Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

O blog do Mau Feitio

Experiências, histórias, poesia, opiniões, dia a dia, dramatizações, descontração, gargalhadas infinitas, amigos, momentos, livros, filmes, TV, músicas, pessoas, coisas da vida, do mundo e mau feitio.

Eu gosto

mau feitio, 18.09.17
Eu gosto de coisas e algumas dessas coisas chamam-se pessoas. Eu gosto de coisas e pessoas leves, soltas, como se nenhum mal do mundo lhes pesasse porque, na verdade, nada lhes pesa, são leves.
E gosto de mar e de muito amar, amar, amar e de abraçar. Ah... também gosto de beijar? Sim, penso que sim. Nunca pensei nisso, mas penso que sim. Gosto das manhãs do mês de Agosto, de sorrisos no rosto, de estrelas nos olhos, de sonhos pendurados no teto e sal a gosto.
Gostode mim, da criança que vive cá dentro e pula para sair e que sai vezes sem conta. Gosto de ti e do mundo e das coisas e pessoas que vivem lá dentro. E de quem vive fora do mundo, dentro do seu pequeno-grande mundo, também.
E das cores das pessoas: vermelho, amarelo, preto, castanho... como o arco-íris. Gosto de gente. Gente daqui e d'acolá, tatuada, "rabiscada", sempre conceito, só com pós-conceito. De gente descomplicada. Honesta, profundamente verdadeira. De gente com CARÁTER! Gente que cumpre, insiste e não desiste. Gente com sangue nas guelras. Gente deste mundo e de além, gente da paz e da justiça.  
Gosto do começo e fim do Verão e do ano inteiro. Gosto do frio de Janeiro e das águas mil de Abril. Gosto de todos os dias da semana e de ficar em casa no fim de semana e de amor verdadeiro. De amores de Verão, dos nasceres e pores do sol.
Gosto de Deus, aliás, admiro-o em todas as suas formas e nomes, de todos os países ede todas as raízes. De que eu gosto mais? De tanta, tanta coisa, enormes, pequenas, minúsculas, grandes, de tanta coisa que não cabe em mim o tanto que gosto delas. Gosto de sol, de chuva, de animais, do vento, de crianças, quem não gosta delas? Músicas, cinema, arte... máquinas de escrever, sapatos velhos, filmes, livros. Ah... pois é, lembrei-me agora. Romances, paixões e de outras coisas que não convém dizer aqui. Gosto dos morenos saradões... hum! Do que está aqui e ali e lá. Olá! Gosto de café, sou obcecada. De comer. E de dormir,dormir, dormir, dormir até me secar, mas também gosto de trabalhar até me cansar. E mais? De Fernando Pessoa. E que pessoa... Ou direi pessoas? Hum....gosto do destino, do improviso e do que não estava previsto. Do novo e do velho e adoro o antigo.
Amo os meus amigos e, principalmente aquela que me acompanha, vive impregnada em mim. Sabem quem é? Não digo. É só minha, pertence-me. Ela a mim e eu a ela. Até ao fim. (E que fim será o meu?) Tanto que já me fez sofrer, mas mostrou-me como vencer.
Gosto das cidades, do barulho e da confusão que lá existe e que saudade me assiste do que não tive, do que deixei perder, do que não foi, mas quase, quase foi.
Mas, apesar disso, gosto ainda da vida e de viver sem meio termo, adiamentos nem enrolamentos. Gosto do tempo, porque há tempo para tudo, dizem. Mas, que dor de cabeça por não ter paciência para ter tempo. Eu gosto do hoje, já, agora, imediatamente, de conversas às claras, de jogo limpo, de exatidão e gosto da vida profunda e intensa de fazer tremer o coração.
Gosto de sorrir, das coisas e pessoas boas da vida!


FotoJet.png

 



My cats ❤

mau feitio, 12.09.17
 
Hi everyone,
 
Today, I tried to write in english for the first time on the blog. I choosed something basic, simple and easy like my cats.
 
I am grateful to a friend of mine for the help. I wish that you would like to know my four cats.
 

Today, I woke up at 5.40 a.m because one of my cats went to the door of my room to call me. I love so much all my cats: the duquesa,burguês, marquês and the baby tika. My mother told me that when I’m not at home, burguês enters the house searching for me and when I arrive from work, Icall for all of them and they come running to me. They eat at least 4 times a day. Burguês is the brother of marquês, but he is more mature than marquês. Every single morning, burguês enters the house searching for me so I can give  him my attention, I give kisses and hugs and I do tickles on his belly. Marquês can sleep more than 15 hours a day without eat and then in the night, sleep again more 15 hours. Duquesa was founded by my father at 10 months ago and stayed with us until now. She was already mother of 6 babies, we gave all, less tika, I love her. She is so little and cute! She sleeps everyday in the chair of the living room or in the sofa. Sometimes she goes to my parents bedroom or to mine and stays in my lap for hours. I wish she can stay with us forever.





Fotografias e edição da minha autoria


 

 
 

A falar com o meu ''eu''

mau feitio, 01.09.17
De todas as vezes que morri, não morri. Apenas existi.Mas haverá no mundo morte mais dolorosa e mortífera do que existir sem viver?Eu pergunto-te e tu não me respondes. Onde estás?
― Estou aqui. - dizes tu.
― Mas eu não te vejo. - Lamento.
Quem me dera ver-te, tocar-te, sentir-te cheirar-te,consumir-te... ah! Que triste sou eu sem te ter.
O que faço eu num mundo a preto e branco, desigualmente igual. Que vida tão cinzenta.... tenho de comprar cores e pintar o céu, o mar,as árvores, as pessoas, os sorrisos, os corações... quanto custa? É o preço do que não custa, porque não está a venda. - Explicas tu aborrecido.
― Não?! - exclamei.
― Mas como fazem as pessoas que vivem na vida? -interrogo com espanto.
― Apenas vivem. - respondes tu chateado.
― Não entendo, mas não te aborreço mais.
As pessoas deviam comprar aguarelas e colorirem-se. E aquelas que existem no mundo? Deixa, eu não te aborreço mais.
De todas as vezes que morri, não morri. Apenas existi. Mas haverá no mundo morte mais dolorosa e mortífera do que existir sem viver?






 Imagem do Google Imagens