Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Lista de defeitos

mau feitio, 28.03.18

Olá.
 
Como tinha dito anteriormente, havia de fazer uma lista com dez defeitos meus e manias. Mas como eu penso que dez defeitos é muito pouco, tendo em conta todos os defeitos que tenho, vou acrescentar mais alguns. E as manias ficam para depois.
 
Ora bem vamos lá à lista dos defeitos:
1.       Rancorosa (Rancorosa é pouco. Podem-me ter feito algo há mais de 7 anos que ainda hoje trago comigo e ''mastigo'' amargamente. Eu sei que cometo erros, muitas vezes, imperdoáveis. Mas, da mesma forma que não espero que me perdoem, eu também não perdoo, por mais pequena e odiável que isso me torne);
 
2.      Repetitiva;
 
3.     Paranoica;
 
4.     Portadora de um abominável mau feitio;
 
5.     Orgulhosa;
 
6.     Impulsiva;
 
7.     Ansiosa;
 
8.     Eu não estou, eu Nasci nervosa;
 
9.     Possessiva;
 
10.  Revoltada (neste caso, não desgosto porque pelo menos, faço agitar alguma coisa. Se não houvesse revoltas, o mundo estava estagnado,mas também discordo com alguns motivos pelos quais me chamam de revoltada);
 
11.   Impaciente (também é relativo);
12.  Dramática;
 
13.  Individualista (eu não vejo, propriamente, como um defeito);
 
14.  Ciumenta;
 
15.  Complicada;
 
16. Rigorosa;
 
17.  Exigente;
 
18. Às vezes, espero que me deem o mesmo, na mesma quantidade que lhes dou. Mas,na maioria das vezes, vou contra uma parede. 
Eu dou tudo com todo o amor, carinho, dedicação e amizade a quem gosto, por qualquer pessoa de quem eu gosto sou capaz de fazer tudo, dar tudo, a mão e, mesmo a vida. Mas, quando eu noto alguma distância, falsidade ou deixo de ter importância para as pessoas ou seja o que for. Posso deixar com que brinquem, mas quando me farto, torno-me na rocha mais dura e na pessoa mais fria e independente à fase da terra. Podem morrer à minha frente que eu deixo morrer. Eu fico com uma 'raiva' àquela pessoa, que nem vos passa pela cabeça.

Pronto,este é o meu lado lunar, negro, escuro. Eu sei que muitas pessoas dizem que não acreditam que eu tenha estes defeitos todos, mas eu tenho estes e mais alguns.Não tenho problema em admitir. Como já mencionei, antes nós a assumir do que os outros a apontar. Embora, o fato de não acreditarem que tenho estes defeitos todos é a principal razão de se desiludirem comigo. Meus amores, desse mal eu não tenho culpa, porque ninguém é anjo. E eu nunca disse que o era e santos estão no altar. 
Eu sou uma pessoa difícil. Mas isso também é bom, porque vejo quem me quer verdadeiramente e quem desiste à primeira.
 
Beijos.



Vídeo do Youtube/Lado lunar - Rui Veloso

Melhor lição de vida

mau feitio, 18.03.18

Eu penso que a melhor lição que podemos dar a outra pessoa é o silêncio das nossas bocas e a firmeza dos nossos gestos.
Não adianta estarmos a dizer que somos bons, que somos capazes, que temos condições, ou seja lá o que queremos dizer ou mostrar, se pessoa que está à nossa frente não nos ouve. Para essa pessoa só estamos a parlar como um papagaio e no que nos diz respeito, só estamos a cansarmo-nos a repetir demonstrações de capacidade.
Então, deixemos com que não acreditem em nós, deixemos que pensem o pior de nós, que vamos cair à primeira (até podemos cair) mas devagar, passo a passo, silenciosa e firmemente, mostremos de que matéria somos feitos! Podemos sair-nos mal à primeira, à segunda, à terceira, mas com coragem, de cabeça erguida, talvez a tremer da cabeça aos pés, com a voz meio enevoada, mas a sorrir, sempre a sorrir vamos conseguir!




