Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Ainda que não... eu amo-te!

mau feitio, 27.02.18
Ainda vives em mim. Tão vivo e profundamente profundo.Estranhamente estás entranhado em mim. És a minha droga não consumida, a minha bebida e comida preferidas. Ainda vives em mim porque não te esqueci, porque eu não te quero esquecer, porque se te esquecer eu perco-te e aterroriza-me perder-te. És a minha obsessão e a minha dor, mas tão contrária dor que adoça,que alimenta os meus dias de chuva, plantando exíguas sementes de felicidade regada por gotas de prazer. Ah… que prazer é este, que me mata, que me afoga,que me rasga, que me pisa?! Onde estás tu? Porque que é que eu nunca te tive?Mas eu tive-te sem te ter tido porque eu sinto-te sem nunca te ter sentido. Que razão é esta que me faz amar-te sem te amar? Que amor é este que existe sem existir-te? Quem sou eu depois de ti? Já me procurei e só me vejo em ti,procuro-te e não te vejo. Mas, ainda que não te veja, ainda que não te tenha,ainda que não te sinta, ainda que não me exista em ti, ainda que não te ame, eu não te esqueço porque se te esqueço eu perco-te e aterroriza-me perder-te porque eu vejo-te, eu tenho-te, eu sinto-te, tu existes em mim e eu amo-te!

Imagem do Google Imagens
 

Frase do mês

mau feitio, 13.02.18
Eu gosto do amor prolongado.
 
Aquele que se prolonga por horas e que se estende por anos.
Que se duplica por décadas e multiplica-se por séculos e ultrapassa a eternidade porque até a eternidade é miseravelmente curta para ele.
Eu gosto do amor que nos acorrenta, que nos amarra, que nos prende, que faz doer e sofrer, chorar e mendigar, que machuca, que rasga,que nos leva até ao fundo tão profundamente fundo que tudo é pouco para amar.
Ao mesmo tempo liberta e deixa livre.
Eu gosto do amor vindo de longe para ficar, para se manter, para permanecer e nunca mais voltar.
Eu gosto do amor velho, antigo, sábio que sabe o que quer e luta com todas as suas forças para ser e amar porque amar e ser amado é a sua única condição.
Eu gosto do amor forte, firme, sem medidas.
Eu gosto do amor nu e despido de complicações e dramatizações.
Ele já é complicado e dramático porque não há amor que não o seja.
Eu gosto do amor que sinto em todo o meu ser,
Que mesmo não haja aqui
Está dentro de mim
Eu gosto do amor desesperado, inquieto.
Eu amo o amor que vive, revive e não morre.
Mas que, por amor se mata!
Eu gosto do amor que diz, confessa, promete e cumpre. 
Eu amo o amor que sofre por amar, que magoa por amar, que sufoca por amar, que briga por amar e que vive, revive, insiste e persiste e ressuscita por amar!
 
Resultado de imagem para amor
Imagem do Google Imagens