanto, quase nada em boa verdade nem está muito frio, mas ‘tá assim meio desagradável… esta Segunda-feira não podia ter cara melhor. Para variar, hoje está mesmo com cara de Segunda-feira. E eu até não tenho nada contra as Segundas… eu quero é que comece logo a semana para o tempo passar, mas por acaso, ´tá a custar mais do que habitual. Mais pudera… 05h00 da manhã ainda estava acordada.Tenho tantas ‘’coisas’’ para escrever. Tenho de tomar um banho de Língua Portuguesa, sempre que quero expressar alguma coisa, sai-me coisa! Coisa, coisa e coisa 🚽POH!!! Continuando… apesar de eu querer escrever sobre outros assuntos, hoje vim mesmo ‘’marcar o ponto’’🕑📆📇, como se diz.
Espero que o vosso fim de semana tenha sido fora do normal, no ótimo sentido e que a vossa semana seja como esperam: rápida para quem tem pressa, lenta para quem gosta de saborear cada momento, normal para os acomodados, louca para os ‘’fora da casinha’’, etc, etc, etc. A minha preferência é que passe a um ritmo rápido mas com paragens naquilo que é preciso e que passe bem! O bem é fundamental para tudo. Então fiquem bem!
BEIJINHOS! 💗💋😍


Imagem do Google Imagens

20 de Outubro

mau feitio, 20.10.18

Hello, pessoal!

Hoje, diz-se ser Dia Nacional da Paralisia Cerebral… que horror!  Mas quem é que tem essa coisa?! 👀😛😛😛😜Eu! É verdade. Já tinha escrito sobre isso, mas foi algo muito dramático… nem sei como foi isso, eu nem sou dramática nem nada. Nadaaaaaaaaaaaa dramática!!! 😇😇😇Vocês acham? Ainda vou dar um jeito naquele texto. Mas, hoje vou tentar escrever algo mais ‘’leve’’.
Eu estive a pesquisar sobre isso para poder partilhar com vocês e encontrei um vídeo explicativo e gostei, principalmente, porque explica que a pc não é igual para todos e, realmente, isso é algo com o qual que eu ‘’sofro’’ muito. Confesso que, por vezes é mais por minha culpa do que outra coisa, mas é importante conscientizar as pessoas sobre o que é e o que não é, porque eu digo-vos eu tenho muitos traumas e o maior preconceito que existe sobre mim é de mim mesma, eu admito. Já lhe disse vezes sem conta aqui no blogue, eu não vou dizer que as pessoas que se apercebem disso, não estão a ver bem. No entanto, é horrível sentir o peso dos olhares do mundo, porque eu tenho uma deficiência, então quando eu digo que é PC, o mundo paralisa, pensando que o meu cérebro parou. As pessoas pensam que uma pessoa (d)eficiente não pode beber álcool, namorar, dizer asneiras, sair à noite, ou seja, não podem viver, não podem viajar sozinhas, trabalhar sozinhas, não podem fazer nada. Isso são só privilégios das pessoas ditas normais?! Ah, obrigada! Há que entender que existem diferentes graus e uma pessoa é uma pessoa.
Percebem a minha revolta? EU SOU MUITO REVOLTADA! Não vale a pena dizer que é mentira. Às vezes, com razão, outras sem ela. Mas quem me diz a mim que eu não posso ou que não poderei fazer isso tudo acima? Onde está escrito? Eu faço e farei aquilo que me der vontade, se for certo, foi. Se for errado, admitirei. E acabou a conversa! Era só o que me faltava! Eu não nasci para morrer como vim ao mundo. Quem me quiser, aqui estou eu. Quem não, continue o seu caminho e seja feliz.
É isto, pessoal. É uma luta, como tantas outras que cada um tem. Toda a gente tem a sua luta. Eu vou fazer o meu caminho, lutar pelo que aquilo em que acredito, que acho importante e quero. Nem sempre certa, nem sempre com razão mas sempre eu mesma! Porque, independente de tudo, o que importa mesmo é:


 
 
 
 
 
 
Video - Youtube (APPC):
 
 

A não esquecer.

mau feitio, 18.10.18

Olá, pessoal!

Devido a uns assuntos que têm surgindo e acordando lembranças, tive a ideia de fazer uma reflexão de alguns valores que eu penso que jamais devemos esquecer, pois a meu ver são cruciais para manter a nossa auto - estima e quem nós somos. Às vezes, perdemo-nos pela estrada e seguimos os outros, deixando quem somos e tudo o que nos define para trás mas, há um momento que precisamos de reagir, então aqui vai:


Sempre que tiveres de escolher entre uma pessoa e outra, escolhe-te a ti. Pois, por mais longas, intensas e importantes as relações que tenhas com as outras pessoas, há uma que supera todas elas: a relação que nós temos connosco mesmos. Essa relação é essencial para tudo na nossa vida. A  pessoa mais importante da nossa vida somos nós mesmos e se devemos fidelidade, lealdade, honestidade, o que seja, aos outros, a nós mesmos devemos muito mais. Para chegar a eles, tivemos de nos construir, corrigir, cair, levantar, melhorar. Então, sempre que tiveres de escolher, escolhe-te a ti em primeiro lugar.

Tu és especial, porque és uma pessoa e és especial por isso e tens todo o direito em achar-te bonita(o) e especial e amar quem és. Quem te critica porque te achas especial, já perdeu o amor próprio há muito tempo. E viver sem amor próprio é um dos últimos estágios da vida. Tu não és melhor, és especial!

Mesmo sozinha(o), faz o teu caminho enquanto te for possível e te fizer sentido. Não faz mal se choras, se caias... é o teu caminho, a tua história, não dos outros.

Não esperes nada de nem por ninguém, a vida te mostrará quem é quem e o que ‘’é teu’’ sempre foi. Está no teu caminho.

Seja lá o que faças, fá-lo para ti e por ti. Não faças nada por obrigação ou submissão, para te vingares ou para mostrar que também fazes. Faz porque tu queres, porque te apetece. E, não queiras mostrar seja o que for aos outros, quem tem de saber da tua vida, és tu.

Não permitas que ninguém te tire a voz! Grita, berra, esperneia mas que ninguém te tire a voz.

Penso que é isso.
Boa tarde, pessoal!
 
 
 
 
 

Pág. 1/2