Fotografia da minha autoria
 
 

As verdades da vida segundo Dina Coelho

mau feitio, 07.03.18
Qual é a verdade ou quais são as verdades da vida?
Segundo a minha visão, algumas verdades da vida são as seguintes:
 
1.       A vida começa e acaba todos os dias;
 
2.      V.I.D.A - Viver intensamente dando amor;
 
3.     Na vida, é preciso viver na ponta da navalha;
 
4.     Para tudo na vida, há sempre duas escolhas à nossa disposição;
 
5.     O amor da nossa vida encontra-se nas situações mais tristes;
 
6.     Para viver é preciso sonhar e para sonhar é preciso viver;
 
7.     A vida é um sopro e uma gota no oceano;
 
8.     Se a vida não andar,há que empurrá-la;
 
9.     Viver por si só, é a maneira mais bela de viver;
 
10.  A vida precisa de amor para existir.
 
 
     Boa noite meus amores!
 
 
Imagem do Google Imagens

TOP 5 de filmes

mau feitio, 06.03.18
Olá.
 
Como se chama uma pessoa que vê muitos filmes?! Eu não sei, mas eu gosto muito de ver filmes e posso dizer que vejo bastantes.
Eu gosto de filmes que toquem a pessoa, neste caso, que me toquem. Gosto de ver o desenrolar de uma vida, mesmo que seja, na ficção. Gosto de refletir sobre aquilo que vi ou estou vendo e que isso me permita trazer algo de útil para a minha realidade.
Mas,também gosto de dar umas boas gargalhadas sem pensar em nada. Às vezes, quando estou aborrecida procuro filmes que são fáceis de absorver. Ah... quando estou a comer, vejo desenhos animados ou algo mais juvenil porque recuso-me a sentir-me maldisposta enquanto estou a comer. É verdade, eu vejo, porque o meu objetivo quando como é comer, então se tenho a televisão ligada,ponho a dar algo simples ou desligo-a. Mas, eu sou uma mulher com gostos muito diversos, adoro filmes de ação, luta, artes marciais... do género: Jean-ClaudeVan Damme, Jackie Chan, Sylvester Stallone. Vi um ou outro filme de fantasia,mas não me fascina muito, exceto, as Crónicas de Nárnia, que eu AMO. Estou ansiosa por ver o próximo. Na época natalícia, adoro ficar a ver os filmes que passa, mesmo que sejam repetentes de anos e anos sem fim.
 
 
Bom...seguido esta lógica, meio atordoada, de filmes, vou mostrar o meu top 5 de filmes:
 
 

1-      Les Intouchables







 
Talvez tenha uma razão especial para mim, uma vez que, tenho uma deficiência, mas consigo pôr-me no lugar no outro. Se eu não tivesse uma deficiência e fosse trabalhar para ou com alguém com deficiência, como seria? O que eu faria? Como eu agiria?Provavelmente, leria um manual com o título: Como conviver com deficientes antes de começar a trabalhar. Mas Driss (Omar Sy), não. E é como Philippe (François Cluzet) diz, Driss não teve o mínimo de consideração nem educação para com a condição de Philippe. Mais espontâneo é impossível. Foi o que me cativou, a forma como Driss se comportou diante de Philippe. Pouco se importou com isso. E, muitas vezes, uma pessoa com deficiência só precisa disso. Que se esqueçam disso. Se é para beber, é para beber, se é para sair é para sair e etc.
 

2- O menino maluquinho



 
De todos os filmes da minha infância, este é o que mais me fascina até hoje, porque quando eu penso no que é ser criança, eu lembro-me deste filme. Ser criança é ser, exatamente, como o menino maluquinho foi e continuará a ser na memória de quem o viu.
 
 
3- Kickboxer - O desafio do Dragão
 
 
 
Vi este filme ainda criança e, apesar de ser inapropriado para uma criança, não me aterrorizou, muito pelo contrário, cativou-me para o resto da vida. Dois irmãos, um mestre sábio, um aprendiz, uma mulher e um rival sedento de sangue. Mas, onde vive o Bem nasce a Justiça.
 
 
4- Heidi
 
 
 
Este filme é absolutamente incrível! E já conta com várias gerações a reproduzi-lo. Amo! Com tão pouco é-se tão feliz.
 
 
5- Taken (o primeiro)
 
 
Eu vi-o pela primeira vez,em 2012, penso eu. E nunca mais deixei de o ver. É indescritível o desespero do pai para encontrar a filha e só tem 4 horas para o fazer. Adoro!
 
Pronto... está aqui o meu top 5 de filmes, como quem diz. Tenho muitos mais, mas para hoje foram estes que escolhi.
 
Bom resto de dia!
 
Beijos, hugs e chocolates!
 
💓 
 
 
 
Fonte:
Imagens do Google Imagens
 

Frase do mês

mau feitio, 05.03.18
Eu gosto muito do pouco que tenho porque é meu e guardo-o como se fosse muito.
 
Eu gosto da simplicidade da vida
Aquela que nos enche verdadeiramente a alma
E nos acalma e tranquiliza.
Eu gosto de ter pouco e fazer dele muito.
Porque o que é tudo?
É tudo o que nos caracteriza,
Tudo o que nos personaliza,
Tudo o que nos define.
E, se tudo o que diz quem somos
É muito pouco,
Guardamo-lo como se fosse muito.
Pois é belo, precisamente por ser tão pouco.
Eu gosto dos meus livros, do meu canto,
Gosto das coisas que não toco, mas que são minhas.
Gosto da minha privacidade e da minha própria companhia.
Gosto de beber café e de selecionar filmes.
Gosto da minha alegria sem motivo.
Gosto muito de mim.
E são poucas as coisas tocáveis de que eu gosto.
Mas do pouco que tenho, eu gosto muito.
Porque a maioria do que tenho, eu não toco, eu sinto.




Fotografia e edição da minha autoria




 

Fim de semana... em casa!

mau feitio, 03.03.18
Olá.
 
Fim de semana para mim, significa não ter nada planeado.Eu gosto de ficar em casa todo o dia descontraída a fazer o que eu gosto: ler um livro, ver filmes e séries, dormir, comer, enfim… estar em casa, apenas. Ao fim de semana ou noutro dia em que não tenha de sair ou nada marcado. Aliás, eu não gosto de fazer marcações porque já me conheço e na hora não me vai apetecer fazer o que tinha marcado… aborreço-me com facilidade, é verdade. Mas, depende dos casos, por exemplo, se estamos em pleno Verão com um sol de rachar, um dia maravilhoso... e convidam-me para ir ver uma procissão... 'tás a brincar, né? Que Deus me perdoe... vou, mas é para dentro de água ou circular para não virar churrasco. Ou se me convidam para sair à noite e à 1h da manhã, já está tudo bêbado. Que vou ficar ali a fazer? Assistência a bêbados? Ou então... quando é um grupo muito grande, estão todos entusiasmados com a conversa e, onde está a Dina? Num canto sozinha... também há o caso das baratas tontas que vão aqui, ali, acolá e têm de fazer isto e aquilo... mas, não íamos só beber um copo? Ah... e aquelas pessoas que convidam  outras para não irem sozinhas a um lugar ou para não estarem sozinhas, mas não querem dizer e depois isso gere um desconforto. Quando me pedem companhia, eu não nego. Não gosto é que me tratem como se eu não percebesse as coisas. Bom, é isto. Eu sei que também houve e há dias em que fui e sou uma chata, que aborreci e aborreço as pessoas e houve e há quem que levou e leva comigo. Isso faz parte da vida, levarmos uns com os outros. Contudo, eu penso que nasci para ''ser e estar sozinha'', sou ''esquisitinha''. Só gosto de estar com 2, 3 pessoas no máximo, para além de mim. Para estar com grupos, só se eu conhecer muito bem e sentir-me confortável com todas as pessoas. E não gosto de assinar contrato com ninguém, saio à hora que quero e etc. Continuando...  se não tenho nada para fazer, se me sinto bem, se não sinto necessidade de sair, por carga de água devo sair?  Porque os demais acham estranho ou fazem piada disso?! Uma coisa é não ter para onde ir ou não ter com quem estar e ficar sozinha(o) por falta de alternativa. Isso é horrível! Mas não é essa a questão aqui. Eu tenho mesmo prazer em passar o fim de semana enfiada em casa, pelo menos, no Inverno. Digamos que eu hiberno. Já me perguntaram em tom de sarcasmo se tinha passado o fim de semana no sofá.Sim, passei. Deitada no sofá, em pijama. E passarei sempre enquanto puder!Muitas pessoas pensem que não saio porque sou ‘’diferente’’ e tenho vergonha em estar com pessoas. Eu ter vergonha?! Só depois da morte. Talvez. Em vida, não. 😛😍 eu convivo com pessoas, socializo, estou sempre acompanhada, mas quando estou de fim de semana, gosto de estar em casa, o que não quer dizer que, não saia nunca. Claro que saio, mas regra geral, no fim de semana fico em casa. De Verão, encontrar-me-ão sempre estendida a apanhar banhos de sol ao pé de uma piscina. Mas agora, é Inverno, aprecio muito o calor de casa e aproveitar o momento para estar com os meus pais e para ler, por exemplo. Não significa que eu não faça nada por ficar em casa. Eu penso que o segredo para tudo é sentirmo-nos bem com aquilo que fazemos. Eu sinto-me bem em ficar um dia ou dois em casa sem sair, se os outros não, se sentem necessidade de sair todos os fins de semanas, estar no meio da multidão, da festa, não perder uma noitada…pois que saiam! Eu também posso considerar um exagero alguém ‘’enlouquecer’’por não sair, pelo menos, uma hora. E, acho uma piada imensa quando alguém me vem ‘’aconselhar’’ que devo sair, estar com pessoas…, mas pronto. Faço-me de tola e respondo que têm razão ou apenas esboço um sorriso. Há quem precise demais e quem precise de menos. Sempre foi assim para tudo na vida. E, na minha opinião é que desde que a pessoa se sinta bem, faça o que quiser.
 
O espírito é esse. Se nos sentirmos bem e se não estamos a prejudicar ninguém, pronto. É o que importa. Se me querem achar estranha ou rirem-se de mim…  ou se querem fazer estudos por causa disso, avaliar profundamente a situação, associá-la a isto e àquilo achar-me antissocial, isolada, esquisita, desde que não me chateiem... 👍 Força nisso!
 
Beijos e um resto de BOM FIM DE SEMANA!
 
Por norma, as pessoas transferem uma para as outras, as suas próprias necessidades e a sua forma de vida. É como se eu precisasse de tomar alguma vitamina todos os dias e dissesse que as outras pessoas também precisam ou porque eu gosto muito de beber leite, incentivasse todos a beberem leite.São só exemplos. Mas, na minha opinião, é uma das razões de alguma discórdia existente no mundo.
O meu modo de vida não está nem certo nem errado. Digo o meu, como o de qualquer outra pessoa.
As pessoas que estranham a nossa vida e que se riem disso, ainda não perceberam que somos todos diferentes. Ri-te com elas. 😋
 
Fotografia da minha autoria


















Todo o sonho

mau feitio, 02.03.18
Todo o sonho, no começo é desengonçado
Desajeitado, desarrumado, disparatado, indisciplinado
Todo o sonho, no começo é confuso e pouco planeado
Mas todo o verdadeiro sonho
É um sonho,
É paixão,
É alma!
Às vezes, pequeno, grande…
Mas não faz mal porque quando o sonho é mesmo sonho
Devagar, se vai clarificando, encontrado um jeito, se engrandecendo,se vai unindo e limando pontas,
Se é sonho é possível!
Se é sonho é louco e incompreendido
É apaixonante e devorador
Mas, ao mesmo tempo, é calmante.
Se é e quando sonho, nos consome por inteiro
Mantém-nos sempre acordados e desesperados,
Quando o sonho existe, ele não nos deixa e nos cansa
Deixa-nos em farrapos e mesmo os sonhos falhados
Valeram a pena!
Não há sonhos inúteis, todo o sonho tem uma lição.
Foram sonhos, foram vida, foram luta!
Se é sonho é vida!
Se é vida é para viver,
No momento em que se sorri ou que se chora
É sonho.
É esperança.
É vida!
Só quem realmente sonha é que conhece o poder do sonho!
Quem sonha é rico, quem não, ri-se do sonho do outro e despreza-o.
Quem não sonha é pobre. Deixa-o fugir.
Quem sonha… Ah! Quem sonha, pode cair, partir-se ao meio,mas nada, mesmo nada o faz desistir!


Imagem do Google Imagens/ Filme Up Altamente

Link adicionado:https://www.youtube.com/watch?v=EoiiIo0rVck